13 de dezembro de 2019Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Milhares celebram Dia da Consciência Negra na Serra da Barriga

Governador em exercício, Luciano Barbosa, participou da solenidade e falou sobre a importância da obra

Milhares de pessoas subiram a Serra da Barriga, em União dos Palmares, nesta quarta-feira, para celebrar o 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

Acompanhado pelo presidente da Fundação Cultural Palmares, Vanderlei Lourenço, e pelo prefeito do município, Areski de Freitas, o governador em exercício, Luciano Barbosa, participou da solenidade.

Ele afirmou que o Brasil tem uma dívida imensa com a comunidade negra e que o país, como nação, precisa fazer essa reparação ponto a ponto. E falou se referindo a Palmares como o maior quilombo das Américas, cuja sede ficava na Serra da Barriga:

“Se você parar pra pensar, isso tudo aqui aconteceu antes mesmo da Revolução Francesa, antes da libertação dos Estados Unidos, então aqui ecoou o primeiro grito de liberdade de um povo para dizer não à escravidão, um grito de resistência”. Luciano Barbosa, governador em exercício.

Após décadas de militância do Movimento Negro Brasileiro, a Serra foi tombada em 1996 como Patrimônio Histórico, Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico. Em 2017, recebeu a certificação de Patrimônio Cultural do Mercosul.

Barbosa falou da importância da obra de pavimentação do acesso à Serra da Barriga. A estrada foi inaugurada na quinta-feira da semana passada pelo governador Renan Filho, que não pôde comparecer à solenidade nesta quarta porque participa de uma missão internacional à Europa, promovida pelo Consórcio Nordeste.

Solenidade

O governador em exercício chegou à Serra da Barriga por volta das 11h20. Ele, o prefeito de União e o presidente da Fundação Cultural Palmares depositaram coroas de flores no Memorial a Zumbi. Reconhecido em 1997 como herói nacional, o líder negro, que comandou a resistência no Quilombo dos Palmares, recebe honras militares, saudado com salva de tiros durante a solenidade.

A Serra da Barriga foi sede do Quilombo dos Palmares, o maior das Américas, onde viveram, entre 1597 e 1695, mais de 30 mil negros, grande parte fugida do cativeiro e que se autodeclarava liberta da escravidão, sob o comando de Zumbi, morto em combate na Serra Dois Irmãos, no município de Viçosa, no dia 20 de novembro de 1695.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.