28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió convoca população para regularizar pendências nos cemitérios públicos

Medida serve também para identificar os mausoléus de pessoas que não possuem mais parentes vivos, viabilizando a liberação dos espaços

A Prefeitura de Maceió, por meio da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), convoca cidadãos que tenham parentes sepultados nos cemitérios públicos de Maceió, com pendências superiores a cinco anos, para a regularização referente ao custeio de manutenção do espaço.

A convocação foi feita através de portaria publicada na edição desta quinta-feira (21) do Diário Oficial do Município (DOM).

Titular da Sudes, Gustavo Acioli Torres explica que a medida serve também para identificar os mausoléus de pessoas que não possuem mais parentes vivos, viabilizando a liberação dos espaços.

“Estamos diante de uma pandemia que, consequentemente, resultou no aumento de sepultamentos. Com isso, nós conseguiremos identificar os mausoléus de pessoas que não possuem mais parentes vivos, realizando a remoção dos restos mortais para ossuários, abrindo mais espaços nos cemitérios públicos”. Gustavo Acioli Torres, titular da Sudes.

Ainda de acordo com a Portaria nº. 002, de 18 de Maio de 2020, o cidadão tem o prazo de 15 (quinze) dias para que seja realizada a regularização. Caso a situação não seja regularizada, os restos mortais serão transferidos para ossuários, em razão da necessidade de espaços disponíveis para os sepultamentos neste período pandêmico.

Como fazer

Para regularizar a situação, os munícipes devem enviar e-mail para [email protected] informando nome completo e CPF do responsável, e ano da dívida a ser regularizada.

Ampliação

Circulou nas redes sociais um vídeo feito no Cemitério São José, localizado no Trapiche da Barra, parte baixa de Maceió, em que valas estão sendo abertas até mesmo no calçamento.

Os novos espaços foram necessários por causa do aumento do número de mortes causadas pela pandemia do novo coronavírus. O paralelepípedo precisou ser removido para as novas covas. Algumas delas, inclusive, já foram ocupadas.

Antes da pandemia, eram registrados de 06 a 08 sepultamentos por dia nos cemitérios públicos. No entanto, na última semana, o número passou para uma média diária de 20 a 30 sepultamentos.

One Comment

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.