4 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Renan Filho determina apuração ‘rigorosa’ em caso de transfobia no Pátio Shopping

Retirada a força por seguranças do shopping, mulher trans foi impedida de usar o banheiro feminino

Em suas redes sociais, o governador de Alagoas, Renan Filho, se manifestou sobre o caso de transfobia que ocorreu neste final de semana, no Pátio Shopping Maceió.

Na sexta (3), a trans Lanna Hellen foi impedida de usar o banheiro feminino. Houve confusão depois dela ser retirada e vídeos mostraram até mesmo agressões dos seguranças do estabelecimento. O caso repercutiu nacionalmente.

Já no dia seguinte, Renan Filho disse que o ocorrido não pode ser tolerado e já determinou uma apuração rigorosa do fato.

A transfobia é algo que não pode ser tolerado e o acontecido hoje num dos shoppings de Maceió fere os direitos humanos mais elementares. Determinei apuração rigorosa do fato e apresento minha solidariedade a Lanna Hellen, e a todos que como eu, se sentiram agredidos. Renan Filho, governador de Alagoas.

As imagens que ele usou em sua postagem são de uma manifestação em apoio à Lanna Hellen, também no dia seguinte, na praça de alimentação do Pátio Shopping.

Transfobia

Lanna Hellen foi impedida de usar o banheiro feminino, no Pátio Shopping Maceió, tendo sido retirada depois que uma cliente que se sentiu “desconfortável” e acionou a segurança.

Depois de expulsa pelos seguranças do shopping, uma confusão se iniciou na praça de alimentação. Pedindo ajuda da polícia, ela subiu na mesa exigindo seus direitos, mas foi contida a força e retirada do local.

A repercussão, ao menos nas redes sociais, foi grande. A hashtag #ShoppingPatioTransfobico virou tendência no Twitter e usuários passaram a discutir o ocorrido de forma fervorosa. Claro, as discussões se tornaram parciais, refletindo o atual ambiente nacional de pensamentos extremos.

Independente dos comentários tóxicos de internautas, a lei é clara: o transgênero não pode ser proibido de usar banheiro do gênero com o qual se identifica e em diversos casos que foram levados até a justiça, estabelecimentos que impediram pessoas trans de usar o banheiro foram processados e perderam.

Lanna Hellen foi retirada a força por segurança do Maceió Pátio Shopping, depois de ser impedida de usar o banheiro feminino

Nota do Shopping Pátio

Neste sábado, a assessoria de imprensa do Pátio emitiu uma nota sobre o caso. Confira a íntegra:

O Shopping Pátio Maceió esclarece que ontem (03), a equipe de segurança foi acionada em socorro a uma ex-funcionária transexual de uma das lojas, que subiu em uma mesa da Praça de Alimentação.

A ação foi necessária para garantir a segurança da própria pessoa e dos demais clientes. Informamos também que em nenhum momento a cliente, até este fato, foi impedida de utilizar as instalações do Shopping. Esclarecemos que não houve registro de nenhuma pessoa impedida de usar o banheiro.

O Shopping Pátio Maceió segue apurando os fatos e se mantém firme no compromisso de atender com respeito e segurança a todos os seus clientes.

O Shopping informa, ainda, que recebe e acolhe com respeito e empatia a todos os públicos independente de orientação sexual ou identidade de gênero, e reitera que respeita os direitos assegurados no Brasil a toda comunidade LGBTI+ e repudia qualquer restrição do direito de ir e vir.

2 Comments

  • Avatar Lenilda Luna

    A nota do Shopping é simplesmente ridícula. A equipe foi acionada para dar socorro? O shopping nega que tenha acontecido o impedimento de usar o banheiro, que foi amplamente registrado? Por favor, fica mais sensato reconhecer, se desculpar e garantir que as providências serão tomadas: um treinamento da equipe de segurança, uma campanha positiva de respeito à diversidade, um convite para a comunidade trans fazer um debate na praça da alimentação. Fica a dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.