25 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Hospital de Emergência do Agreste em Arapiraca terá mais 20 leitos para Covid-19

Leitos clínicos serão destinados a pacientes com suspeita da doença e ficarão em área com acesso exclusivo

Leitos são dotados de estrutura necessária para atender pacientes com a Covid-19. Foto: Davi Salsa

Depois da implantação de sete leitos de UTI equipados e destinados a casos suspeitos da Covid-19, o Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca, está ampliando sua estrutura.

Com isso, nos próximos dias, serão abertos mais 20 novos leitos clínicos de enfermaria para acolher pacientes com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

Segundo revela a gerente-geral do HE do Agreste, Bárbara Fernanda Albuquerque, com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o hospital já dispõe de modernos respiradores, entre outros equipamentos, para atender casos suspeitos da Covid-19.

Ela explica que a nova área foi criada com um acesso exclusivo, por trás do prédio do hospital, avaliada e aprovada pelo Serviço de Vigilância Sanitária. A gerente geral lembra que o HE do Agreste está preparado para atender pacientes, obedecendo a um fluxo estabelecido pelo Núcleo de Regulação da Sesau, que faz o acompanhamento dos casos e os encaminha para os hospitais conveniados.

Bárbara Albuquerque também adianta que o novo setor destinado a receber pacientes com suspeita de Covid-19 é isolado das outras salas do hospital. A equipe de atendimento é formada por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem e técnicos de apoio administrativo.

Medidas protetivas

Referência no atendimento a vítimas de traumas, o Hospital de Emergência do Agreste vem redobrando, desde o início da pandemia, os cuidados na assistência aos pacientes e também aos profissionais de saúde.

Por meio do Núcleo de Educação Permanente (NEP), as equipes estão realizando treinamentos diários, com a produção de novos protocolos internos para situações específicas no enfrentamento à Covid-19.

Bárbara Albuquerque acrescenta que o HEA vem adotando todas as medidas preconizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), Anvisa e Ministério da Saúde, com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.