2 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade
Esportes

E-Copa Maceió Solidária arrecada cerca de meia tonelada de alimentos

Profissionais autônomos de Educação Física afetados pela pandemia serão beneficiados

Primeiro lote das doações já estão na sede do CREF/AL, no bairro da Pitanguinha. Foto: Ascom Semtel

Após seis dias de grandes disputas, chegou ao fim a e-Copa Maceió Solidária na noite dessa quarta-feira (17).

Organizada pela Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel) e parceiros, a competição de futebol virtual conseguiu arrecadar cerca de 500 kg de alimentos não-perecíveis, que serão destinados aos profissionais autônomos da Educação Física afetados pela pandemia.

“Comemoramos bastante o resultado da e-Copa Maceió. Além de surgir como uma opção de entretenimento e lazer para toda a população, o torneio tinha como maior objetivo ajudar aos profissionais da Educação Física, que estão passando por dificuldades. Fico feliz com todo gesto de solidariedade demonstrado pelos atletas e telespectadores que acompanharam as transmissões dos jogos no Youtube da Semtel”. Jair Galvão, Semtel.

Toda doação recebida durante a e-Copa Maceió Solidária será distribuída pelo Conselho Regional de Educação Física de Alagoas (CREF/AL), que localizará os profissionais autônomos mais necessitados e agendará um horário para recebimento dos donativos na sede da instituição localizada no bairro da Pitanguinha.

“O primeiro passo foi dado contribuiu de forma a minimizar, ainda que por um breve momento, dificuldades que alguns de nossos colegas. O que pode significar pouco a nível macro, para o indivíduo em si, já pode ter sido muito. E se com esta iniciativa, ao menos uma pessoa sequer tenha sido alcançada, tudo valeu a pena, pois mesmo uma vida só não tem preço”. Carlos Eduardo, presidente do CREF/AL.

A campanha de arrecadação para os profissionais da Educação Física seguem ativas pelo telefone/whatsapp (82) 98752-2055.

Números da e-Copa Maceió

Utilizando o FIFA20, no Playstation 4, a e-Copa Maceió Solidária contou com a participação de 23 jogadores divididos nas categorias PRO e SUB15.

Durante toda a competição, entre sexta-feira (12) e quarta-feira (17), foram 120 confrontos realizados e 334 gols marcados, obtendo uma média de 2,78 gols por jogo.

Wicco Torres comemora título da categoria PRO sobre Marcos Paulo. Foto: Semtel Maceió/Youtube

O título da categoria até 15 anos ficou com Alcides Júnior. Na final, ele derrotou Gabriel Meireles pelo placar agregado de 3×2, disputando pelo Real Madrid. “Foi incrível Esta foi minha primeira vez em um campeonato de FIFA, competição muito bem planejada”, declarou o campeão.

Com o 1º lugar, Alcides ganhou uma medalha e a camisa do Flamengo, seu time do coração. Os jogadores Gabriel Meireles e Lucas Monteiro ficaram em 2º e 3º lugares, respectivamente.

Entre os adultos da categoria PRO, Wicco Torres levou a melhor e consagrou-se campeão com 100% de aproveitamento, sem nem sequer empatar uma partida.

Ele já havia terminado a fase classificatória na liderança do Grupo C, com 12 pontos. Na finalíssima, encarou Marcos Paulo e não teve dificuldades: aplicou 8×0 no placar agregado, usando a Seleção da França.

“Tenho alguma experiência no competitivo de FIFA, participo de campeonatos desde 2013 e tenho mais de 40 títulos, dentre eles dois em Campeonatos Alagoanos. Mas participar da e-Copa Maceió Solidária foi, sem dúvidas, uma experiência única, não era só uma competição em busca de ser o melhor, era uma confraternização que tinha como objetivo principal a solidariedade neste momento difícil em que estamos passando. O fair play e o clima amistoso entre os competidores durante todo o campeonato deixavam isso bem claro”. Wicco Torres, que levou como prêmio uma camisa do CSA.

O vice da categoria foi Marcos Paulo e Artur Henrique terminou na terceira posição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.