2 de abril de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: economia

Governo amplia prazo de entrega da declaração do IR 2020 para 30 de junho

Governo amplia prazo de entrega da declaração do IR 2020 para 30 de junho

Economia
O secretário de Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, anunciou nesta quarta-feira, 1º,, que o prazo para a entrega do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) foi prorrogado por 60 dias. Com isso, os contribuintes podem entregar o acerto anual até o dia 30 de junho. O anúncio foi feito durante entrevista coletiva em que a equipe econômica detalhou uma série de medidas de proteção a empregos e empresas. No caso do IR, o que mudou foi apenas o prazo. Continuam obrigados a declarar os contribuintes que, em 2019, receberam rendimentos tributários superiores a 28.559,70 reais (equivalente a 2.379,97 reais de salário por mês), entre outras exigências. Caso tenha pago mais imposto do que o devido ao fisco no ano passado, receberá a restituição ou, se esse não for o caso, o decla
Governo anuncia R$ 200 bilhões para socorrer trabalhadores e empresas

Governo anuncia R$ 200 bilhões para socorrer trabalhadores e empresas

Economia
O governo detalhou nesta quarta (1º) gastos que serão feitos para manter empregos durante a crise do coronavírus e financiar ações de saúde em estados e municípios no combate à pandemia. O montante total estimado será de R$ 200 bilhões, o que inclui o auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores se carteira assinada prejudicados pela crise, medida que tem sido chamada de "coronavoucher". Em pronunciamento à imprensa no Palácio do Planalto, Bolsonaro explicou que, de hoje para amanhã, serão editadas três medidas provisórias (MP) e sancionado o projeto que prevê o auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais, autônomos e sem renda fixa. A primeira das três MP será uma reedição do projeto que possibilitava às empresas suspender contratos de trabalho por até quatro
Guedes ‘não sabe’ como pagar os R$ 600, Maia diz que governo mente e Gilmar apoia o ‘Paga Logo’

Guedes ‘não sabe’ como pagar os R$ 600, Maia diz que governo mente e Gilmar apoia o ‘Paga Logo’

Política
De forma infame apelidado de coronavoucher por deputados e senadores, foi aprovado no Legislativo nacional o pagamento do auxílio emergencial de 600 reais a trabalhadores informais. A expectativa era que Bolsonaro já tivesse sancionado o texto, para que o fosse esquematizado a logística de pagamentos, já que ada pessoa que tiver direito deve receber 600 reais por mês, durante três meses. O projeto prevê a possibilidade de o governo prorrogar o benefício por mais três meses caso a crise causada pelo coronavírus se prolongue. Cada família pode acumular, no máximo, dois benefícios, ou seja, 1.200 reais. No caso de mulher que seja mãe e chefe de família, o valor é de 1.200 reais. Guedes vê problema Entretanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o governo ainda nã
Mercado financeiro projeta queda de 0,48% no PIB em 2020

Mercado financeiro projeta queda de 0,48% no PIB em 2020

Economia, Expresso
Devido à pandemia de covid-19, o mercado financeiro espera por retração da economia brasileira este ano. De acordo com o boletim Focus, do Banco Central (BC), a previsão de queda do PIB é de 0,48%. Na semana passada, a estimativa era de crescimento de 1,48%. Essa foi a sétima redução seguida na projeção. O boletim semanal do BC traz as projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos nos próximos anos. As previsões do mercado para o PIB de 2021, 2022 e 2023 continuam em 2,50%. Já a cotação do dólar deve fechar o ano em R$ 4,50, a mesma previsão da semana passada.
Senado vota nesta segunda auxílio de R$ 600 para autônomos e informais

Senado vota nesta segunda auxílio de R$ 600 para autônomos e informais

Política
O Senado vota, nesta segunda (30), o pagamento de um auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600, destinado aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa. O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), havia confirmado a data da votação em postagem no Twitter, na última sexta-feira (27). Ele continua se recuperando após ser diagnosticado com o novo coronavírus. Quem tem comandado as sessões remotas é o vice-presidente, senador Antonio Anastasia (PSD-MG). A sessão está prevista para ocorrer às 16h. Antes, às 10h, os líderes se reunirão, também remotamente, para discutir outras votações prioritárias da semana. Pelas manifestações de senadores nas redes sociais, a expectativa é que a medida seja aprovada sem objeções. Inicialmente, na primeira versão do rela
STF suspende dívida de Alagoas com a União

STF suspende dívida de Alagoas com a União

Alagoas
O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu por 180 dias o pagamento da dívida de Alagoas com a União, em decorrência do estado de emergência em relação ao novo coronavírus. O Ministro Alexandre de Moraes atendeu ao pedido da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e seguiu a mesma interpretação das medidas liminares já deferidas em relação a outros dez estados, como Mato Grosso do Sul, São Paulo, Maranhão, Pernambuco e Bahia. Agora os R$ 32 milhões que seriam pagos por Alagoas devem ser aplicados exclusivamente em ações de prevenção, contenção, combate e mitigação à pandemia causada pelo COVID-19. Como a parcela da dívida venceria nesta segunda-feira (30), o ministro determinou a intimação imediata das partes para cumprimento da decisão, inclusive por meio de WhatsApp do advogado-g
Varejistas alertam Bolsonaro sobre demissões se lojas não reabrirem

Varejistas alertam Bolsonaro sobre demissões se lojas não reabrirem

Economia
O presidente Jair Bolsonaro recebeu um aviso das grandes empresas de varejo do Brasil que, se as lojas não forem abertas até meados de abril, até um terço de seus funcionários serão demitidos. Atualmente, o comércio de varejo, um dos setores mais afetados pela onda do coronavírus, emprega 23,5% dos trabalhadores com carteira assinada. São 9,1 milhões de pessoas e as principais redes respondem por cerca de 20% desses postos. Portanto, deste universo de 1,8 milhão de trabalhadores, 600 mil podem ficar desempregados. E como forma de contraste, em todo o ano passado foram criados 644 mil postos formais de trabalho no país, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). De forma oficial, elas se empenham em preservar empregos e seguir as recomendações de confinamen
Banco Central: Linha de crédito vai bancar folha de pequena e média empresas

Banco Central: Linha de crédito vai bancar folha de pequena e média empresas

Economia, Expresso
O Governo Federal anunciou nesta sexta (27) uma linha de crédito para pequenas e médias empresas. A medida promete financiar dois meses de salário de trabalhadores de pequenas e médias empresas. De acordo com o Banco Central, a empresa que aceitar o crédito não poderá demitir o funcionário por dois meses. A quantia recebida por cada trabalhador é de, no máximo, dois salários mínimos. A expectativa é que a linha de crédito esteja disponível em até 15 dias. "Prevê a disponibilização de uma linha de crédito emergencial para pequenas e médias empresas, com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões. O volume é de R$ 20 bilhões. Se destina exclusivamente a folhas de pagamento. Financia dois meses de folha. O programa é limitado a dois salários mínimos. Dos R$ 20 bilhões, R$ 17 bilhões é f
Câmara aprova auxílio de R$ 600 por mês para trabalhador informal

Câmara aprova auxílio de R$ 600 por mês para trabalhador informal

Brasil
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (26) auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600,00, destinados aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise provocada pela pandemia de coronavírus. A matéria segue para análise do Senado. Pelo texto do relator, deputado Marcelo Aro (PP-MG), o auxílio pode chegar a R$ 1.200 por família. O valor final, superior aos R$ 200 anunciados pelo Executivo no início da crise em virtude da pandemia, foi possível após articulação de parlamentares com membros do governo federal. O projeto prevê ainda que a mãe provedora de família “uniparental” receba duas cotas. Os trabalhadores deverão cumprir alguns critérios, em conjunto, para ter direito ao auxílio: ser maior de 18 anos de idade; n
Aposentados e pensionistas da 1ª faixa receberão décimo terceiro no dia 5 de abril

Aposentados e pensionistas da 1ª faixa receberão décimo terceiro no dia 5 de abril

Alagoas
O governador Renan Filho anunciou a antecipação do 13º salário de aposentados e pensionistas da primeira faixa para o dia 05 de abril. A iniciativa contemplará aproximadamente 15 mil servidores inativos e pensionistas e tem o objetivo de minimizar os efeitos do novo coronavírus (covid-19) sobre essa parcela da população alagoana que se enquadra no grupo de risco da doença. A antecipação do 13º salário pretende, ainda, movimentar a economia alagoana nesse momento de isolamento social da população. “Isso também ajuda um grupo de risco, que é o servidor aposentado, e ajuda a fortalecer a atividade econômica do estado, garantindo circulação de novos recursos em Alagoas”, explicou o governador. Além disso, também será adiantado o pagamento dos servidores da primeira faixa referente ao