1 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Bolsonaro…

Acuado, Bolsonaro faz pronunciamento moderado, mas não consegue evitar as mentiras

Acuado, Bolsonaro faz pronunciamento moderado, mas não consegue evitar as mentiras

Brasil, Vídeos
https://www.youtube.com/watch?v=fy_HP3_gOoI Em novo pronunciamento direcionado à população, para falar sobre as novas ações contra a pandemia do Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro baixou o tom. Diferente do teor irônico e belicoso da mensagem da semana passada, desta vez Bolsonaro não partiu para o ataque e finalmente reconheceu a gravidade da pandemia. Ele agradeceu até mesmo governadores e prefeitos. Mas toda a tese do texto partiu de uma premissa distorcida: seu discurso pegou a parte que o interessava do diretor-geral da OMS, em que ele mencionava a tragédia econômica imposta aos mais pobres, e com longas citações de Tedros Adhanom Ghebreyesus, falou que até ele seria contra o isolamento social total. Pois bem: ou Bolsonaro apenas viu o que queria ver ou simplesmente men
No samba do crioulo doido, Bolsonaro pode até virar Maria Fumaça

No samba do crioulo doido, Bolsonaro pode até virar Maria Fumaça

Blog, Marcelo Firmino
Quando Stanislaw Ponte Preta criou, em 1968, o Samba do Crioulo Doido – paródia musical sobre a confusão política no Brasil imperial – não imaginava jamais que o seu texto fosse transcender épocas e se manter tão atual. A confusão era tamanha na letra do samba que a escrava Chica da Silva queria obrigar a princesa Leopoldina a se casar com Tiradentes. Em síntese: “o bode que deu vou te contar”. Tal como no Brasil de hoje, na pandemia do coronavírus e nas trapalhadas horrendas provocadas pelo gabinete palaciano no Planalto Central, a partir do próprio presidente Jair Messias Bolsonaro. As confusões instituídas em torno do combate ao vírus deixaram-no só. Mais isolado do que ancião em UTI para tratamento do vírus. As diatribes praticadas pelo mandatário de plantão por não concor
Ciro Gomes, Haddad, Boulos e Dino pedem renúncia de Bolsonaro

Ciro Gomes, Haddad, Boulos e Dino pedem renúncia de Bolsonaro

Política
Líderes da oposição brasileira assinam um manifesto com um pedido forte: a renúncia de Jair Bolsonaro. No texto, eles acusam o presidente de ser "um presidente da República irresponsável", que agrava a crise do coronavírus pois "comete crimes, frauda informações, mente e incentiva o caos". O texto é assinado pelos pelos ex-presidenciáveis Fernando Haddad (PT-SP), Ciro Gomes (PDT-CE) e Guilherme Boulos (PSOL-SP) e pela candidata a vice de Haddad, Manuela Davila (PCd0B). O documento é endossado ainda pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), pelo ex-governador do Paraná, Roberto Requião (MDB-PR), pelo ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e pelos presidentes do PT, Gleisi Hoffmann, do PSB, Carlos Siqueira, do PDT, Carlos Lupi, do PCB, Edmilson Costa, Juliano Mede
Entidades de saúde em nota conjunta sobre Bolsonaro: ‘Intolerável e irresponsável’

Entidades de saúde em nota conjunta sobre Bolsonaro: ‘Intolerável e irresponsável’

Política
Discurso de morte "intolerável e irresponsável". É assim que definem entidades da saúde coletiva e bioética nacional, sobre a posição de Jair Bolsonaro quanto ao coronavírus. Em manifesto assinado neste domingo (29), eles acusam o presidente de negar o conjunto de evidências científicas que pautam o combate à pandemia em todo o mundo. Até mesmo o Twitter teve que deletar postagens irresponsáveis do presidente. "Bolsonaro desvaloriza o trabalho sério e dedicado de toda uma rede nacional e mundial de cientistas e desenvolvedores de tecnologias em saúde e age com desrespeito ao excelente trabalho da imprensa e de numerosas redes de difusão de conhecimento, essenciais para o esclarecimento geral sobre a Covid-19, e desmobiliza a população a dar seguimento às medidas fundamentais de con
Bolsonaristas dizem viver “ditadura militar” após serem detidos durante carreata no Pará

Bolsonaristas dizem viver “ditadura militar” após serem detidos durante carreata no Pará

Vídeos
A ironia não tem fim: atendendo aos pedidos do presidente Jair Bolsonaro, negadores da pandemia do novo coronavírus realizaram uma carreta, neste final de semana, em todo o Brasil. E curiosamente, em Belém do Pará, eles foram detidos pela polícia e disseram que a ação foi digna da ditadura militar. "Querem levar ainda para delegacia, para prestar depoimento. Como se fosse bandido". Manifestante no vídeo. Bem, o que eles fizeram é passível de crime sim: Art. 268 do Código Penal- Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa: Pena - detenção, de um mês a um ano, e multa.
Trump estende quarentena por mais um mês

Trump estende quarentena por mais um mês

Mundo
O presidente dos EUA, Donald Trump, disse em coletiva neste domingo que estenderá a quarentena até pelo menos 30 de abril. Como este é ídolo e compasso moral do presidente brasileiro, vai que Jair Bolsonaro também recua e desiste de tentar reabrir o comércio e fazer a população voltar às ruas cedo demais "Estenderemos nossas diretrizes para 30 de abril para diminuir a propagação do coronavírus. O pico da taxa de mortalidade provavelmente acontecerá em duas semanas". Donald Trump, presidente dos EUA. A nova orientação representa uma mudança no discurso do presidente norte-americano, que na última quinta-feira (26) pediu para as pessoas voltarem ao trabalho mesmo durante a pandemia. Trump disse esperar que o país possa retomar suas atividades dentro de três meses. Os Estados Unidos
Governadores prometem reagir se Bolsonaro reabrir o comércio pelo país

Governadores prometem reagir se Bolsonaro reabrir o comércio pelo país

Política
Governadores já cogitam acionar a Justiça se o presidente Jair Bolsonaro cumprir a sua vontade e assinar um decreto para liberar setores da economia a voltarem a funcionar. Bolsonaro disse neste domingo (29) que pensa em liberar a volta ao trabalho para quem precisa. Os mandatários estaduais se disseram indignados com a atitude do presidente, que neste domingo contrariou a orientação do Ministério da Saúde e circulou por Brasília cumprimentando apoiadores. A avaliação, feita em um grupo de WhatsApp com governadores do Nordeste, é que o presidente continua "inflando" o incêndio em vez de sentar à mesa e liderar o país frente aos desafios da pandemia. "Ele tem que parar de fazer política, parar de fazer intriga e assumir a função que a maioria do povo lhe deu de presidente da Repú
11 partidos assinam nota de repúdio contra Bolsonaro

11 partidos assinam nota de repúdio contra Bolsonaro

Política
11 partidos políticos brasileiros se reuniram e eleaboraram uma nota conjunta para repudiar as atitudes do presidente da República. A nota destaca que serão procuradas as medidas judiciais cabíveis contra o crime cometido por Jair Bolsonaro, em expor a população do Distrito Federal a risco. Confira na íntegra: NOTA CONJUNTA EM REPUDIO AO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO Nós, partidos políticos que subscrevemos esta nota, vimos a público para repudiar a atitude do Presidente da República Jair Bolsonaro de ter feito visitas a feiras populares e comércios do Distrito Federal, incentivado a população a descumprir as medidas sanitárias decretadas localmente, orientadas pelo seu próprio Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O Presidente da República insiste em i
Bolsonaro passeia por Brasília e visita ambulantes e lojas do comércio abertas

Bolsonaro passeia por Brasília e visita ambulantes e lojas do comércio abertas

Política
O presidente Jair Bolsonaro foi novamente contra as orientações do Ministério da Saúde e caminhou pelas ruas de Brasília, neste domingo (29). Na oportunidade, falou com ambulantes e entrou em lojas do comércio abertas. Ao final de seu passeio, visitou o Hospital das Forças Armadas. Foi lá que ele fez o exame para saber se tinha pego ou não o novo coronavírus. Apesar de alardear ter dado negativo, o presidente nunca mostrou o exame. E mesmo com a Justiça exigindo que os exames fossem mostrado, dois dos 17 resultados positivos não tiveram a identidade dos infectados confirmada. - Agora, em Taguatinga/DF. pic.twitter.com/oVRmRWPE11 — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) March 29, 2020 Já neste domingo, Bolsonaro publicou um vídeo no qual aparece conversando com um vendedor de ch
Mandetta pergunta se Bolsonaro quer ver caminhões do exército tirando corpos de hospitais

Mandetta pergunta se Bolsonaro quer ver caminhões do exército tirando corpos de hospitais

Brasil
No final deste sábado (28), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apresentou os cenários que o Brasil pode ter com a pandemia. E novamente, advertiu o presidente, afirmando que não se trata de uma "gripezinha". Ele lembrou que morte de mil pessoas no país é equivalente à queda de quatro aviões comerciais de grande porte. E no momento do informe, o país já apresentava 114 mortes em decorrência da covid-19. "Estamos preparados para o pior cenário, com caminhões do Exército transportando corpos pelas ruas? Com transmissão ao vivo pela internet"? Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde. Além de pedir um ambiente mais favorável, para um pacto entre governo federal, estados, municípios e setor privado, Mandetta sugeriu a criação de uma central de pessoal e equipamento para poss