28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Mundo

OMS: Com números alarmantes, EUA podem ser o novo epicentro da pandemia

Na Espanha, com menores casos, foram 514 mortes apenas nas últimas 24 horas

Dados recebidos durante a noite pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o avanço da pandemia pelo planeta foram considerados como “alarmantes” pelos técnicos da entidade com sede em Genebra.

A entidade está reunindo as informações consolidadas e deve publica-los pela tarde desta terça-feira, mas adiantou que o mundo irá registrar um “aumento significativo” em comparação ao que existia na segunda-feira.

Oficialmente, a OMS contabiliza 334 mil casos até a noite de ontem, com 14,5 mil mortes, mas é preciso se preparar para um salto importante, com base nos dados recebidos ao longo da noite.

Margaret Harris, porta-voz da OMS, disse que 85% de todos os novos casos estão sendo registrados na Europa e EUA. Mas rapidamente a situação americana está se deteriorando. 40% de todos os novos casos seriam americanos.

Para a OMS, os EUA têm o potencial de se transformar no novo epicentro da pandemia no mundo Até hoje, 35 mil pessoas nos EUA tinham sido contaminadas pelo vírus.

“Estamos vendo uma progressão muito rápida no número de casos nos EUA. Há um enorme surto e que está aumentando”. Margaret Harris, porta-voz da OMS.

Espanha

Somente nas últimas 24 horas, a Espanha registrou 514 novas mortes pelo novo coronavírus. Com isso, os números totais de vítimas fatais já totalizam 2.696, com 39.673 registros oficiais da covid-19 desde o começo da pandemia, iniciada na China. O país tem feito um esforço para realizar tantos testes quanto possa, como forma de controlar o crescimento do surto.

Segundo o ministério espanhol responsável pelos dados de contágio, o número de contágios também subiu exponencialmente, 19,9%: foram 6.584 novos casos oficiais em apenas um dia. Entre os casos oficiais, 5.400 são de agentes sanitários e médicos.

A região de Madri é a mais afetada até aqui, seguida pela Catalunha. Para efeito de comparação, a Itália, que se tornou o novo epicentro da crise da pandemia, registrou ontem 627 mortes devido ao coronavírus em 24h.

O chefe da Defesa Civil italiana afirmou que os números podem estar defasados e é possível que os casos oficiais sejam 10 vezes maiores do que os oficias.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.