4 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade

Política

Senadores garantem que não aprovarão ‘nova CPMF’

Senadores garantem que não aprovarão ‘nova CPMF’

Política
O governo federal voltou a acenar com a recriação de um imposto para transações, nos moldes da antiga Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). A ideia tem a oposição de senadores de diversos partidos e voltou a despertar reações contrárias nos últimos dias. A Comissão Mista da Reforma Tributária fará audiência com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na próxima quarta-feira (5). Guedes tem defendido que um novo imposto sobre transações financeiras com base de arrecadação diferente da CPMF original (extinta em 2007), mas ainda não adiantou detalhes sobre a proposta que seria enviada pelo governo. O líder da oposição, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirma que uma nova CPMF seria um subterfúgio do governo para aumentar a arrecadação sem tributar bilionár
Paulão libera R$ 5 milhões para a construção do novo Ifal de Viçosa

Paulão libera R$ 5 milhões para a construção do novo Ifal de Viçosa

Política
O município de Viçosa vai ganhar um novo campus do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), graças a uma emenda parlamentar de quase R$ 5 milhões do deputado federal Paulão (PT-AL). Nesta segunda-feira, 3, o deputado esteve na sede do Ifal e assinou a ordem de serviço para o início das obras do Ifal de Viçosa, na zona da mata alagoana. "Para Para mim é uma grande honra participar de um momento como esse  e estar envolvido ativamente nesta obra, pois a educação é o pilar do nosso país e deveria ser prioridade nacional. Meu mandato tem compromisso com a educação em Alagoas e o Ifal sempre contou com o meu apoio. Tudo isso faz do meu trabalho e tenho certeza de que juntos poderemos fazer ainda mais pelo setor e pelos jovens alagoanos que precisam de uma educação de qualidade". Disse Pau
EUA pressionou Brasil a reduzir tarifa do etanol para favorecer reeleição de Trump

EUA pressionou Brasil a reduzir tarifa do etanol para favorecer reeleição de Trump

Política
O governo americano foi acusado de tentar pressionar o Brasil a ajudar as perspectivas de reeleição de Trump, de acordo com uma carta do Comitê de Relações Exteriores da Câmara . Essa carta cita as notícias brasileiras que relatam o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, pressionou os membros do governo do presidente brasileiro Jair Bolsonaro a reduzir as tarifas de etanol para apoiar os esforços de reeleição do presidente Donald Trump. Na carta, o presidente do Comitê de Relações Exteriores, Eliot Engel, exige que Chapman explique um artigo no qual o embaixador teria pedido que as tarifas fossem reduzidas como um "favor" do governo brasileiro à campanha de reeleição de Trump. "Iowa é o maior produtor de etanol dos Estados Unidos e pode ser um ator importante nas eleições de Trum
Flávio Bolsonaro diz que queria Queiroz de novo como seu assessor no Senado

Flávio Bolsonaro diz que queria Queiroz de novo como seu assessor no Senado

Política
O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) afirmou em depoimento ao MPF (Ministério Público Federal) que teria contratado Fabrício Queiroz como seu assessor no Senado se “nada de anormal tivesse acontecido“. O filho mais velho do presidente foi interrogado em 20 de julho e os detalhes do depoimento foram publicados neste sábado, 1º,  pelo jornal O Globo (exclusivo para assinantes). Fabrício Queiroz foi assessor de Flávio no período em que o hoje senador foi deputado estadual no Rio de Janeiro, de 2007 a 2018. Ele foi exonerado do cargo em outubro de 2018. De acordo com o suplente de Flávio no Senado, Paulo Marinho (PSDB), o filho do presidente decidiu por demitir seu antigo braço direito depois de ter sido informado de operação policial que atingiria Queiroz. Ao ser indagado
MPE/AL denuncia tenente-coronel Rocha Lima e mais três pessoas por homicídio duplamente qualificado

MPE/AL denuncia tenente-coronel Rocha Lima e mais três pessoas por homicídio duplamente qualificado

Política
O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL) denunciou, nessa quinta-feira (30), o tenente-coronel da Polícia Militar Antônio Marcos da Rocha Lima, o militar da reserva José Gilberto Cavalcante Góes, o segurança particular Wagner Luiz das Neves Silva e Gilson Cavalcanti de Góes Júnior pelo crime de homicídio duplamente qualificado contra Luciano Albuquerque Cavalcante. A vítima foi assassinada na manhã do dia 25 de outubro do ano passado, no Conjunto Village Campestre II. A ação penal foi proposta pelo promotor de justiça Antônio Luis Vilas Boas Sousa, da 68ª Promotoria de Justiça da capital – que tem atuação perante o Tribunal de Júri. Segundo ele, o inquérito relatado pela Polícia Civil contém provas suficientes da autoria do crime. “A investigação está bem fundamentada, co
Ex-governador Alckmin é processado por corrupção, lavagem de dinheiro e caixa 2

Ex-governador Alckmin é processado por corrupção, lavagem de dinheiro e caixa 2

Brasil, Política
Justiça Eleitoral de São Paulo aceitou, nesta quinta-feira, 30, a denúncia do Ministério Público contra o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) por corrupção passiva, caixa dois e lavagem de dinheiro. Com isso, Alckmin se torna réu no processo ao lado do então tesoureiro da sua campanha em 2014, Marcos Monteiro e o ex-assessor do governo, Sebastião Eduardo Alves de Castro. A denúncia foi aceita pelo juiz Marco Antonio Martin Vargas, titular da 1ª Zona Eleitoral da capital. O Ministério Público acusa o ex-governador de receber mais de R$ 11 milhões da Odebrecht durante as campanhas de 2010 e 2014 para o governo de São Paulo. Alckmin foi citado na delação de executivos do grupo. “Os depoimentos dos colaboradores e das testemunhas, somados aos elementos de corroboração acos
Revoada de deputados do Centrão reduz o bloco de 221 para 136 parlamentares

Revoada de deputados do Centrão reduz o bloco de 221 para 136 parlamentares

Política
Após o  DEM, MDB, PTB e o Pros anunciarem que vão sair de um bloco partidário comandado pelo deputado alagoano Arthur Lira (PP), o centrão sentirá um baque considerável, com a revoada de parlamentares O centrão que tem 221 deputados será reduzido a 136. A revoada se deu pelas peças movidas pelo deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), no jogo da articulação para a eleição da mesa diretora da Câmara, em fevereiro de 2021. Com isso, o líder do PP na Câmara,  Arthur Lira (AL)  decidiu  tirar o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) da liderança da maioria da Casa, apesar de ser um correligionário dele. Mas, Aguinaldo é um deputado próximo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. De acordo com uma fonte do PP, o objetivo de Lira é emplacar um deputado do PL no cargo. Lira conversa sobre isso com
PEC criada por deputado bolsonarista quer Rio de Janeiro de novo como capital do Brasil

PEC criada por deputado bolsonarista quer Rio de Janeiro de novo como capital do Brasil

Política
Daniel Silveira, um dos deputados federais investigados no inquérito das fake news do Supremo Tribunal Federal, apresentou uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) para que a cidade volte a ser capital federal, dividindo esse status com Brasília. Sua intenção é dar fim à decadência econômica e à escalada da criminalidade no Rio de Janeiro. Ele defende que "é inconteste que o Rio de Janeiro é mais Capital que Brasília" por abrigar "as bases de instituições federais e ministérios" e a maior quantidade de servidores federais do país. Ele vai além e cita exemplos de outros países: Bonn, ex-capital da Alemanha, que atualmente é cidade federal, sede de seis ministérios; Rússia, onde São Petersburgo é a segunda capital; África do Sul, que tem três capitais (Pretória, Cidade do Cabo e
Articulação de Maia e partidos abalam planos de Bolsonaro e Arthur Lira

Articulação de Maia e partidos abalam planos de Bolsonaro e Arthur Lira

Blog, Marcelo Firmino, Política
As articulações nos bastidores políticos no Congresso Nacional isolaram o Centrão, bloco parlamentar comandado pelo deputado federal Arthur Lira (PP-AL), e abalaram os planos do presidente Jair Bolsonaro  de construir uma ampla base de apoio. O Centrão se aproximou do governo prometendo facilitar a formação da base apoio ao presidente em troca de cargos e benesses que o poder sempre tem para oferecer. Acontece que com a união do DEM, MDB e PSDB em um grupo político, além 8 outros grupos que se formaram no Legislativo, eles  enfraqueceram as pretensões do Centrão e do próprio presidente Jair Bolsonaro de um blocão a favor do governo. Para agravar a situação esse primeiro grupo se uniu para defender a manutenção da Presidência da Câmara dos Deputados sob o controle do atual pres
Bolsonaro está intocável. E ele sabe disso

Bolsonaro está intocável. E ele sabe disso

Política
Segundo pesquisa do Instituto Paraná, divulgada nesta sexta-feira (24) pela Revista Veja, Jair Bolsonaro ficaria à frente em todos os adversários possíveis do 1º turno e, principalmente, do 2º turno da eleição presidencial de 2022. Não importa se contra Moro, Lula, Haddad, Ciro Gomes, Doria ou mesmo Luciano Huck: em todos os cenários, feito pelo Instituto Paraná Pesquisas, entre os dias 18 e 21 de julho, com 2088 pessoas em todo o Brasil, o atual presidente seria reeleito. Não há margem de erro portanto que possa gerar algum tipo de dúvida: Jair Bolsonaro é um intocável. Nada do que ele fez, fizer ou chegar a fazer pode abalar sua imagem diante de seu eleitorado. E ele sabe disso. Muito há de se conjecturar sobre o cenário político atual. Com a completa desunião ou falt