11 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Prefeitura entrega cestas básicas e kits de higiene para associação

Associação atende 58 famílias de Maceió e 146 em todo o estado

A prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou na tarde desta quarta-feira (30) a entrega de 146 cestas básicas e kits de higiene para a Associação Família de Anjos do Estado de Alagoas (Afaeal). Voltada a mães de bebês e crianças com microcefalia, a associação atende 58 famílias de Maceió e 146 em todo o estado.

As cestas básicas foram adquiridas por meio dos recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), e os kits de higiene e limpeza foram doados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). O titular da Semas, Henrique Alves Pinto, visitou as instalações da associação e destacou a importância do trabalho desenvolvido.

“Gostaria de parabenizar toda a equipe da associação pelo trabalho árduo que desempenham, principalmente durante esse período de pandemia, pois mesmo diante de tantas dificuldades conseguiram dar continuidade às atividades da associação, dando suporte e lutando por maior assistência e acompanhamento às famílias dessas crianças”. Henrique Alves Pinto, titular da Semas.

A presidente da Afaeal, Alessandra Hora, explicou que a associação é exclusivamente voltada para todas as crianças de Alagoas que foram acometidas pela microcefalia em 2015, quando houve o surto de zicavírus em diversas regiões do nordeste.

“Meu neto é portador da microcefalia, e foi quem me deu forças para tomar a iniciativa e me unir com outras mães alagoanas de bebês que nasceram com essa doença para fundar a associação, que hoje é a nossa ferramenta fundamental para nos ajudar a lutar de forma mais organizada pelos direitos que essas crianças e suas famílias possuem”. Alessandra Hora, presidente da Afaeal.

Ainda segundo Alessandra, os kits de higiene e as cestas básicas chegaram em um momento crucial, pois todas as famílias atendidas pela associação foram afetadas pela pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.