2 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Escondendo o que? Os números de mortes ou da irresponsabilidade do governo?

Um governo consciente deveria ter interesse em dar visibilidade aos números, de forma transparente, para alertar a população

Desde, sexta-feira, quando o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou que o governo passaria a retardar a divulgação dos números da Covid-19 no Brasil para não sair nos principais noticiários do país (ele citou nominalmente o Jornal Nacional), eu me pus a pensar, entre a indignação e a incredulidade: O que leva um governante a querer passar panos quentes numa situação de tamanha gravidade como a vivida hoje, no Brasil, diante da pandemia do coronavírus?

A série de trapalhadas que se seguiram, no final de semana, foi inacreditável, colocando o Brasil no topo das críticas e das chacotas mundiais: desativação do site oficial de estatísticas do coronavírus, dados apagados, erros descuidados com os números, jogo de culpas e desculpas esfarrapadas até o lançamento da “plataforma interativa” (sic), uma publicação confusa, com dados incompletos – apenas os números do dia, e que não deixa dúvida quanto à intenção do governo de dificultar o acesso à informação e à compreensão dos dados; de mascarar a realidade.

Painel do Conass, salvando o direito à informação que o governo tenta sonegar

Não; não são panos quentes, apenas! Há uma clara movimentação do governo federal em querer abafar; esconder debaixo do tapete; embaçar uma realidade que deveria ser transparente; atrapalhar a divulgação e negar à população o direito à informação. A troco de que? Qual é a lógica desse comportamento?

Se fosse qualquer cidadão, eu diria que é imaturidade, pirraça, arenga, molecagem. Mas partindo do dirigente maior de uma nação eu digo que é irresponsabilidade pública; desrespeito ao povo, aos princípios constitucionais da transparência e do direito à informação; falta de empatia com a população assustada; com as famílias que choram seus mortos.

É claro que não é agradável a ninguém de bom senso lidar com tanto sofrimento. Mas não cabe à imprensa mascarar a realidade como quer o governo federal. Não dá pra passar a ideia de que está tudo bem, porque não está. A divulgação do número de mortes contados pelo próprio governo, da forma mais ampla e transparente possível, é importantíssimo e o presidente precisa entender isso ao invés de ficar fazendo birrinha com a imprensa e com a realidade dos fatos. Não é só por retratar a grave realidade epidemiológica que vivemos, mas também em respeito às tantas vítimas que se vão a cada dia e aos seus familiares.

Mais do que isso, a divulgação do número de vidas perdidas para o coronavírus é importante para fortalecer o sistema preventivo que o governo parece não entender necessário. É preciso dizer todos os dias à população: esse vírus mata, é altamente contagioso e condena o doente a sofrer sozinho, longe das pessoas mais queridas, no momento de maior fragilidade. Em situação normal, o próprio governo deveria tem interesse em dar visibilidade aos números, de forma transparente, e nos veículos e noticiários de maior alcance, como forma de alerta à população.

Por isso o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), que reúne os secretários de saúde das 27 unidades da Federação, disponibilizou em seu site um painel com dados atualizados diariamente, às 18h, com números oficiais do coronavírus em cada estado, compondo a totalização do país. Essas é a dica pra quem, de fato, quer ficar bem informado.

O Instituto de Métrica e Avaliação em Saúde (IHME), da Universidade de Washington, prevê um aumento dos casos até agosto. A entidade internacional aponta que o Brasil tem tido um dos piores desempenhos contra a pandemia no mundo.

Por que será? Pra mim, querer esconder o número de mortes é, na verdade, uma tentativa de esconder a própria incompetência; abafar os erros de um governo que nega, desde o começo a realidade de um dos mais grave problemas de saúde pública enfrentados pelo Brasil e pelo mundo.

Ah! Quer saber se o novo sistema de divulgação agradou? Dá uma olhada nos comentários ao lado das publicações feitas pelo Ministério da Saúde, por meio do Dropbox, na manhã desta segunda-feira. A gente dá uma mãozinha nos prints abaixo.

 

Print da publicação do Ministério da Saúde, hoje pela manhã, e respectivos comentários

 

One Comment

  • Avatar Ruth

    Desde o início o Governo Federal sempre se posicionou como um governo sem total respeito ao cidadão. Agora neste período de pandemia ele se posicionou criminosamente, qdo que dificulta vários processos de benfeitoria à população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.