7 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Felipe Neto samba com classe na cara dos radicais

Confesso que não dava valor ao Felipe Neto.

Para mim, era só mais um youtuber bobão, aquela gente com milhões de seguidores e que, diante de tanta influência, não sabe direcioná-la para o bem. Fútil é a palavra que uso para definir essas pessoas.

Enganei-me, felizmente.

Ele tem sido uma das figuras públicas mais corajosas na luta contra o obscurantismo e o autoritarismo, o que já parece ser uma ameaça real.

Seu vídeo anunciando que deixaria de seguir influencers “isentões”, que se preocupam mais em não perder seguidores do que em colaborar a combater o protofascismo foi uma sublime provocação.

Corajoso é o rapaz, que conseguiu reunir inimigos dos dois lados.

Sim! Foi gente de esquerda que resgatou um vídeo antigo dele, acusando Lula de ser corrupto e dizendo que preferiria votar em Bolsonaro.

Esquecem eles que, pouco depois, Felipe Neto declarou voto em Haddad. Arrependeu-se a tempo, ao observar o suicídio coletivo que mais de 57,7 milhões de brasileiros iriam cometer nas urnas.

Uma bobagem dessa gente radical, que acha que, isolada, vai vencer a guerra contra tudo isso que está aí.

As forças “câncervadoras” se uniram e venceram a eleição.

Hoje, querem se dissociar disso que está aí.

É preciso saber separar quem é oportunista e quem se deixou levar pela onda maligna conservadora, pela manipulação midiática e até de operações da Polícia Federal que deixaram de ser realizadas para não prejudicar o “mito”.

Como já ouvi por aí, nem todo mundo que votou em Bolsonaro é imbecil. Mas todo imbecil votou em Bolsonaro.

Aos progressistas não rancorosos: é preciso abraçar os arrependidos de coração ou, se preferirem isolar, afundar abraçados uns aos outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.