28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Matem os CPFs, mas salvem os CNPJs da elite e a reeleição de Bolsonaro

Assim caminha o Brasil, onde a morte de 10 mil pessoas é apenas um detalhe diante da economia

 

A marcha da elite a favor da morte para salvar os seus próprios CNPJs

Desde o início da pandemia do coronavírus que o Brasil não tem um plano de combate efetivo à doença.

Enquanto o mundo inteiro tratou de se cuidar para salvar vidas, as autoridades aqui ficaram a tergiversar e a ridicularizar o vírus como uma “gripezinha”. A preocupação, desde então, era salvar empresários.

Trataram a economia como algo bem superior as vidas humanas. Assim foi com o presidente da República, que até hoje faz campanha pela reabertura do comércio, bem como empresários que chegaram até a fazer propaganda, valorizando o sanduíche que vende e menosprezando “5 ou 7 mil mortes” de brasileiros na pandemia.

Este pelo menos foi o caso do senhor Júnior Durski, dono do restaurante Madeiro. Na porta de sua loja fez a divulgação de que o importante era vender sanduíches e não as pessoas que o coronavírus iria matar.

Hoje o País caminha para a cifra de 10 mil mortes e irá muito mais além, lamentavelmente. Ainda assim, os homens do governo e empresários aliados fazem a pressão para que o Poder Judiciário salve os CNPJs da nação.

A passeata de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes e um grupo de empresários do Planalto até o Supremo Tribunal Federal (STF), para exercer pressão na corte contra o isolamento social e a favor da abertura do comércio, em nome da economia deles, foi além de patética uma ameaça aos senhores ministros da corte.

E lá disseram com todas as letras que se não houver a valorização da economia haverá mortes de CNPJs.

Ninguém quis se lembrar do colapso da saúde pública, das UTIs cheias de pacientes, de 10 mil CPFs já enterrados.

Não. A lembrança foi só do cifrão na testa.

A mensagem que passaram é que, para eles, a vida humana nada vale diante do Deus capital. No reinado da economia, morram todos, mas deixem bem os empresários, Bolsonaro, Paulo Guedes e tantos outros que como eles pensam e pressionam o STF.

Mas, o pano de fundo dessa história toda é um só. Bolsonaro e sua trupe só pensam na reeleição.

Eles agora querem se livrar do ônus da crise econômica e sanitária que abala o governo(?), para poder ter chances de manter o poder em 2022.

É a necessidade do poder a qualquer preço. –Matem os CPFs, mas nunca os CNPJs.

Principalmente por que os últimos financiam as campanhas. O resto é besteira.

Até mesmo o STF que pode ser fechado por um cabo e um solado num jipe velho.

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.