5 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Fecomércio-AL vê reabertura em Maceió de forma positiva, mas queria o mesmo em todo estado

Entidade disponibiliza canais de atendimento para esclarecer dúvidas das empresas sobre o Plano de Distanciamento Social Controlado

O retorno gradual das atividades econômicas não essenciais começará na próxima sexta-feira (3), em Maceió. A medida foi anunciada nesta terça (30) pelo Governo do Estado, que divulgou o Plano de Distanciamento Social Controlado no âmbito de Alagoas. De acordo com o documento, os demais municípios continuarão com as atividades não essenciais paralisadas.

Apesar de permitir a reabertura apenas na capital, a iniciativa foi considerada positiva por Gilton Lima, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL).

“A expectativa era de que a reabertura alcançasse todo o Estado, o que não aconteceu. Mesmo assim, a permissão para o retorno das atividades não essenciais em Maceió já é um bom começo e demonstra que estamos no caminho certo no enfrentamento à pandemia. Esperamos, em breve, estender essa permissão às empresas do interior”. Gilton Lima, presidente da Fecomércio AL.

Para ele, falar em reabertura não significa defender somente a economia, mas os interesses da sociedade por meio do desenvolvimento do Estado.

Dados da Receita Federal do Brasil (RFB) indicam que Alagoas possui 166.223 empresas em atividade, das quais 76.407 situam-se em Maceió. Do volume geral do Estado, o Comércio detém 77.146 empresas, seguido por Serviços (66.270), Indústria (13.852), Construção Civil (8.057) e Agropecuária (898).

Considerando apenas a capital, são 35.608 empresas no setor de Serviços, 29.937 no Comércio, 6.776 na Indústria, 3.944 na Construção Civil e 142 na Agropecuária. Os números de Maceió representam um aporte anual de R$ 21 bilhões no Produto Interno Bruto (PIB) do Estado – ou R$ 1,818 bilhão mensais -, demonstrando que a reabertura das atividades não essenciais, ainda que somente na capital, trará novo ânimo à economia.

“Atuamos frente ao governo para que essa retomada se concretizasse. Agora, cabe às empresas cumprirem todas as exigências e orientarem seus consumidores. A responsabilidade é de todos nós”. Gilton Lima.

Para auxiliar as empresas e empreendedores do comércio de bens, serviços e turismo nessa retomada, a Fecomércio disponibiliza atendimento para prestar esclarecimentos e tirar dúvidas sobre o Plano de Distanciamento Social Controlado no âmbito de Alagoas.

Os interessados podem ligar para (82) 9924-9768 ou encaminhar e-mail para [email protected], de segunda a sexta, das 9h às 11h e das 13h às 16h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.