21 de fevereiro de 2020Informação, independência e credibilidade
Maceió

Selecionados em edital do Carnaval 2020 são certificados por Rui Palmeira

Mais uma vez será descentralizado para contemplar mais maceioenses, o Carnaval de Rua será realizado em oito pontos da cidade

Fotos: Marco Antônio/Secom Maceió

Blocos, coletivos culturais, escola de samba e polos carnavalescos selecionados pela Chamada Pública da Prefeitura de Maceió, por meio da  Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), receberam do prefeito Rui Palmeira a certificação para o Carnaval 2020, na manhã desta quinta-feira (13).

O prefeito Rui Palmeira destacou o caráter democrático da festa.

Vamos mais uma vez repetir a fórmula de sucesso de espalhar o Carnaval em polos pela cidade, além de apoiar diversos blocos nas prévias também. Para quem tiver disposição para pular a Festa de Momo, não vai faltar opção. É uma festa democrática. Todos que receberam o apoio foi por meio de edital, o que acaba com aquela história de indicação”. Rui Palmeira, prefeito de Maceió.

Ao todo, foram certificados 55 blocos carnavalescos, dois coletivos culturais, uma escola de samba e oito instituições que serão responsáveis  pelos polos carnavalescos. Os grupos aprovados no edital vão receber uma ajuda de custo para a realização de desfiles no período das prévias e do Carnaval 2020.

“Para participar, o bloco precisa estar legalizado, com os tributos em dia, participar de alguma associação constituída, além de ter apresentado um projeto técnico competente, que foi analisado por uma banca de especialistas”. Rui Palmeira.

O presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac), Vinícius Palmeira, destaca o sucesso de mais uma edital de seleção.

“Esse é o último Carnaval da gestão Rui Palmeira. Mantivemos a política dos editais, disputados dessa vez com muita concorrência. Foram 128 blocos para uma triagem de um pouco mais de 50. A gente acredita que deixamos isso como legado para a cidade, um comportamento de concurso público na cultura, seja o São João, Natal, Réveillon. Estamos satisfeitos com o reconhecimento deste trabalho.  Oito polos serão distribuídos pela cidade, isso para que os maceioenses e turistas possam usufruir do Carnaval, a maior festa do país”. Vinícius Palmeira, presidente da Fmac.

O Bloco Maluco Beleza, do Hospital Portugal Ramalho, que  tem 29 anos de história, foi um dos selecionados para receber o apoio financeiro do Município, sendo o segundo ano que isso acontece.

O professor Henrique de Oliveira, reitor da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), instituição responsável por gerir o hospital, explicou a finalidade do bloco, que, segundo ele, é acompanhado por cerca de 2 mil pessoas.

“A proposta do bloco é a inclusão dos pacientes que têm transtorno psicológico atendidos pelo nosso hospital, bem como dar maior visibilidade para essa causa na sociedade alagoana, combatendo o estigma do paciente psiquiátrico como uma pessoa que deve ser excluída da comunidade”. Henrique de Oliveira, gestor da Uncisal.

Há também os que decidiram criar um bloco para representar uma categoria. É o caso da guarda municipal Ana Maria de Melo.

“Nós fazíamos um baile fechado, aí decidimos estender para toda a sociedade. Quando surgiu o edital, foi a oportunidade de participar como bloco pela primeira vez. Estamos aí para abrilhantar o carnaval de Maceió”. Ana Maria,organizadora do Bloco “Quem Vai é o Guarda.

Os investimentos nos polos devem ser destinados para pagamento de cachês e custos de produção, além disso, a Fmac também vai ceder a estrutura necessária para os shows. É a terceira vez que o Polo de Carnaval de Fernão Velho é contemplado com o edital.

“É uma satisfação muito grande participar dessa festa nesse modelo criado pelo prefeito Rui Palmeira e pelo Vinícius Palmeira, colocando polos em regiões estratégicas. A festa do nosso bairro é muito tranquila, o que acaba atraindo pessoas de outras áreas da cidade e até de cidades próximas. Este ano, vamos ter bloco pela manhã, à tarde e à noite tem o nosso grandioso polo na Praça São José”. Ewerton Matos, presidente da Associação de Moradores de Fernão Velho.

O Carnaval de Maceió, que mais uma vez será descentralizado para contemplar mais maceioenses, será realizado em oito pontos da cidade: Pontal da Barra, Praça Moleque Namorador, Fernão Velho, Benedito Bentes, Jacintinho, Orla de Pajuçara, Ipioca e Jaraguá.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.