7 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Doria

Coronavírus: Desequilibrado, Bolsonaro grita com Doria e mete política no meio da reunião

Coronavírus: Desequilibrado, Bolsonaro grita com Doria e mete política no meio da reunião

Política, Vídeos
Em reunião de videoconferência, para tratar ações contra o surto do novo coronavírus no Brasil, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que ele deveria "dar exemplo ao País, e não dividir a nação em tempos de pandemia". Bolsonaro, claro, se exaltou com a declaração do governador de São Paulo e chegou a chamá-lo de "leviano" e "demagogo". Bolsonaro também reclamou que Doria teria se apoderado do nome dele nas eleições de 2018 e depois "virou as costas" como fez todo mundo. "Se você não atrapalhar, o Brasil vai decolar e conseguir sair da crise. Saia do palanque". Jair Bolsonaro, presidente. Portanto, mantendo o discurso do pronunciamento, o presidente segue em guerra com os governadores, focando-se mais na disputa econômica, e
Ignorando pandemia, Bolsonaro passa a boicotar o ministro da Saúde

Ignorando pandemia, Bolsonaro passa a boicotar o ministro da Saúde

Brasil
Basta um ministro se destacar, mesmo que positivamente, que Jair Bolsonaro inicia a perseguição. E nem mesmo Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde, ficou à salvo. Ele destoa das ações irresponsáveis do presidente e seus seguidores levando a sério a pandemia do novo coronavírus. Entende a gravidade da situação, o possível impacto no sistema de saúde público e como é importante a importância da quarentena. Enquanto isso, Bolsonaro, que deveria se isolar e evitar contato após entrar em contato com infectados, resolveu se juntar aos manifestantes que pediam o fechamento do Congresso. Contradito por seu próprio ministro da Saúde, o presidente agora sente-se traído ao ver o auxiliar atuando em parceria com o governador de São Paulo, João Doria, na formação de um plano de con
Bolsonaro fala em limitar ICMS do combustível e governadores os chamam de irresponsável

Bolsonaro fala em limitar ICMS do combustível e governadores os chamam de irresponsável

Política
O presidente Jair Bolsonaro afirmou no domingo (2) que vai encaminhar ao Congresso um projeto de lei para que o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) de combustíveis, recolhido pelos estados, tenha um valor fixo por litro. Ele disse que essa seria a razão do valor caro nas bombas. Os governadores consideraram isso um ataque institucional. Lideranças regionais queixam-se de que o ICMS dos combustíveis representa 20% da arrecadação dos estados. Em um grupo de Whatsapp, João Doria (PSDB-SP) foi seguido por Wilson Witzel (PSC-RJ) e Hélder Barbalho (MDB-PA). O paulista e o paraense classificaram o ato de Bolsonaro como “irresponsável”. Witzel disse que assinaria qualquer tipo de nota contra as afirmações. As palavras do presidente foram vistas como uma int
De olho em 2022, PSDB, DEM e PSD discutem fusão para eleição presidencial

De olho em 2022, PSDB, DEM e PSD discutem fusão para eleição presidencial

Política
As direções partidárias de PSDB, DEM e PSD já discutem uma fusão partidária das três siglas, em uma única legenda, para disputar as eleições de 2022. Naquele ano estarão em disputa a Presidência da República, os governos de estado, a Câmara dos Deputados e vagas para o Senado, além dos legislativos estaduais. João Doria é o candidato natural do PSDB à Presidência, e tem procurado se afastar do mote "BolsoDoria", que ajudou a elegê-lo governador de São Paulo em 2018. E nesta semana, tucano fez inúmeras críticas à condução do governo Bolsonaro. Ainda embrionárias, as conversas não definiram ainda qual seria o nome do novo partido e há quem duvide que isso fique pronto a tempo das eleições municipais de 2020. O principal empecilho seria Gilberto Kassab, presidente do PSD. Mas até is