5 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: economia

Renan Filho reclama de reajuste da Equatorial e solicita apoio dos deputados federais alagoanos

Renan Filho reclama de reajuste da Equatorial e solicita apoio dos deputados federais alagoanos

Alagoas
https://twitter.com/RenanFilho_/status/1278464262072123398 Em suas redes sociais, o governador de Alagoas, Renan Filho, mostrou seu descontentamento com o aumento da cobrança da Equatorial. Ao final de junho, a Aneel autorizou às empresas de energia o reajuste, que havia sido adiado por causa da pandemia. Em Alagoas, o aumento médio é de quase 10%. As novas tarifas da Enel começam a vigorar a partir de sábado, 4 de julho. Em Alagoas, a Equatorial atende 1,1 milhão de unidades consumidoras. Parcela que Renan Filho não quer ver pagando a conta.  
Equatorial vai reajustar conta de energia em quase 10%

Equatorial vai reajustar conta de energia em quase 10%

Economia, Expresso
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (30) o reajuste nas tarifas de energia da Equatorial, em Alagoas. Em média, o valor da tarifa deve ficar 9,85% maior na fatura. As novas tarifas da Enel começam a vigorar a partir de sábado, 4 de julho. O pedido de Revisão Tarifária Extraordinária é prerrogativa concedida às concessionárias que foram submetidas ao processo de desestatização. Em Alagoas, a Equatorial atende 1,1 milhão de unidades consumidoras. O reajuste, de diferentes valores, vale para praticamente todo território nacional. Ele devia ter sido aplicado em maio, mas em virtude da pandemia da Covid-19, e, conforme solicitação da empresa, a ANEEL suspendeu a aplicação da revisão.
Governo Bolsonaro estende auxílio em duas parcelas de R$ 600

Governo Bolsonaro estende auxílio em duas parcelas de R$ 600

Economia
O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (30) a prorrogação do auxílio emergencial. Foi encaminhada a concessão de mais duas parcelas de R$ 600. A decisão vai contra a já anunciada pelo próprio presidente, que ao lado de Paulo Guedes, ministro da Economia, informou em live que a prorrogação do auxílio seria por mais três meses, só que em parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300. De qualquer forma, a soma dos dois modelos acabaria em R$ 1200. A nova decisão, de manter o valor em R$ 600, foi para facilitar a aprovação da proposta no Congresso. A lei que instituiu o auxílio concedeu ao Executivo a possibilidade de renovar o benefício se os valores forem mantidos e a proposta inicial era de o auxílio ser concedido durante três meses, por R$ 600. Essa é a medida anticri
Governo de Alagoas inicia pagamento do Auxílio Alimentação a estudantes esta semana

Governo de Alagoas inicia pagamento do Auxílio Alimentação a estudantes esta semana

Alagoas
O Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), dará início, nesta semana, ao pagamento do Programa de Auxílio Alimentação. A iniciativa garantirá aos estudantes matriculados na rede pública estadual de ensino o recebimento mensal de R$ 50, durante o período de suspensão das aulas, em função da situação de calamidade pública provocada pela pandemia do novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo governador Renan Filho. Instituído pelo Decreto Estadual nº 69.845 de 19 de maio de 2020, o Programa de Auxílio Alimentação é destinado à manutenção de ações de segurança nutricional aos estudantes regularmente matriculados e com frequência comprovada. A Caixa Econômica Federal (CEF) será o agente financeiro responsável pela operacionalização do Programa, no to
Receita paga hoje segundo lote de restituição de Imposto de Renda

Receita paga hoje segundo lote de restituição de Imposto de Renda

Economia, Expresso
A Receita Federal paga hoje (30) o segundo lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2020. Mais de 3,3 milhões contribuintes receberão R$ 5,7 bilhões no lote de maior valor já registrado. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal na internet. Desse valor total, R$ 3,977 bilhões são para contribuintes com direito a prioridade no recebimento: 54.047 acima de 80 anos; 1.186.406 entre 60 e 79 anos; 89.068 pessoas com alguma deficiência física, mental ou doença grave; e 937.234 contribuintes cuja maior fonte de renda é o magistério. Foram contemplados ainda mais de 1 milhão de contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 4 de março. Neste ano, os lotes de restituição foram reduzidos de se
Confira o calendário: Nesta terça, 7 milhões de beneficiados recebem o 3º lote do auxílio emergencial

Confira o calendário: Nesta terça, 7 milhões de beneficiados recebem o 3º lote do auxílio emergencial

Economia
A Caixa Econômica Federal anunciou na semana passada a data de pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial e de lotes residuais da primeira e segunda parcelas. Os depósitos começam na sexta passada (27), por apenas um dia, para os nascidos em janeiro e fevereiro. Agora, retornam diariamente, até sábado (7). Confira o calendário: Terceira parcela - depósito em poupança digital Mês de nascimento Depósito do benefício Lotes Número de beneficiados janeiro e fevereiro 27 de junho 3ª parcela ↳lote 1 2ª parcela ↳lote 2 1ª parcela ↳lote 4 6,5 milhões março e abril 30 de junho 3ª parcela ↳lote 1 2ª parcela ↳lote 2 1ª parcela ↳lote 4 6,9 milhões maio e junho 1º de julho 3ª parcela ↳lote 1 2ª parcela ↳lote 2 1ª parcela ↳lo
Empresários se reúnem e defendem reabertura do comércio já em 1º de julho

Empresários se reúnem e defendem reabertura do comércio já em 1º de julho

Alagoas
https://www.instagram.com/p/CCBdekRpMvv/ Em mais uma ação mostrando a disposição e anseio pelo retorno das atividades econômicas em Alagoas, representantes dos setores do varejo se reuniram nesta segunda-feira para defender a reabertura do comércio já a partir do dia 1 de julho. Os empresários afirmam que vários Estados já retomaram suas atividades e que já se adequaram ao decreto alagoano, com adaptações e limpeza de seus estabelecimentos, por causa do novo coronavírus. "O comércio está pronto e plenamente estruturado para retomada, com observância e aplicação de todas as medidas previstas no protocolo sanitário". Kennedy Calheiros, presidente da Associação Comercial. O mesmo valeria para os shoppings. A proposta seguiria, no entanto, semelhante a outros estados: horário reduzido,
Contas públicas têm déficit recorde de R$ 126,6 bilhões

Contas públicas têm déficit recorde de R$ 126,6 bilhões

Economia
As contas públicas fecharam o mês de maio com saldo negativo de R$ 126,6 bilhões, informou hoje (29), em Brasília, o Tesouro Nacional. O recorde no déficit primário, despesas maiores que as receitas, sem considerar no cálculo os gastos com juros, do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) é explicado pelos efeitos da pandemia de covid-19 na economia. Em maio de 2019, o déficit primário ficou em R$ 14,7 bilhões. “O déficit de maio é explicado, principalmente, pela redução significativa na arrecadação, combinada com o aumento nas despesas do Poder Executivo decorrentes de medidas de combate à crise de covid-19, bem como da antecipação do pagamento do 13º de aposentados e pensionistas”. Relatório do Tesouro. Acrescentou que, em relação a maio de 2019, o
Brasil perdeu 331 mil empregos formais em maio, mais de 1,1 milhão em 2020

Brasil perdeu 331 mil empregos formais em maio, mais de 1,1 milhão em 2020

Economia
O Brasil fechou 331.901 postos de trabalho com carteira assinada em maio, segundo dados do novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados hoje pelo Ministério da Economia. Com o resultado, o País acumula menos 1.144.875 empregos formais em 2020. O saldo negativo de maio foi influenciado principalmente pelo número de admissões, que registrou queda de 48% em relação ao mesmo mês de 2019. Ao todo, foram 703.921 contratações e 1.035.822 demissões em maio deste ano. Informalidade A taxa de informalidade no Brasil subiu de 34,5% na última semana de maio para 35,6% na primeira semana de junho, atingindo 29,8 milhões de brasileiros. Os dados são da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) Covid-19 divulgada na última sexta-feira (26) pelo IBGE (Instituto
Congresso quer extensão do auxílio: Maia fala em mais dois meses e Senado sugere até dezembro

Congresso quer extensão do auxílio: Maia fala em mais dois meses e Senado sugere até dezembro

Política
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a prorrogação por mais dois meses do auxílio emergencial no valor de R$ 600 enquanto o governo e o Parlamento discutem a adoção de uma renda mínima permanente. Segundo ele, uma das soluções é a unificação dos atuais programas sociais e de proteção ao emprego. “Temos que começar esse debate rápido, temos muitos trabalhos de professores e acadêmicos, economistas, deputados. Temos recursos em vários ministérios, têm programas de proteção ao emprego que estão mal focalizados, debates sobre a renda. O importante é que se renovem os R$ 600 por dois meses e nesse período se possa construir um texto com foco e gerando uma condição melhor para os que precisam de uma renda”. Rodrigo Maia, presidente da Câmara. Senado A possibilidade