4 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade
Policia

Suspeito assume assassinato do filho de secretário de Educação de Arapiraca

Jackson de Souza Lima foi preso após confessar para polícia o homicídio de Hudson Marques Melanias

O delegado Everton Gonçalves afirma que a Delegacia de Homicídios (DH) de Arapiraca esclareceu o homicídio de Hudson Marques Melanias, de 25 anos e filho do secretário de Educação de Arapiraca. Com isso, Jackson de Souza Lima, de 25 anos, está preso, após assumir o assassinato.

Jackson foi detido pela Polícia Civil na sexta (3), em Arapiraca, e confessou o crime. Também, no interrogatório, falou da participação de outro homem.

A prisão de Jackson foi efetuada após um mandado de prisão solicitado pela Delegacia de Homicídios, e expedido pelo Juiz Thiago Lopes Morais, da Vara de Único Ofício de São Sebastião.

O delegado Everton Gonçalves não informou maiores detalhes sobre o caso, para não atrapalhar as investigações. A polícia busca prender o segundo suspeito envolvido e identificar o possível envolvimento de outros.

O motivo da morte foi um desentendimento entre eles, quando estavam bêbados, na manhã de 29 de dezembro de 2019. O corpo foi encontrado no mesmo dia, no povoado Sapé, zona rural de São Sebastião, com um corte profundo no pescoço.

Jakson, em detalhe na foto, assumiu o assassinato de Hudson

O crime

Jackson contou em depoimento que após a discussão, ele e o segundo suspeito fingiram que a desavença estava resolvida e viajaram para a praia. Então, ao chegar em São Sebastião, levaram Hudson para dentro de um canavial e o assassinaram.

A última vez que Hudson entrou em contato com a família foi na manhã de sua morte, o dia 29, um domingo. Como era normal ele passar dias ausentes, apenas após a virada do ano, no dia 2, familiares usaram as redes sociais para procurá-lo.

Seu corpo estava sem identificação no IML desde domingo, quando fora localizado por populares em uma roça. Hudson estava com as mesmas roupas que usava em seus últimos vídeos, sempre acompanhando deste mesmo grupo de pessoas.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.