25 de fevereiro de 2020Informação, independência e credibilidade
Maceió

Nova Maceió: Santa Lúcia receberá obras de infraestrutura

Programa Revitaliza Maceió, lançado em agosto de 2019, tem o objetivo de levar pavimentação, drenagem e esgotamento sanitário a mais de 400 ruas da cidade

Trinta e cinco ruas da Santa Lúcia receberão esgotamento sanitário, drenagem e pavimentação. Foto: Ascom Seminfra

Nesta quarta-feira (12), o prefeito de Maceió Rui Palmeira assina mais uma ordem de serviço para obras do Programa Revitaliza Maceió, financiadas com recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). A solenidade que marcará o início dos trabalhos ocorrerá às 9h, na Rua José Hermes Damasceno, em frente à entrada do aeroclube.

O bairro será beneficiado com pavimentação, drenagem e esgotamento sanitário em mais de 30 ruas. Somente para o Santa Lúcia estão sendo investidos mais de R$ 26 milhões para executar aproximadamente 101 mil metros quadrados de pavimento asfáltico, 5.500 metros de drenagem, quase 31 mil metros de saneamento, 6.185 ligações domiciliares de esgoto e mais de 34 mil metros quadrados de calçadas.

“É mais uma obra do Nova Maceió, que estamos realizando de maneira responsável, contemplando não somente pavimentação, mas incluindo drenagem e esgotamento sanitário, que impacta diretamente na saúde dos maceioenses”. Mac Lira, secretário de Infraestrutura de Maceió.

Segundo o coordenador da Unidade Gestora do Programa Revitaliza Maceió, Vitor Albuquerque, o bairro da Santa Lúcia será outro após a conclusão das obras, que estão previstas para durarem cerca de 12 meses.

“Vamos trabalhar para cumprir esse cronograma e melhorar a qualidade de vida dos moradores da Santa Lúcia e a mobilidade urbana da região”. Vitor Albuquerque, coordenador da Unidade Gestora do Programa Revitaliza Maceió.

Nova Maceió

O Programa Revitaliza Maceió integra o Nova Maceió, lançado em agosto de 2019 com o objetivo de levar pavimentação, drenagem e esgotamento sanitário a mais de 400 ruas da cidade.

Um investimento de mais de R$ 400 milhões destinados a bairros como Tabuleiro do Martins, Santa Lúcia, Cidade Universitária, Clima Bom, Garça Torta, Ipioca e Riacho Doce. Além do CAF, os recursos são oriundos do Banco do Brasil, Codevasf, Governo Federal e do próprio município de Maceió.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.