12 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade
Economia

Governo Bolsonaro estende auxílio em duas parcelas de R$ 600

Em live ao lado de Guedes, presidente havia anunciado anteriormente que parcelas seriam de R$ 500, R$ 400 e R$ 300

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (30) a prorrogação do auxílio emergencial. Foi encaminhada a concessão de mais duas parcelas de R$ 600.

A decisão vai contra a já anunciada pelo próprio presidente, que ao lado de Paulo Guedes, ministro da Economia, informou em live que a prorrogação do auxílio seria por mais três meses, só que em parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300.

De qualquer forma, a soma dos dois modelos acabaria em R$ 1200. A nova decisão, de manter o valor em R$ 600, foi para facilitar a aprovação da proposta no Congresso.

A lei que instituiu o auxílio concedeu ao Executivo a possibilidade de renovar o benefício se os valores forem mantidos e a proposta inicial era de o auxílio ser concedido durante três meses, por R$ 600.

Essa é a medida anticrise que mais demanda recursos do Tesouro Nacional. Inicialmente, o governo estimou que o programa alcançaria 54 milhões de pessoas ao preço de R$ 98 bilhões aos cofres públicos. Depois, o impacto subiu para mais de R$ 120 bilhões para os três meses originalmente estimados diante da forte demanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.