31 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade

Brasil

Em nova fase, Lava Jato prende ex-secretário do PT e dono de jornal

Brasil
Acusada pela cúpula do Partido dos Trabalhadores de fazer protecnia, a Polícia Federal (PF) deflagrou nesta sexta-feira, 1º,  a 27ª fase da Operação Lava Jato, chamada de Carbono 14, para investigar a prática dos crimes de extorsão, falsidade ideológica, fraude, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. Velhos personagens da política brasileira voltaram a aparecer nesta etapa da Lava Jato. Os dois mandados de prisão temporária foram expedidos contra o empresário Ronan Maria Pinto, dono do jornal Diário do Grande ABC – onde a PF faz busca e apreensão – e o ex-secretário-geral do PT Silvio Pereira, também envolvido no escândalo do mensalão. O ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares, condenado no mensalão, foi levado coercitivamente para depor. Ao todo, 50 policiais estão nas rua
Chico Buarque vai a manifestação em defesa da democracia no Rio

Chico Buarque vai a manifestação em defesa da democracia no Rio

Brasil
O cantor e compositor Chico Buarque foi um dos artistas que se manifestaram nesta quinta-feira (31) contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, e o classificou como “golpe” de setores da política nacional. Um dos mais notórios defensores do petismo na classe artística, Chico falou em defesa “intransigente da democracia” e lembrou do golpe militar de 52 anos atrás, em 31 de março de 1964 – a partir de quando se instalou a ditadura militar pelos 21 anos subsequentes. “Estou aqui para agradecer a vocês que me animam a acreditar que não, de novo não. Não vai ter golpe”, discursou o artista, em palco montado no Largo da Carioca, no centro do Rio de Janeiro.
Câmara disciplina localização de depósitos de agrotóxicos no País

Câmara disciplina localização de depósitos de agrotóxicos no País

Brasil
A Câmara dos Deputados aprovou em plenário nesta quinta-feira, 31, o projeto de Lei 1805/15, do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), que disciplina a localização dos depósitos de estabelecimentos revendedores e/ou distribuidores de produtos agrotóxicos, permitindo sua instalação em zonas rurais, urbanas mistas, comerciais ou industriais. Favorável ao texto do projeto, o deputado federal Cícero Almeida (PMDB) disse  a matéria ainda  será analisada pelo Senado, no entanto, acredita que não deverá haver problemas quanto a aprovação pelos senadores. Ele destacou como importante a matéria, uma vez que o projeto disciplina  o funcionamento dos grandes depósitos de agrotóxicos no País, não podendo os mesmos se instalarem próximos a áreas residenciais. O deputado observou ainda que o fu
Coesão? Renan diz que rompimento do PMDB não foi um bom movimento

Coesão? Renan diz que rompimento do PMDB não foi um bom movimento

Brasil, Política
A tentativa do PMDB de sair inteiro, no rompimento "por aclamação" com o governo federal, onde ocupa a vice-presidência, tem emitido sinais evidentes de que, na prática, há controvérsias. Não bastasse a resistência dos ministros Kátia Abreu (Agricultura) Eduardo Braga (Minas e Energia), Marcelo Castro (Saúde), Helder Barbalho (Portos), Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Mauro Lopes (Aviação Civil) em deixar o governo, contrariando a moção aprovada na terça-feira (29) que determinava a "imediata saída", o senador Renan Calheiros também tem deixado transparecer que não foi do seu agrado deixar o barco. Em reportagem publicada pela Agência EBC, o presidente do Senado teria dito hoje (31) que o PMDB foi precipitado na decisão de romper com o governo da presidenta D

Dilma insiste: sem crime de responsabilidade, impeachment é golpe

Brasil
A presidente Dilma Rousseff foi enfática nesta quarta-feira, 30, durante lançamento da terceira fase do programa Minha Casa Minha Vida, no Palácio do Planalto, ao classificar como "golpe" a tentativa de destituí-la do cargo de Presidente da República sem que se apresente crime de responsabilidade como prova. "O impeachment está previsto na Constituição, mas é absolutamente má-fé dizer que, por isso, todo impeachment está correto. A Constituição exige que haja crime de responsabilidade. Impeachment sem crime de responsabilidade é golpe. É essa a questão, não adianta fingir que estamos discutindo um impeachment em tese, estamos discutindo um impeachment muito concreto e sem crime de responsabilidade", disse Dilma, acompanhada por gritos de "Não vai ter golpe!" de militantes presentes na c
Lula  diz que está sendo vitima de complô e caçada ‘parajudicial’

Lula diz que está sendo vitima de complô e caçada ‘parajudicial’

Brasil
Um dia após o ex-presidente Lula conceder entrevista a jornalistas estrangeiros, a assessoria do petista divulgou nota à imprensa, em três idiomas (português, inglês e espanhol), para rebater as acusações feitas contra ele. No comunicado, o Instituto Lula diz que o ex-presidente é alvo de uma “caçada parajudicial”, de um “complô de agentes do Estado e meios de comunicação” e da “maior operação de propaganda opressiva que já se fez contra um homem público” no Brasil. O resultado desse processo, segundo o instituto, foi “a incitação ao ódio contra a maior liderança política do país”. O texto é dividido em seis pontos: 1) Lula não é réu, não cometeu nenhum crime nem é investigado pela Justiça; 2) Lula é o alvo de uma caçada parajudicial” 3) Lula não foge da Justiça; Lula r

Eduardo Cunha quer destituir o atual conselho de ética para evitar cassação

Brasil
Mal o PMDB anunciou o rompimento com o governo, o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) tratou de criar um projeto para salvar a própria pele dele no Conselho de Ética da casa, onde é acussado de corrupção. Segundo o líder da Rede Sustentabilidade na Câmara, deputado Alessandro Molon (RJ), denunciou nesta terça-feira (29) que o presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tentará aprovar um projeto de resolução da Mesa Diretora que permite mudar a atual composição do Conselho de Ética. Atualmente, o Conselho de Ética é composto por 21 deputados. No projeto de resolução apresentado para redefinição de todas as comissões da Câmara, Cunha argumenta que, devido à recente troca de partidos por alguns deputados, as bancadas mudaram de tamanho. Desta forma, o PMDB ganharia ma

A ironia do destino: PMDB abandona o barco com grito de “fora PT”

Brasil
Foram necessários apenas três minutos, para o PMDB decidir deixar o governo Dilma Rousseff (PT). O partido que ao longo dos anos serviu a todos os governos no pós ditadura militar, agora quer a carreira solo. O rompimento com o governo Dilma Rousseff se deu  em votação simbólica por aclamação e não por contagem de votos. O senador Romero Jucá (RR), vice-presidente do partido, que comandou o anúncio, pediu aos presentes que se levantassem para aprovar a decisão, e atestou em seguida que a partir deste dia ninguém do partido está autorizado a ocupar qualquer cargo federal em nome do PMDB. Na ocasião, parlamentares entoaram "Brasil, pra frente, Temer presidente" e "Fora, PT". O "a partir de hoje", contudo, também foi simbólico, e os ministros podem entregar os cargos até meados de ab
Mercado já anuncia nome de Henrique Meirelles para a Fazenda

Mercado já anuncia nome de Henrique Meirelles para a Fazenda

Brasil
O ex-ministro da Fazenda do governo de Luis Inácio Lula da Silva, o banqueiro Henrique Meirelles, já está sendo especulado na grande imprensa do sudeste como o futuro ministro do governo de Michel Temer. As informações dão conta de o senador Aécio Neves teria pedido o cargo para o seu protegido, economista Armíno Fraga, dentro de uma perspectiva de governo compartilhado. Fraga foi também presidente do Banco Central no governo de Fernando Henrique Cardoso. Michel Temer, no entanto, descarta essa possibilidade com receio de que a indicação de Fraga se torne um emblema tucano dentro do seu possível governo. Outros atores políticos contrários as articulações do vice-presidente da República preparam a reação para espalhar com o ventilador ligado em todos os gabinetes do PMDB.
Temer prepara a salvação do mandato de Eduardo Cunha

Temer prepara a salvação do mandato de Eduardo Cunha

Brasil
A jornalista Mônica Bergamo, noticiou que agora  começa a ser alinhavado um acordo para livrar Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da cassação, caso o vice Michel Temer assuma o governo. Diz que ele renunciaria à presidência da Câmara dos Deputados sob o argumento de que o novo governo precisaria articular nova maioria no parlamento. Seria suspenso pelo conselho de ética, mas manteria o cargo, garantindo o foro privilegiado Ela ressalta que o acerto só será possível caso o STF (Supremo Tribunal Federal) não atenda ao pedido da Procuradoria Geral da República, que defende que Cunha seja afastado do cargo // // b?1:0};var da=Array.prototype.indexOf?function(a,b,c){return Array.prototype.indexOf.call(a,b,c)}:function(a,b,c){c=null==c?0:0>c?Math.max(0,a.length+c):c;if(p(a))ret