3 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade

Política

Prefeitura de Major Izidoro é ajuizada para que aprovados em concurso sejam nomeados

Prefeitura de Major Izidoro é ajuizada para que aprovados em concurso sejam nomeados

Política
O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL) ajuizou, nessa quinta-feira (9), uma ação civil pública contra a Prefeitura de Major Izidoro para que o município seja obrigado a nomear os candidatos aprovados no concurso realizado em 2018. Desde então, dezenas de profissionais estão na condição de contratados, ocupando as vagas daqueles que já deveriam ter sido nomeados pela administração pública. Na ação, a Promotoria de Justiça daquela comarca também requereu que a prefeitura seja impedida de contratar novos prestadores de serviços. Na ação civil pública, proposta pelo promotor de justiça Guilherme Diamantaras, o MPAL explica que o edital nº 001/2018 do município de Major Izidoro abriu concurso público para o provimento de inúmeros cargos dentro da administração, cujo resultado foi h
Por meio da bancada do PT, Paulão apresenta notícia crime contra Bolsonaro no STF

Por meio da bancada do PT, Paulão apresenta notícia crime contra Bolsonaro no STF

Política
Por meio da bancada do PT na Câmara, o deputado federal Paulão apresentou notícia crime no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente da República, Jaír Bolsonaro, sem partido. Na ação entregue ao STF, o deputado destaca que mesmo sabendo que estava infectado com o vírus, Bolsonaro agiu de forma criminosa ao falar com jornalistas, no último dia 7, sem estar usando máscara e sem se importar com a saúde dos demais. "Ele anunciou de forma irresponsável e criminosa  o resultado exame realizado que o atestou com o vírus, colocando em risco de contágio jornalistas e outras pessoas ali presentes", disse Paulão. Destacou que não bastasse isso, o Presidente continuou agindo de forma criminosa e, como se tudo estivesse dentro da normalidade, rompeu o isolamento recomendado pelos
Moro e Mandetta falam sobre Facebook ligar Gabinete do Ódio ao presidente

Moro e Mandetta falam sobre Facebook ligar Gabinete do Ódio ao presidente

Expresso, Política
O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta usou o Twitter, na noite desta quarta-feira (8), para comentar sobre a derrubada de uma rede de fake news e perfis falsos ligados a integrantes do gabinete do presidente de Jair Bolsonaro, a seus filhos, ao PSL e aliados. https://twitter.com/lhmandetta/status/1281030937371910148 Esta mensagem com compartilhada pelo ex-juiz Sergio Moro, ex-ministro da Justiça, que disse também ser atacado pelo mesmo grupo: https://twitter.com/SF_Moro/status/1280966561428357120
O presidente que gritou covid

O presidente que gritou covid

Artigo, Política
Era uma vez um presidente. Que gritou covid. Foi ao hospital, tirou chapas, fez o exame e falou aos apoiadores: - Estou de máscara por precaução, pois tenho cansaço, febre e dores. E com isso, como sempre, no jornalismo dominou o lead. Não se enganem, é muito triste disso ter de desconfiar. Quando se trata de um presidente, tudo deveria ser preto no branco. É o lúdico do cargo: nem precisaria de passagem pra dizer que "verdade vos libertará" Infelizmente, temos que ficar com o pé atrás num mundo em que ninguém é franco. Em março, no começo da pandemia, o mesmo presidente teria pego covid. Mais de 20 ao seu redor caíram, mas disse ter ficado de pé, forte e resistente. E não quis divulgar os resultados, enfrentando a mídia com revide. Deu bananas, mas não
Mais de 10 mil servidores em AL receberam irregularmente auxílio emergencial

Mais de 10 mil servidores em AL receberam irregularmente auxílio emergencial

Política
errata: às 11h, a assessoria do MPC corrigiu os números, reduzindo-os de 16 mil para 10.489. O auxílio emergencial é um benefício financeiro concedido pelo Governo Federal aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus – COVID 19, não fazendo parte desse rol de beneficiários, servidores públicos. Mas em Alagoas, mais de 10.489 servidores públicos municipais receberam indevidamente o auxílio emergencial, de acordo com levantamento parcial realizado pela Controladoria Geral da União em Alagoas (CGU/AL) em parceria com o Ministério Público de Contas de Alagoas (MPC/AL). Os dados correspondem apenas a 37 municíp
Se não foi cúmplice, foi feito de idiota: Bolsonaro não deveria seguir com Decotelli no MEC

Se não foi cúmplice, foi feito de idiota: Bolsonaro não deveria seguir com Decotelli no MEC

Artigo, Política
"E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará". A passagem na Bíblia preferida de Jair Bolsonaro, João 8:32, é sempre citada pelo presidente e seus apoiadores. A dica é: apesar de todas as denúncias de fake news e corrupção, Bolsonaro e seu entorno são honestos no que falam e fazem. A verdade trilha seu caminho de retidão. Logo, partindo dessa premissa simples, o presidente precisa de forma imediata se livrar do nome de Carlos Decotelli para o MEC. Claro, é muito fácil chegar para o presidente e dizer que um de seus ministros (ou indicado para) precisa sair, ainda mais depois da batalha que foi para se manter o antecessor, Abraham Weintraub, que se auto-exilou nos EUA. Há outros nomes que sempre têm suas cabeças pedidas. Ricardo Sales (Exterior) e Ernesto Araújo (Meio-Amb
Judiciário de Alagoas prorroga teletrabalho até dia 26 de julho

Judiciário de Alagoas prorroga teletrabalho até dia 26 de julho

Política
O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) e a Corregedoria Geral de Justiça (CGJ/AL) prorrogaram o teletrabalho no Poder Judiciário alagoano até o dia 26 de julho. A Resolução nº 22/2020, publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta terça-feira (30), estabeleceu quatro etapas para o retorno gradual e sistemático das atividades presenciais. As etapas foram classificadas em vermelha, laranja, amarela e azul. Atualmente, o Judiciário está na etapa vermelha com suspensão das atividades presenciais e funcionamento do Judiciário por meio de plantão extraordinário, definido no Ato Normativo Conjunto n.º 04/2020 e nos outros atos que o sucederam ou prorrogaram os seus prazos. Durante a etapa laranja será possibilitada a utilização da sala passiva para produção de prova oral, com a manut
MPC e MPE identificam falhas em contratações diretas e pedem informações aos secretários de Maceió

MPC e MPE identificam falhas em contratações diretas e pedem informações aos secretários de Maceió

Política
O Grupo de Trabalho Especial, do Ministério Público de Contas de Alagoas (MPC/AL), criado especificamente para fiscalizar e avaliar as contratações diretas realizadas pelo Governo do Estado e pelos municípios de Maceió e Arapiraca, determinou a abertura de um Procedimento Ordinário (PO) com expedição de ofício aos gestores. Foram solicitadas informações acerca de contratações emergenciais realizadas pelo município de Maceió, durante a pandemia, sem a divulgação dos requisitos básicos exigidos pela Lei 13.979/2020. Os gestoress foram oficiados e têm até 72h para sanarem as deficiências no Portal da Transparência apontadas no Despacho n. 01/2020, que foi assinado em conjunto pelo MPC/AL e MPE/AL, bem como, para prestarem as informações necessárias. Nessa atuação, o Grupo de Trab
Congresso quer extensão do auxílio: Maia fala em mais dois meses e Senado sugere até dezembro

Congresso quer extensão do auxílio: Maia fala em mais dois meses e Senado sugere até dezembro

Política
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a prorrogação por mais dois meses do auxílio emergencial no valor de R$ 600 enquanto o governo e o Parlamento discutem a adoção de uma renda mínima permanente. Segundo ele, uma das soluções é a unificação dos atuais programas sociais e de proteção ao emprego. “Temos que começar esse debate rápido, temos muitos trabalhos de professores e acadêmicos, economistas, deputados. Temos recursos em vários ministérios, têm programas de proteção ao emprego que estão mal focalizados, debates sobre a renda. O importante é que se renovem os R$ 600 por dois meses e nesse período se possa construir um texto com foco e gerando uma condição melhor para os que precisam de uma renda”. Rodrigo Maia, presidente da Câmara. Senado A possibilidade
Ex-alunos de administração da Unopar denunciam instituição por descaso

Ex-alunos de administração da Unopar denunciam instituição por descaso

Política
Os ex-alunos da turma 2015.2 de Administração(EAD), da Unopar, pólo de Maceió, decidiram denunciar ao Ministério Público Estadual o péssimo tratamento que recebem  instituição de ensino, que anunciou uma coisa para atrair alunos e no final da história não entregou o que foi prometido. Após um ano da conclusão do curso, os ex-alunos ainda não receberam os seus históricos, documento fundamental para a comprovação da graduação. Alguns perderam promoções em suas atividades profissionais, outros perderam matrículas em cursos de mestrado e continuam sem resposta por parte da Unopar. -Parece que há uma orientação da direção para que os funcionários da Unopar sequer atendam os alunos reclamantes. Isso não acontece só com os formandos de administração, mas dos outros cursos também. A Uno