14 de dezembro de 2019Informação, independência e credibilidade

Política

Bolsonaro fala em vetar pena maior para calúnias e difamação nas redes sociais

Bolsonaro fala em vetar pena maior para calúnias e difamação nas redes sociais

Política
Nesta semana, foi aprovado no Senado e com diversas restrições o pacote anticrime do ministro Sergio Moro. Agora, o presidente Jair Bolsonaro já fala nos pontos em que ele vai vetar e, claro, dedicou espaço em sua live a algo que pode atingir ele e seus seguidores: pena por calúnia nas redes sociais. De acordo com o projeto, calúnia, difamação e injúria divulgadas nas redes sociais teriam uma pena maior que a de hoje. E para alguém que chamou a ambientalista adolescente Greta de 'pirralha', Bolsonaro veste a carapuça e deve incentivar o achincalhamento virtual. Arma essa que não vai retirar de seus apoiadores. Segundo Bolsonaro, os possíveis vetos serão discutidos com o ministro da Justiça, Sergio Moro. "Acho que é bom você ficar ligado, que um dispositivo desse projeto anticr
Rui Palmeira discute parceria com representantes do Exército

Rui Palmeira discute parceria com representantes do Exército

Política
Nesta quinta-feira (12), na sede da Prefeitura de Maceió, o prefeito Rui Palmeira e membros da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) se reuniram com representantes do 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (59º BIMtz). Em pauta, a cessão de terrenos do Exército para instalação de ecoponto no Centro e para estacionamento da Secretaria Municipal de Saúde. Estiveram presentes na reunião o general Rogério Siqueira, comandante do Exército em Alagoas, o tenente-coronel Cláudio Gadelha, o coronel Valter Ribeiro, o coronel João Marques Junior, o capitão Helder Torres de Melo Pedrosa, além de Fabio Palmeira, coordenador de Parques e Intervenções de Maceió, e Liz Araújo, diretora de Planejamento da Sudes. Para o prefeito Rui Palmeira, a parceria vai render bons f
Depois de Bolsonaro, agora é Trump quem critica a adolescente Greta Thunberg

Depois de Bolsonaro, agora é Trump quem critica a adolescente Greta Thunberg

Política
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump resolveu atacar a adolescente Greta Thunberg. A ativista ambiental sueca foi escolhida a pessoa do ano pela revista Time, mas Trump, curiosamente, acredita que ela ainda precisa "trabalhar em seu problema de controle da raiva". A adolescente foi elogiada pela revista americana por ter iniciado o movimento internacional que responsabiliza os governos pelos problemas climáticos que o planeta enfrenta Apesar disso, Trump se referiu à escolha como "ridícula" no Twitter: “Tão ridículo. Greta deve trabalhar em seu problema de gerenciamento de raiva e depois assistir a um bom filme velho com um amigo! Greta Fria, Fria". So ridiculous. Greta must work on her Anger Management problem, then go to a good old fashioned movie with a friend! Chill
Governo suspende nomeação do presidente da Fundação Palmares que falou em “racismo Nutella”

Governo suspende nomeação do presidente da Fundação Palmares que falou em “racismo Nutella”

Política
O governo Federal suspendeu a nomeação do jornalista Sérgio Camargo para o cargo de presidente da Fundação Palmares, conforme consta na edição extra do Diário Oficial da União desta quinta (12). Ainda ontem, na quarta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro havia elogiado seu nomeado, afirmando que a "cultura não é para minorias". Sérgio Camargo já afirmou em suas redes sociais que o Brasil tem “racismo nutella” e que o “racismo real" existe nos Estados Unidos. Estas declarações foram antes da indicação, mas na terça desta semana(10), chegou a defender o fim do Dia da Consciência Negra e disse que a fundação responsável por promover a cultura de matriz africana no país não apoiaria a data comemorativa.​ Ele também escreveu que a escravidão foi terrível, “mas benéfica pa
Por fraudes de R$ 9 milhões no INSS, PF prende servidores suspeitos em AL

Por fraudes de R$ 9 milhões no INSS, PF prende servidores suspeitos em AL

Política
A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta (12), a fase ostensiva da Operação Marechal para desarticular uma quadrilha especializada em fraudes à Previdência Social. Foram expedidos, pela 1ª Vara Federal em Alagoas, 14 mandados de prisão, sendo 12 preventivas e duas temporárias, além de 20 mandados de busca e apreensão, que contaram com parceria da COINP- Setor de Inteligência do INSS. A organização criminosa vinha atuando há vários anos e um dos componentes do grupo já havia sido preso na Operação CID-F, executada pela PF no ano de 2011. Esse suspeito foi condenado à época, mas não chegou a cumprir pena em regime fechado. Além do servidor da APS de Marechal Deodoro, que foi preso preventivamente, a Justiça determinou o afastamento de outros três funcionários da Previd
Podemos expulsa Marco Feliciano por “transgredir conduta ética”

Podemos expulsa Marco Feliciano por “transgredir conduta ética”

Política
O deputado federal Marco Feliciano (SP) foi expulso do Podemos pelo diretório do partido em São Paulo, na noite desta segunda (10). A decisão cabe recurso à Executiva Nacional, que diz que o diretório estadual não tem competência para expulsar um dos homens de confiança do presidente Jair Bolsonaro. O Podemos cita aspectos da conduta "ética e moral" de Feliciano para embasar a decisão de expulsá-lo, dizendo que ele não teve "espírito partidário inerente e necessário". Feliciano foi reembolsado em R$ 157 mil pela Câmara pela correção de um problema na mandíbula e reconstrução do sorriso com coroas e implantes.
Datafolha: Maioria considera justa soltura de Lula

Datafolha: Maioria considera justa soltura de Lula

Política
A maioria da população considerou justa a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no início de novembro, aponta a mais recente pesquisa Datafolha. De acordo com o levantamento, 54% dos entrevistados entendem que a libertação do petista foi justa, ante 42% que a consideram injusta. Disseram não saber 5% dos entrevistados. O Datafolha também questionou os entrevistados sobre se eles confiam nas declarações do ex-presidente. Os que dizem não confiar nunca somam 37%, enquanto outros 25% afirmam que sempre confiam. Afirmam que às vezes têm confiança no que fala o ex-presidente 36%. Também foi perguntado aos entrevistados sobre o grau de confiança em declarações de Jair Bolsonaro. O resultado foi mais desfavorável ao atual presidente: 43% disseram nunca confiar no qu
Arthur Lira diz que governo Bolsonaro tem articulação ‘nula’ no Congresso

Arthur Lira diz que governo Bolsonaro tem articulação ‘nula’ no Congresso

Política
Um dos principais articuladores do centrão e da Câmara, o deputado alagoano Arthur Lira (PP-AL) afirmou em entrevista ao UOL que o governo Jair Bolsonaro (sem partido) tem articulação "nula" dentro do Congresso e terá dificuldades para aprovar novas reformas, em 2020. "Aparentemente, Bolsonaro quer acertar, o problema está na estrutura abaixo dele, que não está engrenada, a articulação, os ministérios. É difícil quando um governo não reúne com os líderes para conversar. Ignorar os partidos é um erro político de articulação." Arthur Lira (PP-AL). O deputado (que segundo a Veja acumulou fortuna com propinas) afirma que nenhum projeto entra na pauta da Câmara sem apoio do centrão, grupo informal composto por DEM, PP, PL, Republicanos, MDB, PSD e Solidariedade e responsável pela condução
Fundo eleitoral bilionário em 2020 vai tirar recursos da Saúde e Educação

Fundo eleitoral bilionário em 2020 vai tirar recursos da Saúde e Educação

Política
A comissão de Orçamento no Congresso aprovou nesta quarta-feira (04) um relatório preliminar que aumenta para R$ 3,8 bilhões o fundo eleitoral em 2020. E para que esta verba seja destinada ao fundo, foi preciso retirar recursos de áreas como saúde e educação. De forma indecente, a Saúde perdeu R$ 500 milhões, enquanto Infraestrutura e Desenvolvimento Regional, R$ 380 milhões. A redução em Educação chegou a R$ 280 milhões. O relator da proposta de Orçamento de 2020, deputado Domingos Neto (PSD-CE), confirmou a redução no Orçamento da ordem de R$ 1,7 bilhão em diferentes áreas para abastecer o novo fundo eleitoral. A proposta ainda precisa ser aprovada em plenário e, depois, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Resta saber se ele vai assinar sem querer, ou não, da mesma fo