16 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade

Artigo

Carlos Avelino e Eulina: eu sempre quis escrever essa história de amor

Carlos Avelino e Eulina: eu sempre quis escrever essa história de amor

Artigo, Blog, Por Elas
Morreu Carlos Avelino; ‘Seu Carlos’, ‘Carlinho’, o “Carrinho”, como lhe chamava a doce e amada Eulina, companheira de união, que partiu na frente, para arrumar a casa – provavelmente uma casinha branca – para os dois morarem, lá no ceu, onde o tempo não conta; onde os anos não trazem as mazelas que enfraquecem e matam o corpo físico. ‘Carrinho’ foi amor único de Dona Eulina. Viveram juntos durante 77 anos de casamento (acho que um recorde), que ele costumava ampliar com os anos de namoro e noivado pra chegar perto dos 80. Ele era assim, exagerado em tudo.  E só se separaram porque, por aqui, a vida cumpre um ciclo: A gente nasce, cresce, reproduz-se e morre (esse é o ciclo biológico comum), mas nesse meio campo a gente erra, acerta, aprende, escolhe, ama, envelhece, e a eles foi dado o
O presidente que gritou covid

O presidente que gritou covid

Artigo, Política
Era uma vez um presidente. Que gritou covid. Foi ao hospital, tirou chapas, fez o exame e falou aos apoiadores: - Estou de máscara por precaução, pois tenho cansaço, febre e dores. E com isso, como sempre, no jornalismo dominou o lead. Não se enganem, é muito triste disso ter de desconfiar. Quando se trata de um presidente, tudo deveria ser preto no branco. É o lúdico do cargo: nem precisaria de passagem pra dizer que "verdade vos libertará" Infelizmente, temos que ficar com o pé atrás num mundo em que ninguém é franco. Em março, no começo da pandemia, o mesmo presidente teria pego covid. Mais de 20 ao seu redor caíram, mas disse ter ficado de pé, forte e resistente. E não quis divulgar os resultados, enfrentando a mídia com revide. Deu bananas, mas não
Se não foi cúmplice, foi feito de idiota: Bolsonaro não deveria seguir com Decotelli no MEC

Se não foi cúmplice, foi feito de idiota: Bolsonaro não deveria seguir com Decotelli no MEC

Artigo, Política
"E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará". A passagem na Bíblia preferida de Jair Bolsonaro, João 8:32, é sempre citada pelo presidente e seus apoiadores. A dica é: apesar de todas as denúncias de fake news e corrupção, Bolsonaro e seu entorno são honestos no que falam e fazem. A verdade trilha seu caminho de retidão. Logo, partindo dessa premissa simples, o presidente precisa de forma imediata se livrar do nome de Carlos Decotelli para o MEC. Claro, é muito fácil chegar para o presidente e dizer que um de seus ministros (ou indicado para) precisa sair, ainda mais depois da batalha que foi para se manter o antecessor, Abraham Weintraub, que se auto-exilou nos EUA. Há outros nomes que sempre têm suas cabeças pedidas. Ricardo Sales (Exterior) e Ernesto Araújo (Meio-Amb
Além do racismo, fascimo e das fake news, é preciso se preocupar com o obtuso que acha estar correto

Além do racismo, fascimo e das fake news, é preciso se preocupar com o obtuso que acha estar correto

Artigo, Brasil
https://www.youtube.com/watch?v=1zSL8yER_Wk Nesta semana, o chefe do sindicato dos policiais de Nova York fez um discurso passional. Sob as asas de vários colegas, ele gritava aos microfones culpando a mídia por jogar a população contra eles. Disse que seu distintivo ainda brilha e não será manchado. Se absteve de qualquer culpa. No momento, os Estados Unidos passam por uma espécie de revolução nas ruas, semelhante aos protestos pelos Direitos Civis de décadas atrás. O estopim foi mais uma morte de um negro, George Floyd, por causa de um policial branco. E como você pode ver no vídeo, editado com justaposição de flagrantes de violência policial, as imagens mais do que contradizem as palavras gritadas por este policial. Mas mesmo assim, não tenham dúvidas: ele está revoltando nã
Bolsonaro vem aplicando pedaladas dignas de um regime fechado e ditatorial

Bolsonaro vem aplicando pedaladas dignas de um regime fechado e ditatorial

Artigo, Brasil
O presidente Jair Bolsonaro cresceu de popularidade e venceu as eleições de 2018 muito em cima do discurso de de anti-petismo e contra o clamor de uma ditadura da esquerda. Ele acreditava que o PT, que ficou 8 anos no poder com Lula e quase 6 anos com Dilma, estava planejando transformar o Brasil em uma Venezuela. Que a maquiagem de contas públicas, as pedaladas fiscais, eram um indicativo disso. E acaba sendo curioso que após quase 14 anos de governo, os petistas da "extrema esquerda" não conseguiram instalar uma ditadura, mas em menos de dois anos, os bolsonaristas da direita (há quem diga ser extrema) já estão se aproximando disso. E não foi por falta de aviso: Essa observação não é uma defesa do regime venezuelano, dos anos de governos petistas ou de outros exemplos ma
Caso de médica espancada no RJ é triste indicativo dos lados que serão tomados na “ruptura”

Caso de médica espancada no RJ é triste indicativo dos lados que serão tomados na “ruptura”

Artigo, Brasil
Há muito não vem sendo fácil o trabalho de noticiar. Difícil escapar do clichê, mas 2020 está cruel: após a crescente de ódio e intolerância política nos últimos anos, toda a situação não só no Brasil, mas no mundo todo, evoluiu para uma forma difícil de conceber. Ameaça de guerra mundial, incêndios florestas e finalmente uma violenta pandemia e recessão econômica. "Finalmente" nada, pois este momento de inquietude e insegurança propiciou para piorar ainda mais com insegurança democrática, evidências do fascismo e uma escalada da interminável guerra racial. E pegando um pouco de tudo o que passamos, em particular no Brasil, (mais) um caso no Rio de Janeiro foi não só de embrulhar o estômago, mas de causar revolta, indignação, tristeza e medo. Brutalmente espancada Uma m
Total de vítimas da Covid-19 passou de inconveniência para irrelevância no Brasil

Total de vítimas da Covid-19 passou de inconveniência para irrelevância no Brasil

Artigo, Brasil
Em menos de 100 dias desde o primeiro caso oficial, o Brasil já conta mais de 514.849 casos confirmados do novo coronavírus. E o alto número de infectados faz país também ter um elevado número de mortos com Covid-19: já são 29.314 óbitos. O números não são inventados: a fonte é o Ministério da Saúde, mas há muito esta pandemia vem sendo abordada de maneira errada no Brasil. O que já se tornou imperdoável. E o líder do Executivo, Jair Bolsonaro, é o capitão e rosto de tudo o que deu errado este período. Desmerecendo o impacto que o contágio já vinha provocando na Europa; se recusando a trazer brasileiros de volta da China; fazendo campanha para um medicamento que torna até mais letal o tratamento para algo que ele considerou (ou ainda considera) uma histeria ou uma gripezinha que
Fascismo: o espelho-retrovisor, segundo o professor Pife

Fascismo: o espelho-retrovisor, segundo o professor Pife

Artigo
Por Pife*   Ao rever recentemente a história do fascismo (como e por que surgiu), percebi que a história não é apenas um retrovisor, mas um espelho. A seguir, entre parênteses, uma pouca objetiva incidência: (Certamente o leitor desconfie de que eu esteja criando uma tensão semântica entre "retrovisor" e "espelho". Entendo isso e você tem toda a razão. São significados aproximados, realmente, mas não são iguais. Pelo óbvio, o retrovisor, retro: elemento de formação antepositivo, que exprime um recurso circunstancial de segurança e observação, e o espelho, um milenar acessório de auto-observação. Se me permitem a ousadia de conceito, são essencialmente distantes em seus significados). Feito isso, vejo que o espelho é a mais autêntica reprodução da realidade. Ninguém se liv
Custos hospitalares na pandemia: uma breve avaliação

Custos hospitalares na pandemia: uma breve avaliação

Artigo
  Por Antunes, Loureiro, Anhanguera e Dantas* Há bastante tempo, a inflação está controlada no Brasil. Ela apresenta indicadores quase suíços, entretanto, neste instante, esconde uma grave realidade: o aumento vertiginoso dos preços com insumos e serviços utilizados pelos hospitais, sejam eles públicos ou privados. Esta é uma realidade que preocupa, sobremaneira, quem está à frente da gestão hospitalar, especialmente quando se deparara (pasme!) com aumentos dos preços de alguns itens, majorados em mais de 6.000%. Estes produtos são necessários, sobretudo, para manter as pessoas vivas, evoluindo para alta hospitalar, ou cuidar dos ambientes dentro do protocolo sanitário, com novas e importantes exigências, entre outras tantas razões ou motivos. Na outra ponta, a da captação
Vídeo da reunião não mudará opiniões, mesmo com tudo o que fora jogado no ventilador

Vídeo da reunião não mudará opiniões, mesmo com tudo o que fora jogado no ventilador

Artigo, Política
Demorou alguns dias, mas nesta sexta-feira (22) o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, usado como prova após o ex-ministro Sergio Mouro acusar o presidente Jair Bolsonaro de interferir politicamente na Polícia Federal, foi divulgado. E convenhamos: politicamente, nada de novo aconteceu. Mesmo com as linguagens chulas, a desconexão com a realidade e total ignorância para com a pandemia, o vídeo liberado pelo ministro do STF, Celso de Mello, não fará diferença no inquérito E muito menos no entendimento de quem apoia ou critica o presidente. Aos jornalistas, na mesma noite, Bolsonaro reiterou que lá não havia nada contra ele. E como "não tinha referências à PF", afirmou que o vídeo não tinha nada de explosivo. Que não foi nem mesmo um tiro. Fora um traque, segundo ele. Ma