11 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade
Justiça

Investigado no STF, Allan dos Santos, do Terça Livre, foge do Brasil

Segundo ele, existem maletas de escuta telefônica nas embaixadas da Coreia do Norte e da China.

Investigado por disseminação de notícias falsas e discursos de ódio no âmbito do inquérito das fake news, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos anunciou em suas redes sociais, nesta sexta-feira (31), que “fugiu” do país.

Ele acusou, sem provas, a China e a Coreia do Norte de espionarem o governo Bolsonaro. A transmissão foi organizada pela deputada Bia Kicis e teve ajuda de um ex-funcionário da Google, que acusa a empresa de supostamente censurar vozes conservadoras.

“O que acontece? Ele desconfia do presidente Bolsonaro e faz uma varredura para investigar ilegalmente o presidente da República. E quem fez isso eu não sei se o Alexandre de Moraes ou o Barroso”. Allan dos Santos.

Filho do presidente Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro fez questão de cumprimentar Allan dos Santos, blogueiro do Terça Livre

Segundo ele, existem maletas de escuta telefônica nas embaixadas da Coreia do Norte e da China. O blogueiro ainda afirmou, no vídeo, que repassou essas supostas informações pois saiu do país.

“Se eu estivesse, eu estaria com medo de morrer, essa é a verdade. Estamos lidando com criminosos. Eu estou acusando, aqui agora, o Luis Roberto Barroso de prevaricação, ele prevaricou. Ele tem uma informação de que escuta telefônica, vindo de duas embaixadas, isso é contra qualquer Lei de Segurança Nacional, e ele não avisou o presidente da República”. Allan dos Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.