18 de janeiro de 2020Informação, independência e credibilidade
Maceió

Santa Casa fará monitoramento a dor aguda no pós-operatório

Acompanhamento dos pacientes é iniciado com entrevista, exames e avaliação clínica no pré-operatório

Com a evolução da anestesia, o ato anestésico vem se tornando cada vez mais seguro ao longo dos anos. E na Santa Casa de Misericórdia de Maceió tudo começa com a consulta pré-operatória.

A escolha da técnica é individualizada, baseada no potencial de dor do procedimento cirúrgico, estado físico do paciente, suas comorbidades, e dando preferência a uma analgesia multimodal através da combinação de fármacos de diferentes classes visando a obtenção de um efeito analgésico otimizado e com mínimos efeitos colaterais.

“Fazemos uma entrevista com o paciente, que depois é examinado e avaliado clinicamente. Quando necessário, são solicitados exames complementares para definirmos o tipo de anestesia, se vamos precisar de uma monitorização mais invasiva ou não. A técnica anestésica em alguns casos pode ser definida no momento da cirurgia. Depende do caso. A consulta pré-anestésica fornece informações importantes à equipe do centro cirúrgico, aumentando as chances de que se obtenha um desfecho favorável e reduzindo ainda mais os riscos de complicações”. Dra. Hélvia Madeiro, anestesiologista.

Anestesiologista Hélvia Madeiro

Com a finalidade de otimizar a analgesia, reduzir a incidência de possíveis complicações associadas a dor aguda mal manejada e oferecer melhor conforto aos pacientes internados na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, unidades Farol e Centro, a Clínica de Anestesiologia de Maceió (CAM) iniciará o serviço de dor aguda atuando nos procedimentos cirúrgicos de médio e grande porte com potencial álgico importante.

O novo serviço também atuará mediante interconsulta aos pacientes internados com difícil manejo álgico através da realização de visitas hospitalares para otimização de analgesia e em casos selecionados, através da implantação de analgesia controlada pelo paciente por via venosa ou epidural (PCA).

Os primeiros passos para a implantação do serviço começaram a ser dados há seis meses. A equipe de anestesiologistas da Santa Casa de Maceió realiza consultas pós-operatórias com a visita diária aos pacientes internados, quando são avaliados a noite do paciente, se houve dor e a ocorrência de outros sintomas associados como náuseas e vômitos.

Benefícios

Dentre os benefícios do novo processo de atendimento estão uma maior satisfação dos pacientes, redução do tempo de internação hospitalar com alta hospitalar precoce, recuperação otimizada associada a uma menor incidência de íleo paralítico, atelectasias, infecções hospitalares e eventos tromboembólicos.

Segundo as especialistas, um serviço de dor dentro do ambiente hospitalar envolve tanto o tratamento aos pacientes portadores de dor crônica a nível ambulatorial, (dor oncológica, neuropática, osteo-musculares), assim como os pacientes portadores de dores agudas em pós-operatório imediato, dores crônicas agudizadas e pacientes vítimas de politrauma.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.