3 de agosto de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Bolsonaro…

Senado quer explicação do tráfico de cocaína em avião da comitiva presidencial

Senado quer explicação do tráfico de cocaína em avião da comitiva presidencial

Política
Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Wetervon Rocha (PDT-MA) apresentaram nesta quarta-feira (26) requerimento para convidar o ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, para prestar esclarecimentos à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado sobre o sargento da Aeronáutica preso por transportar drogas na bagagem em avião da Força Aérea Brasileira (FAB). A FAB já abriu o Inquérito Policial Militar que vai investigar a prisão do 2º sargento da Aeronáutica, cujas iniciais do nome são M.S.R., em Sevilha, Espanha, na manhã de terça-feira (25), após ter chegado àquele país, com 39 quilos de cocaína, em sua bagagem pessoal. Um dos focos da investigação é em relação ao embarque e transporte da droga na aeronave militar que foi pa
Presidente faz promessa vazia de F1 no Rio com empresário que deve R$ 25 mi

Presidente faz promessa vazia de F1 no Rio com empresário que deve R$ 25 mi

Política
Nesta segunda-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que há "99% de chance" de a F-1 ser transferida de São Paulo para o Rio de Janeiro a partir de 2021. O contrato com São Paulo vence em 2020, e o diretor-geral da F-1, Chase Carey, tem negociado com os governadores Wilson Witzel (Rio de Janeiro) e João Doria (São Paulo). A declaração foi dada ao lado de Chase Carey, que imediatamente depois desmentiu o presidente. Bicho, o Bolsonaro sendo desmentido ao vivaço pelo CEO da Fórmula 1.... (Pra quem não entende inglês, a tradução simultânea entra logo após) pic.twitter.com/UhDNWIehB5 — Samuel (@SamTadeu) 25 de junho de 2019 O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), também desmentiu o presidente. Nesta terça-feira (25), ele disse que não há definição sobre a ida
Militar da FAB foi flagrado com 39 kg de cocaína em avião da comitiva de Bolsonaro

Militar da FAB foi flagrado com 39 kg de cocaína em avião da comitiva de Bolsonaro

Política
A Guarda Civil espanhola deteve nesta terça-feira, no aeroporto de Sevilha um militar brasileiro traficou 39 quilos de cocaína em um avião da FAB. A aeronave está integrada à comitiva do presidente Jair Bolsonaro (PSL), segundo confirmaram fontes da corporação policial ao EL PAÍS. A prisão ocorreu durante uma escala do avião reserva da presidência em Sevilha, no sul da Espanha, rumo a Tóquio, onde Bolsonaro participará da reunião do G-20. O ministério brasileiro de Defesa emitiu nota confirmando a detenção do militar por tráfico de entorpecentes, e anunciou a abertura de um inquérito para apurar o ocorrido. Bolsonaro também escreveu um tuíte sobre o fato. pic.twitter.com/zC3otlF44U — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 25 de junho de 2019 Na mensagem, Bolsonaro disse que
Senado anula decreto das armas de Bolsonaro

Senado anula decreto das armas de Bolsonaro

Política
Por 47 votos a 28, o Senado aprovou hoje à noite (18) um projeto que anula o decreto das armas de Jair Bolsonaro (PSL), editado em janeiro com o intuito de flexibilizar as normas de posse e porte de armas de fogo. O texto será remetido à Câmara dos Deputados, onde deverá ser distribuído às comissões e apreciado em plenário. Se o Congresso confirmar a revogação ao fim da tramitação, a iniciativa do presidente da República será sustada, voltando tudo a ser como antes. O próprio governo já esperava a derrota e agora aposta suas fichas em articulações na Câmara, onde o PSL tem 54 deputados e "afinidade ideológica" com outras bancadas. A ruralista, por exemplo, tem 225 parlamentares, também interessada na política armamentista devido a problemas no campo como invasões a fazendas e pro
Empresas usaram agência estrangeira para fazer disparos pró-Bolsonaro no WhatsApp

Empresas usaram agência estrangeira para fazer disparos pró-Bolsonaro no WhatsApp

Política
Os disparos automáticos de mensagens no Whatsapp voltam à tona, após as alegações de que foram utilizadas em peso na campanha presidencial de 2018. Nesta terça (18), a Folha revelou que empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para fazer, pelo WhatsApp, disparos em massa de mensagens políticas a favor do então candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) A informação é do espanhol Luis Novoa, dono da Enviawhatsapps. Nos áudios, ele diz que “empresas, açougues, lavadoras de carros e fábricas” brasileiros compraram seu software para mandar mensagens em massa a favor de Bolsonaro. Não há indicações de que Bolsonaro ou sua equipe de campanha soubessem que estavam sendo contratados disparos de mensagens a favor do então candidato. Da mesma forma, Novoa disse
Bolsonaro veta gratuidade de bagagem em voos domésticos

Bolsonaro veta gratuidade de bagagem em voos domésticos

Política
Foi vetada, pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) a gratuidade das bagagens em voos domésticos. A decisão aconteceu depois dele sancionar a medida provisória que abre 100% do capital para as aéreas estrangeiras. No final do mês passado, ele chegou a afirmar, durante transmissão semanal ao vivo em sua página no Facebook, que a sua tendência era vetar o dispositivo que determinou a gratuidade no despacho de bagagens aéreas em voos operados dentro do país. “Minha tendência é vetar. Aliás, eu fui convencido a vetar o dispositivo. Não só porque é do PT. Se bem que é um indicativo. Os caras são socialistas, comunistas, são estatizantes. Eles gostam de pobre”. Jair Bolsonaro, presidente do país. A gratuidade da bagagem não estava na versão inicial da MP. No entanto, foi incluída durante a
Será internado: Justiça absolve autor de facada em Bolsonaro

Será internado: Justiça absolve autor de facada em Bolsonaro

Justiça
Na tarde de hoje a Justiça Federal de Juiz de Fora (MG) absolveu Adélio Bispo de Oliveira, que esfaqueou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) no ano passado, durante a campanha eleitoral. Adélio foi considerado inimputável pela Justiça e Bolsonaro afirmou que vai recorrer da decisão. "Tentaram me assassinar sim. Eu tenho a convicção de quem foi o mandante, mas não posso falar", disse o presidente. Na última quarta-feira (12), o porta-voz do Planalto, Otávio do Rêgo Barros, afirmou que, durante encontro com o ministro da Justiça, Sergio Moro, e o diretor-geral da PF (Polícia Federal), Bolsonaro abordou a possibilidade de haver um "reforço" nas investigações do ataque sofrido por ele. Investigações da PF apontam que Adélio atuou só, com "comportamento obsessivo" e de maneira premed
Presidente dos Correios será demitido por “comportamento de sindicalista”

Presidente dos Correios será demitido por “comportamento de sindicalista”

Política
Parlamentares da esquerda são considerados elementos proibidos para Jair Bolsonaro (PSL). Basta ver o que aconteceu, ou acontecerá com o general Juarez Aparecido de Paula Cunha, presidente dos Correios, por ele ter se comportado como "sindicalista". O presidente afirmou nesta sexta-feira (14) que vai demitir o presidente dos Correios, nos próximos dias, por seus gestos durante audiência pública na Câmara. Bolsonaro não gostou do general ter tirado foto com parlamentares de esquerda e de ter dito que não haverá privatização dos Correios, como planejado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Em audiência no último dia 6, o ainda presidente dos Correio defendeu a estatal como "autossustentável" e "insubstituível". Segundo o general, a empresa está "em crise" por conta do recolhime
Para Bolsonaro, decisão do STF vai dificultar emprego a homossexuais

Para Bolsonaro, decisão do STF vai dificultar emprego a homossexuais

Brasil
Um dia após o STF (Supremo Tribunal Federal) equiparar a homofobia ao crime de racismo, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) declarou que a decisão vai prejudicar os próprios homossexuais. "O STF entrou na esfera penal, estão legislando agora. E essa decisão prejudica os próprios homossexuais. A decisão do Supremo, com todo respeito aos ministros, foi completamente equivocada". Jair Bolsonaro, presidente. No raciocínio de Bolsonaro, um homossexual passará a ter mais dificuldade em arranjar emprego, pois o patrão ficaria receoso de ser acusado falsamente de racismo se o futuro funcionário for demitido um dia. Uma decisão que criaria uma "cisão de luta de classes". Isso, claro, vindo do inseguro presidente, que descreveu assim seu dia com Moro: “Em vez de chegar em casa e dar um presente à m
Novo ministro: Substituto de Santos Cruz é o militar mais próximo de Bolsonaro

Novo ministro: Substituto de Santos Cruz é o militar mais próximo de Bolsonaro

Política
Olavistas tentaram tanto que conseguiram a demissão do general Carlos Alberto dos Santos Cruz. Melhor ainda para eles foi a escolha de seu substituto é um nome para agradar as partes em conflito dentro do próprio governo. A outra parte, diga-se, são os militares. O novo ministro é general de Exército Luiz Eduardo Ramos, que já vinha inclusive sendo chamado de o “nono ministro militar” do governo há tempos, dada sua proximidade com o presidente. Ele é o oitavo militar a frente de uma pasta, assumindo a Secretaria de Governo da Presidência da República. Chefe do Comando Militar do Sudeste (São Paulo), Ramos é o chefe militar da ativa mais próximo de Bolsonaro, já que eles dividiram quarto quando eram cadetes e se falam quase diariamente, inclusive com apelidos. O presidente é o “ca