28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: 600

Caixa prossegue com pagamentos da segunda parcela de auxílio emergencial

Caixa prossegue com pagamentos da segunda parcela de auxílio emergencial

Economia
A Caixa Econômica Federal continua hoje (26) pagando a  segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras) para trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados. No caso do Bolsa Família, o calendário está dividido conforme as datas habituais de pagamento para quem integra o programa. Para as demais pessoas, o pagamento será de acordo com o mês de nascimento. Hoje (26), será feito o pagamento para os beneficiários do Programa Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) final 7. O crédito segue sendo feito para um NIS por dia até o número zero, a ser pago no dia 29 deste mês. Os beneficiários podem sacar o benefício pelo cartão do Bolsa Família. Contas digitais Hoje também será a vez de os nascidos em n
Caixa segue com pagamento de segunda parcela do auxílio emergencial

Caixa segue com pagamento de segunda parcela do auxílio emergencial

Economia
A Caixa Econômica Federal continua hoje (25) a pagar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras) para trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados. No caso do Bolsa Família, o calendário está dividido conforme as datas habituais de pagamento para quem integra o programa. Para as demais pessoas, o pagamento será de acordo com o mês de nascimento. Hoje (25), será feito o pagamento para os beneficiários do Programa Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) final 6. O crédito segue nessa ordem, de um NIS por dia, menos no fim de semana, até o número zero, a ser pago no dia 29 deste mês. Os beneficiários podem sacar o benefício pelo cartão do Bolsa Família. Segunda Parcela Hoje (25) também se
Líderes iniciam discussão no Congresso sobre prorrogação do auxílio emergencial

Líderes iniciam discussão no Congresso sobre prorrogação do auxílio emergencial

Expresso
Líderes partidários se reuniram com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta sexta-feira (22), para debater a pauta da próxima semana. A possibilidade de prorrogação do auxílio emergencial começou a ser discutida e os líderes avaliam que um projeto sobre o tema possa ser construído nas próximas semanas. Em entrevista coletiva, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que tem a impressão de que o auxílio emergencial aos trabalhadores informais e mais vulneráveis poderá ser prorrogado em razão da pandemia da Covid-19, mas destacou que é necessário avaliar a origem dos recursos para o seu pagamento. Agência Câmara de Notícias
Governo paga nesta sexta novo lote da 1ª parcela de R$ 600 para nascidos em abril

Governo paga nesta sexta novo lote da 1ª parcela de R$ 600 para nascidos em abril

Economia
Começa nesta sexta-feira (22) o pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 (ou R$ 1.200 para mulher chefe de família) para quem nasceu em abril e teve o cadastro aprovado pela Dataprev na semana passada. Segundo a Caixa, até 29 de maio, 8,3 milhões de pessoas vão receber a primeira parcela. O valor total do lote supera R$ 5,3 bilhões.O pagamento para esse grupo será feito em etapas, por mês de nascimento, e estará imediatamente disponível para saque. Hoje (22), o dinheiro deve ser depositado para os nascidos em abril. Quem nasceu entre janeiro e março já teve o auxílio liberado e segue podendo movimentar a conta ou sacar o dinheiro. Auxílio emergencial: Pagamento da 1ª parcela para novos aprovados OBS: datas válidas somente para quem teve o cadastro apro
Quem não recebeu em abril, recebe nessa semana a 1ª parcela dos R$ 600

Quem não recebeu em abril, recebe nessa semana a 1ª parcela dos R$ 600

Economia
Começa nesta terça-feira (19) o pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para quem teve o cadastro aprovado pela Dataprev na semana passada. Segundo a Caixa, 8,3 milhões de pessoas vão receber a primeira parcela até 29 de maio. O valor total do lote supera R$ 5,3 bilhões. O pagamento para esse grupo será feito em etapas, por mês de nascimento, e estará imediatamente disponível para saque. Hoje (19), o dinheiro deve ser depositado para os nascidos em janeiro. Confira a seguir o calendário completo. Auxílio emergencial: Pagamento da 1ª parcela para novos aprovados Datas válidas somente para quem teve o cadastro aprovado mas não recebeu a primeira parcela até 30/4 19/5: nascidos em janeiro 20/5: nascidos em fevereiro 21/5: nascidos em março
Governo publica calendário de pagamento da 2ª parcela

Governo publica calendário de pagamento da 2ª parcela

Economia
O governo publicou hoje o calendário do pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600, mais de duas semanas após a data prometida para o início do pagamento. Serão dois calendários, ambos levando em conta a data de nascimento do trabalhador. Terão direito à segunda parcela aqueles que receberam a primeira até 30 de abril. Milhões de trabalhadores fizeram o pedido, ainda aguardam a resposta e, portanto, não receberam nem a primeira parcela. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também sancionou com vetos a lei que amplia as pessoas aptas a receberem a quantia durante o período da pandemia do coronavírus. Confira o calendário: Nessas datas, os recursos estarão na conta, mas não poderão ser sacados em dinheiro: 20 de maio: nascidos em janeiro e fevereiro
Segunda parcela do auxílio começa a ser paga na segunda-feira

Segunda parcela do auxílio começa a ser paga na segunda-feira

Economia
O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou que o banco começará a pagar na segunda-feira (18) a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. Além disso, ele afirmou que serão abertas 50 milhões de contas digitais para facilitar as transações. O anúncio foi feito durante a tradicional live realizada por Jair Bolsonaro às quintas-feiras, no Facebook. Pedro Guimarães estava ao lado do presidente da República na transmissão. "Nós vamos abrir para todas as pessoas 50 milhões de contas digitais. Todas as pessoas do auxílio receberão uma conta digital de graça, e é muito importante, presidente, porque você consegue fazer essa movimentação pelo celular. Nós tínhamos 20 milhões de contas, e teremos 50 milhões de contas digitais já para essa segunda parcela". Ped
Mais de 73 mil militares precisam devolver R$ 600 após fraudarem o auxílio emergencial

Mais de 73 mil militares precisam devolver R$ 600 após fraudarem o auxílio emergencial

Justiça
O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas de União (TCU), determinou, no final desta quarta (13), que os militares acusados de receber irregularmente o auxílio emergencial de R$ 600 devolvam os valores aos cofres públicos. Novos pagamentos ao grupo também devem ser suspensos imediatamente. As irregularidades foram detectadas após o ministérios da Defesa e da Cidadania realizarem um cruzamento de dados e identificarem que 73,2 mil militares ativos, inativos, temporários, pensionistas e anistiados receberam a ajuda do governo. O ressarcimento precisa ser feito de forma urgente. A decisão foi motivada por um pedido de providências feito por uma secretaria interna do TCU. “Ademais, em que pese o ânimo do Ministério da Defesa em apurar individualmente cada caso e a declarada intenç
MInistério da Economia: Auxílio emergencial não pode ser permanente

MInistério da Economia: Auxílio emergencial não pode ser permanente

Economia
O Ministério da Economia disse hoje (12) que o auxílio emergencial não pode ser permanente para não comprometer a política fiscal. Segundo a nota, "as despesas criadas neste momento de excepcionalidade não devem ser transformadas em permanentes para não comprometer a recuperação das contas públicas a partir de 2021 e nem a trajetória sustentável da dívida pública". “Sobre as notícias de que o programa de auxílio emergencial pode ser permanente, o Ministério da Economia esclarece que tem tomado medidas de caráter temporário para combater os efeitos da pandemia. O compromisso com o teto de gastos dá credibilidade e promove investimentos que criam empregos e faz com que o governo onere cada vez menos a sociedade”. Nota do Ministério da Economia. Segundo a nota, neste momento, o governo
Caixa aguarda calendário do governo para pagar nova parcela dos R$ 600

Caixa aguarda calendário do governo para pagar nova parcela dos R$ 600

Economia
A Caixa Econômica Federal está preparada para começar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), mas depende da definição do novo calendário de pagamentos pelo governo federal, disse hoje (11) o vice-presidente da Rede de Varejo do banco, Paulo Henrique Angelo. “A Caixa está preparada para iniciar o pagamento da segunda parcela, a partir de todas as medidas que já adotamos, e esperamos que tenha um pagamento mais tranquilo. Estamos agora focados em finalizar o pagamento da primeira parcela e, assim que o governo divulgar o calendário da segunda parcela, a Caixa prestará as informações sobre a operação de pagamento”. Paulo Henrique Angelo,  vice-presidente da Rede de Varejo do banco.  Previsto inicialmente para começar em 27 de ab