2 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade

Brasil

Coronavírus no Brasil: 114 mortos e 3.904 até este sábado

Coronavírus no Brasil: 114 mortos e 3.904 até este sábado

Brasil
O Brasil registrou neste sábado, em atualização da plataforma do Ministério da Saúde, 3.904 casos confirmados da Covid-19, transmitida pelo novo coronavírus. O número corresponde a 487 novas confirmações em relação à última atualização de ontem dos dados da pandemia no país, 14% de incremento. As mortes pela doença chegam a 114, com aumento de 19 casos em relação ao balanço dessa sexta-feira (27). O índice de letalidade está em 2,8%. O horário de fechamento dos números foi às 15h deste sábado (28). O país tem infectados em todas as regiões e estados. São Paulo é a unidade da Federação mais afetada pela doença, com 1.406 casos confirmados. Em seguida, Rio de Janeiro (558), Ceará (314) e o Distrito Federal (260). Neste sábado, o governo do Distrito Federal, informou, que errou a
Mandetta: ‘os mesmos que fazem carreata vão ficar em casa’

Mandetta: ‘os mesmos que fazem carreata vão ficar em casa’

Brasil
Em discurso contundente pela manutenção das medidas de isolamento para conter o avanço da Covid-19, o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, se posicionou contra carreatas que ocorreram em diversos estados do país pela flexibilização da quarentena e a retomada de atividades econômicas. O ministro afirmou que o novo coronavírus entrou no Brasil através da elite econômica e que é preciso preservar o sistema de saúde brasileiro neste momento para garantir atendimento a todos. "Fazer movimento assimétrico de efeito manada... Daqui a duas semanas, três semanas, os mesmos que falam 'vamos fazer carreata' vão ser os mesmos que vão ficar em casa. Não é hora", declarou Mandetta durante coletiva de imprensa nesta sábado, 28, para atualizar dados sobre a epidemia no país. Nessa sexta-fei
Prefeito do PT morre de coronavírus no Piauí

Prefeito do PT morre de coronavírus no Piauí

Brasil
O Estado do Piauí registrou na sexta-feira, 27, a primeira morte por coronavírus. Trata-se do prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, conhecido como Antônio Felícia (PT). A Secretaria de Estado da Saúde informou neste sábado, 28, que a morte do prefeito foi causada pela covid-19. O laboratório público estadual realizou dois exames para confirmar a presença do vírus. “Na manhã deste sábado, 28 de março, os exames do prefeito testaram positivo para o novo coronavírus”, informou o governo. O prefeito, de 57 anos, chegou a ser atendido no Hospital Dr. José Brito Magalhães, no município de Piracuruca, mas não resistiu. “Ele tinha histórico de diabetes e teve uma evolução rápida da doença”, completa o governo do Estado do Piauí. É a primeira morte por coronavír
Vídeo: apoiadores de Bolsonaro saem em carreata na orla de Maceió

Vídeo: apoiadores de Bolsonaro saem em carreata na orla de Maceió

Brasil
Uma carreata convocada por empresários e políticos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, além de entidades do comércio alagoano, entre elas a Associação Comercial, desfilou pela orla da capital neste sábado, 28. Com discursos inflamados para que os trabalhadores voltem ao trabalho, locutores fizeram a animação do evento seguindo a linha indicada por Bolsonaro de que a pandemia do coronavírus não passa de histeria. Com forte buzinaço, o desfile dos automóveis, SUVs, carros utilitários, de aplicativos e motoqueiros seguiram o percurso, com direito a foguetório, com a convicção de que o melhor neste momento é o País não parar em nome da economia.   A expectativa dos manifestantes é de que já na próxima segunda-feira, 30, o comércio alagoano esteja de portas abertas par
Coronavírus: Brasil tem 92 mortes e 3,4 mil casos confirmados

Coronavírus: Brasil tem 92 mortes e 3,4 mil casos confirmados

Brasil
Em nova atualização do Ministério da Saúde, o número de mortes chegou a 92, contra 77 registradas ontem(26). O resultado significa um aumento de 18% em relação a ontem. Em comparação com o início da semana, quando eram 25 óbitos, o número multiplicou por 3,68 vezes.  A taxa de letalidade chegou ao máximo da semana, ficando em 2,7%. O total de casos confirmados saiu de 2.915 para 3.417 hoje(27). O resultado de hoje marcou um aumento de 80% nos casos em relação ao início da semana, quando foram contabilizadas 1.891 pessoas infectadas. O número de casos novos foi de 502, atingindo o número mais alto da série histórica. Ontem, o acréscimo foi de 482. Nos dias anteriores, o aumento havia sido menor, ficando na casa entre 232 e 345 casos. São Paulo acumula 1.233 casos. O estado,
Bolsonaro não acredita no nº de mortos, mas diz que ‘alguns vão morrer, lamento, é a vida’

Bolsonaro não acredita no nº de mortos, mas diz que ‘alguns vão morrer, lamento, é a vida’

Brasil
O presidente Jair Bolsonaro concedeu uma entrevista exclusiva ao Brasil Urgente, da Band, nesta sexta-feira (27). E novamente, cheio de contradições e factoides, minimizou o coronavírus, pediu o fim da quarentena, o retorno ao trabalho e voltou a criticar o governador de São Paulo, João Doria. Desta vez, ele disse não acreditar no número de mortos no Estado. Ele ainda chamou o governador João Doria, seu desafeto político, de "papagaio de auditório" e que não interessa a opinião dele. “No Rio de Janeiro, até os dados de ontem, 9 óbitos, e 58 em São Paulo. Eu sei que a população tem uma diferença, mas está muito grande para São Paulo. Não pode ser um jogo de números para favorecer interesses políticos. Não estou acreditando nesses números. São Paulo não está no caminho certo, a popul
Covid-19: Bolsonaro e Presidentes do BC, Caixa e BNDES falam à imprensa

Covid-19: Bolsonaro e Presidentes do BC, Caixa e BNDES falam à imprensa

Brasil, Vídeos
https://www.facebook.com/agenciabrasil.ebc/videos/1059701324401154/ Pronunciamento O presidente Jair Bolsonaro fez u  pronunciamento logo depois, no Palácio do Planalto, sobre medidas adotadas pelo governo federal para reduzir os efeitos do novo coronavírus (covid-19) no país. Em seguida, haverá entrevista coletiva com os presidentes do Banco Central, Roberto Campos Neto, da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano. Ontem (26) o plenário da Câmara dos Deputados aprovou auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600, destinado aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise provocada pela pandemia de coronavírus. A matéria segue para análise do Senado e depois va
Câmara aprova auxílio de R$ 600 por mês para trabalhador informal

Câmara aprova auxílio de R$ 600 por mês para trabalhador informal

Brasil
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (26) auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600,00, destinados aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise provocada pela pandemia de coronavírus. A matéria segue para análise do Senado. Pelo texto do relator, deputado Marcelo Aro (PP-MG), o auxílio pode chegar a R$ 1.200 por família. O valor final, superior aos R$ 200 anunciados pelo Executivo no início da crise em virtude da pandemia, foi possível após articulação de parlamentares com membros do governo federal. O projeto prevê ainda que a mãe provedora de família “uniparental” receba duas cotas. Os trabalhadores deverão cumprir alguns critérios, em conjunto, para ter direito ao auxílio: ser maior de 18 anos de idade; n
Covid-19: Mesmo com Itália admitindo erro em priorizar economia, bolsonaristas insistem no mesmo

Covid-19: Mesmo com Itália admitindo erro em priorizar economia, bolsonaristas insistem no mesmo

Brasil
O presidente Jair Bolsonaro, seu gabinete que ignora dados e fatos, empresários preocupados com perdas financeiras e bolsonaristas cegos estão determinados em retirar as pessoas do isolamento contra o novo coronavírus. Após o inacreditável pronunciamento repleto de ironias e sarcasmos infantis, além de puras mentiras e factóides nada científicos, o presidente pregou em rede nacional que os brasileiros devem voltar às ruas. E que a úncia preocupação seria com idosos. Ele, com histórico de atleta, está salvo. Muitos outros invencíveis também, apesar de praticamente metade das UTIs no Brasil estarem ocupadas por pessoas com menos de 50 anos. https://www.facebook.com/flaviobolsonaro/videos/198469951450285/ O pior de tudo é que ele não notou que impacto econômico virá ou não mesmo sem q
Em vídeo de divulgação institucional da Presidência, Bolsonaro pede fim de isolamento

Em vídeo de divulgação institucional da Presidência, Bolsonaro pede fim de isolamento

Brasil, Vídeos
Jair Bolsonaro e sua equipe resolveram não ouvir mesmo os especialistas em saúde e resolveu seguir com sua política de leniência com a propagação do novo coronavírus. Agora em forma de vídeo de divulgação institucional da Presidência. Nele, a volta ao trabalho de regimes de confinamento é estimulada, contrariando orientações globais sobre o tema. A peça foi distribuída, em forma de teste, para as redes bolsonaristas. Nela, categorias como a dos autônomos e mesmo a dos profissionais da saúde são mostradas como desejosas de voltar ao regime normal de trabalho. "O Brasil não pode parar", encerra cada trecho do vídeo, inclusive para os "brasileiros contaminados pelo coronavírus".