2 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Metas de Bolsonaro para este ano: privatizar Correios e Caixa

Porta voz diz que governo não abre mão das privatizações e a banco americano vai assessorar processo da Caixa

Se a paz não for atropelada este ano por algum míssil perdido, seja do Oriente Médio ou das Américas, uma das metas principais do governo Bolsonaro para este ano é a privatização de duas instituições brasileiras: Os Correios e a Caixa Econômica Federal.

Nesta terça-feira, 7, o porta voz do Palácio do Planalto, Otávio Rego Barros disse textualmente que o presidente Jair Bolsonaro não irá recuar da privatização dos Correios.

Aliás, deixou claro que ele  irá colocar todo o seu esforço para realizar as privatizações sonhadas pelo Ministro Paulo Guedes, da Economia,  até o final da gestão.

Já no caso da Caixa, o governo está contratando o banco americano Morgan Stanley para dar início ao processo de privatização, a partir de seu braço de seguros, a Caixa Seguridade.

De acordo com as informações planaltinas, os planos para a privatização da Caixa envolvem o pedido da oferta pública inicial de ações junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no início de fevereiro e a precificação da operação em abril.

E assim segue o alvissareiro baile do mercado.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.