28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Prevenção às drogas, agricultura familiar e cheias têm 100% de cortes

O “ingovernável” governo de ação e olhar social absolutamente tortos

Cheias e inundações tiveram recursos reduzidos a zero pelo governo federal

Muito pior do que a paralisia e a incapacidade de conduzir os destinos da nação é o desconhecimento que Jair Bolsonaro tem de tudo ao seu redor.

Planos e metas nem se fala por que nunca existiram.

Mas além de não ter ações para dar respostas concretas às demandas naturais da sociedade, principalmente a que mais precisa, o presidente da República ainda tira o que existia no atendimento a setores cruciais da vida republicana.

Por exemplo: Na semana que passou, o governo de Bolsonaro cortou 100% dos recursos de 140 projetos espalhados por 11 ministérios que atendiam demandas sociais.

Talvez o Jair seja o último a saber, pois os cortes foram determinados pelo ministro Paulo Guedes, da Economia. Ele, endeusado pelos bolsonaristas e, claro, pelos banqueiros a quem serve melhor.

Ah, os cortes foram exatamente nas áreas de prevenção ao uso de drogas, assistência à agricultura familiar e contenção de cheias e inundações.

Para esses setores, Guedes determinou: zero recursos.

O argumento é tentar garantir o cumprimento da meta fiscal deste ano, de deficit primário de até R$ 139 bilhões.

Quer dizer, tem-se um governo – já dito ingovernável- que só trabalha pela meta fiscal do mercado, mas de ação e  olhar social absolutamente tortos.

Que Deus nos livre das tragédias.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.