9 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

O sonho, o simples, e a sensibilidade natalina de uma criança autista

Quando o bem-querer supera qualquer dificuldade

Entender a pureza e a alma de uma criança é missão para pessoas especiais; agora, entender aonde consegue chegar a espiritualidade de uma criança autista é para quem tem na alma a grandeza de seres iluminados.

Diariamente somos bombardeados por mensagens desagradáveis que viralizam nas redes sociais: ataques pessoais ou sociais em forma de fake news ou idiotices, mesmo. Mas, vez por outras, somos presenteados com postagens cativantes, de ternura incomparável que nos tocam a alma e nos desperta o desejo de sermos um pouquinho melhores do que somos.

Dias atrás, uma simples cartinha enviada por uma criança autista ao Papai Noel, compartilhada por sua mãe nas redes sociais, tornou o nosso clima de natal mais emotivo (isso pra quem realmente tem amor e sensibilidade dentro do peito).

Em apenas quatro linhas, escritas com letras firmes, de quem expressa seu maior desejo, o menino Rafael, autista, 8 anos de idade, transformou seu ‘simples’ pedido ao Papai Noel numa inspiração do mais singelo amor – aquele que só os puros conseguem sentir.

Mesmo reconhecendo que fez por merecer, ele não pediu presentes caros, nem um passeio, nem um brinquedo. Só uma coisa que poderá alegrar o seu coraçãozinho, foi resumida nesse bilhete: “Querido Papai Noel. Eu fui um bom menino. Quero que João aprenda a falar”.

Quem é João? Seu amiguinho, de 9 anos de idade, também autista como ele, mas com o agravante de não ter desenvolvido a fala. Juntos, eles dividem a convivência no Projeto de Integração Pró-Autista (PIPA), desenvolvido pelo Hospital Nipo Brasileiro, em São Paulo e foi ali, no dia a dia, que eles aprenderam o valor de uma amizade que não tem barreiras.

Apesar das dificuldades, eles se entendem muito bem. Como disse a mãe de Rafa, na sua sensibilidade de enxergar a grandeza dessa amizade: João fala com os olhos, e Rafa entende com o coração.

Quanta pureza em simples palavras! Como tais atitudes nos fazem repensar o Natal, sua  grandeza – maior que os fartos banquetes – e a simplicidade que tem nos sentimentos mais nobres que um ser humano pode desenvolver: a  amizade e a caridade.

Repetindo a frase usada pelo pessoal do projeto Pipa, ao divulgar a força dessa amizade: “O bem-querer supera qualquer dificuldade”.

Também acho!

#autista, #sensibilidade, #espíritonatalino

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.