24 de fevereiro de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: economia

Reforma administrativa de Bolsonaro revisará salários e número de carreiras

Reforma administrativa de Bolsonaro revisará salários e número de carreiras

Brasil
Prevista para ser enviada ao Congresso Nacional nesta semana, segundo o presidente Jair Bolsonaro, a reforma administrativa pretende mudar os direitos dos futuros servidores federais. As propostas ainda não foram detalhadas, mas os pontos adiantados pelo governo nos últimos meses incluem a revisão dos salários iniciais, a redução no número de carreiras e o aumento no prazo para o servidor atingir a estabilidade. Segundo Bolsonaro, as mudanças não afetarão os servidores atuais. Apenas quem tomar posse depois da promulgação da reforma seria atingido. Uma das alterações mais importantes diz respeito à estabilidade dos futuros funcionários. Inicialmente, o governo pretendia esticar, de três para dez anos, o prazo para o empregado público conquistar a estabilidade. Há duas semanas,
Em alta, dólar supera R$ 4,40 pela 1ª vez na história

Em alta, dólar supera R$ 4,40 pela 1ª vez na história

Economia, Expresso
No início da manhã de sexta-feira (21), o dólar opera em alta e bateu logo na abertura do pregão, pela primeira vez na história, o patamar de R$ 4,40. Às 10h26, a moeda norte-americana era negociada a R$ 4,3990 na venda, em alta de 0,17%. Na máxima até o momento chegou a R$ 4,4061.  Já o dólar turismo era negociado a R$ 4,6056, sem considerar a cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Leia mais Bolsonaro pressiona Guedes para entregar, no mínimo, crescimento de 2% no PIB Dólar supera R$ 4,35 e Guedes critica período que até ‘empregada ia à Disney’ Guedes chama servidores de parasitas e delegados da PF protestam Guedes em Davos: ‘O grande inimigo do meio ambiente é a pobreza’ Na sessão anterior, o dólar encerrou o dia vendida a R$ 4,3917, em alta de 0,61%, marcand
Bolsonaro pressiona Guedes para entregar, no mínimo, crescimento de 2% no PIB

Bolsonaro pressiona Guedes para entregar, no mínimo, crescimento de 2% no PIB

Economia
O ministro da Economia, Paulo Guedes, enfrenta desgastes com o presidente Jair Bolsonaro e passou a ser cobrado por resultados. Alçado a superministro no começo do mandato, Guedes tem sido pressionado, desde o início deste ano, a mostrar seus feitos na economia. Com a redução da projeção do PIB, o presidente reforçou a Guedes a necessidade de que, neste ano, a atividade econômica cresça, no mínimo, 2%. Segundo assessores presidenciais, Bolsonaro fez o pedido a Guedes em uma reunião nesta semana. Como resposta, o ministro afirmou que será possível atingir, ou até superar, o percentual. No entanto, a resposta não tranquilizou o presidente. Leia mais: Paulo Guedes quis abandonar o navio, mas Bolsonaro o convenceu a ficar Guedes detesta pobre e Renan condena preconceito do ministro
ALE: Projeto de rateio dos recursos do Fundeb ficará para depois do Carnaval

ALE: Projeto de rateio dos recursos do Fundeb ficará para depois do Carnaval

Alagoas
O projeto de lei governamental que dispõe sobre o rateio das sobras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) com os servidores em efetivo exercício do magistério estadual foi alvo de intenso debate no plenário da Casa durante a sessão ordinária desta quinta-feira, 20. A primeira a abordar o tema foi a deputada Jó Pereira (MDB). Ela observou que o problema é recorrente e que todos os anos os parlamentares alertam para que o Governo faça a adequação salarial dos professores para que não haja necessidade de se fazer o rateio. “E o que é pior, nos últimos anos a legislação que autoriza o rateio sempre chega durante o recesso. Esse ano chegou inclusive perto do retorno dos trabalhos desta Casa”. Jó Pereira, deputada. Ela lembrou que durante a abertura das at
FMI: Dívida argentina é insustentável

FMI: Dívida argentina é insustentável

Economia, Expresso
O FMI (Fundo Monetário Internacional) disse nesta quarta-feira (19) que a dívida argentina é insustentável e que credores privados precisarão dar uma contribuição significativa para que o país se restabeleça. Esta foi a conclusão da visita de uma semana do Fundo ao país, que está tentando evitar o calote de cerca de US$ 100 bilhões em empréstimos e títulos, em meio a uma recessão e inflação elevada. A forte elevação da dívida pública significa que o país precisaria de uma "operação de dívida definitiva –demandando uma contribuição significativa de credores privados" para restaurar a sustentabilidade da dívida. O comunicado oferece suporte ao novo governo peronista da Argentina, que tem insistido que o país não pode pagar suas dívidas a não ser que ganhe tempo para reavivar o crescimento
Órgãos de Controle proíbem rateio do Fundef a professores

Órgãos de Controle proíbem rateio do Fundef a professores

Alagoas
Os prefeitos não podem fazer o rateio do Fundef enquanto a questão não for totalmente definida pelo STF. Até isso acontecer vale a decisão do TCU ratificada pelos demais órgãos de controle. Este é o resultado da reunião técnica que aconteceu na manhã desta quarta-feira (19), na Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). Com o objetivo de esclarecer detalhes sobre os precatórios do FUNDEF, que tem sido motivo de inúmeras reuniões ao longo dos últimos quatro anos, como também de manifestações sindicais, a AMA convidou os órgãos para ter um posicionamento definitivo sobre a situação. É com este embasamento técnico que será realizada a segunda reunião com o Sindicato dos professores e a comissão do Fundef. Os prefeitos não são contra o pagamento e não reconhecem essa dívida. São, sim
Governo não atualiza tabela da Receita e todos pagaremos mais imposto

Governo não atualiza tabela da Receita e todos pagaremos mais imposto

Economia
A Receita Federal anunciou nesta quarta-feira (19) as regras e o calendário do Imposto de renda da pessoa física 2020. Houve uma antecipação em um mês do começo da restituição. Também foi reduzido o número de lotes de restituição de sete para cinco. Isso significa que as pessoas que têm direito vão receber o dinheiro mais depressa. Será obrigado a declarar neste ano, entre outras situações, quem ganhou mais de R$ 28.559,70 em 2019. Anteriormente os pagamentos da restituição começavam em junho, e agora o primeiro lote será pago em 29 de maio. Os demais lotes serão pagos nos dias 30 de junho, 31 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro. As regras do Imposto de Renda 2020 confirmam que a tabela não sofreu correção pelo índice de inflação em 2019. Na prática, ao não corrigir a tabela,
FGV: Extrema pobreza volta a crescer no Brasil

FGV: Extrema pobreza volta a crescer no Brasil

Economia
Em cinco anos, o Bolsa Família, programa de transferência de renda criado em 2003 e que se consolidou como importante ferramenta de combate à extrema pobreza e à desigualdade, sofreu com desajustes e excluiu milhares de beneficiários. Os reflexos desses cortes foram constatados por um estudo da Fundação Getúlio Vargas, divulgado nesta semana, que aponta a queda na renda dos brasileiros mais pobres como principal consequência. Entre 2014 e 2018, a renda dos 5% mais pobres no Brasil caiu 39%. Nesse mesmo período, o país registrou um aumento de 67% na população que vive na extrema pobreza. A FGV utilizou como base a linha mais baixa de pobreza das metas do milênio da ONU (Organização das Nações Unidas), que corresponde a U$S 1,25 (cerca de R$ 5,45) per capita por dia. A pesqui
Paulo Guedes quis abandonar o navio, mas Bolsonaro o convenceu a ficar

Paulo Guedes quis abandonar o navio, mas Bolsonaro o convenceu a ficar

Política
Após encontro a portas fechadas com o presidente Jair Bolsonaro, Paulo Guedes deixou o Palácio do Planalto ainda ministro. Ele ouviu apelos de Bolsonaro e dos ministros Augusto Heleno (GSI) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), que também participaram da reunião, para continuar no governo. Inclinado a entregar o cargo, ele resolveu continuar para tocar sua agenda liberal, mas não se sabe mais por quanto tempo. Para que continuasse com seu Posto Ipiranga no cargo, Bolsonaro argumentou sua saída do ministério poderia representar o fim precoce do governo. Considerado o grande trunfo de Bolsonaro com o mercado, o ministro se vê encurralado pela repercussão de suas próprias declarações e pelos cálculos políticos e eleitorais do presidente. Para Bolsonaro, perdê-lo agora seria
Receita paga restituição do lote residual do IRPF de 2008 a 2019

Receita paga restituição do lote residual do IRPF de 2008 a 2019

Economia, Expresso
A Receita Federal paga hoje (17) o lote residual de restituição multiexercício do Imposto sobre a Renda Pessoa Física (IRPF), referente aos exercícios de 2008 a 2019. O crédito bancário será feito para 116.188 contribuintes, somando mais de R$ 297 milhões. Para saber se teve o crédito liberado, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Desse total, R$ 133,467 milhões serão liberados para os contribuintes com preferência no recebimento: 2.851 idosos acima de 80 anos, 14.541 entre 60 e 79 anos, 1.838 com alguma deficiência física, mental ou doença grave e 6.052 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.