9 de julho de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: fake news

Moro e Mandetta falam sobre Facebook ligar Gabinete do Ódio ao presidente

Moro e Mandetta falam sobre Facebook ligar Gabinete do Ódio ao presidente

Expresso, Política
O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta usou o Twitter, na noite desta quarta-feira (8), para comentar sobre a derrubada de uma rede de fake news e perfis falsos ligados a integrantes do gabinete do presidente de Jair Bolsonaro, a seus filhos, ao PSL e aliados. https://twitter.com/lhmandetta/status/1281030937371910148 Esta mensagem com compartilhada pelo ex-juiz Sergio Moro, ex-ministro da Justiça, que disse também ser atacado pelo mesmo grupo: https://twitter.com/SF_Moro/status/1280966561428357120
Facebook afirma ligação do ‘Gabinete do Ódio’ com assessores bolsonaristas

Facebook afirma ligação do ‘Gabinete do Ódio’ com assessores bolsonaristas

Brasil
Levantamento do Laboratório Forense Digital do Atlantic Council em parceria com o Facebook aponta ligação direta de Tércio Arnaud Tomaz, assessor especial do presidente Jair Bolsonaro, com um esquema de contas falsas nas redes sociais banidas pelo Facebook nesta quarta-feira (8). Ele é apontado como responsável por parte dos ataques a opositores de Bolsonaro, como ao ex-ministro Sergio Moro na sua saída do governo e a integrantes de outros Poderes, e por difundir desinformação em temas como a Covid-19. Além de Tércio, cinco ex e atuais assessores de legisladores bolsonaristas, entre eles um funcionário do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), foram identificados como conectados à operação de desinformação no Facebook e no Instagram. O levantamento teve acesso a nomes e identida
Facebook e Instagram deletam perfis, páginas e grupos bolsonaristas

Facebook e Instagram deletam perfis, páginas e grupos bolsonaristas

Brasil
O Facebook desarticulou nesta quarta-feira (8) uma rede de contas, páginas, grupos e perfis na rede social e no Instagram de funcionários de gabinete do presidente Jair Bolsonaro, do senador Flávio Bolsonaro e do deputado federal Eduardo Bolsonaro, além de envolvidos com o PSL, partido pelo qual o presidente se elegeu. As remoções ocorreram porque estas páginas empregavam ações vetadas pela plataforma, como o uso de contas falsas, envio de spam ou adoção de ferramentas artificiais para ampliar a presença online. Foram desmobilizados: 35 contas no Facebook 38 contas no Instagram 14 páginas 1 grupo no Facebook A rede possuía: 883 mil seguidores no Facebook 350 inscritos no grupo 917 mil seguidores no Instagram A companhia identificou ainda que o grupo
É falso que hospitais recebem recursos por morte registrada por coronavírus

É falso que hospitais recebem recursos por morte registrada por coronavírus

Alagoas
Tem circulado em grupos de WhatsApp em Alagoas um vídeo no qual um homem, não identificado, mostra o atestado de óbito de uma pessoa que teria falecido com suspeita de Covid-19 e diz que o laudo médico teria sido fraudado para que o hospital, sem dizer de qual estado, recebesse R$ 18 mil pelo registro do óbito como sendo causado pelo novo coronavírus. A informação é falsa. "Ele infartou dormindo, tem um bocado de causa-morte e no final o médico botou suspeita de Covid-19. É mentira isso aqui, o senhor de idade apenas sofreu um infarto. Aí depois eu conversei com o médico na boa, ele me disse que é porque toda vez que sai esse tipo de laudo com esse tipo de morte o hospital ganha R$ 18 mil”. Trecho do vídeo com mentiras. Em nota, o Ministério da Saúde confirma que não há repasse de ve
Olha a mentira: Propaganda (deletada pela Ascom) de Bolsonaro usa foto de paulista para passar por cearense

Olha a mentira: Propaganda (deletada pela Ascom) de Bolsonaro usa foto de paulista para passar por cearense

Brasil, Vídeos
Em uma nova campanha do governo federal, o presidente Jair Bolsonaro conversa por telefone com "Dona Maria Eulina", de Penaforte, Ceará. E a mulher pergunta sobre como está o projeto de transposição do Rio São Francisco no estado nordestino. O problema é que a foto que identifica Maria Eulina no vídeo não é dela, mas de Célia Rossin, 81, moradora de Sertãozinho, a 333 km de São Paulo. O retrato foi tirado pelo seu neto, Mailson Pignata, 32, que mora na mesma cidade. Ele fotografa para colocar as imagens em plataformas como iStock e Shutterstock, nas quais agências de propaganda costumam pagar pelo direito de usá-las em campanhas. Célia, no entanto, disse ao Painel da Folha que não se importa de aparecer na campanha e que a divulgação pode ser positiva para o neto, mas afirma q
Senado aprova projeto contra fake news e texto vai à Câmara

Senado aprova projeto contra fake news e texto vai à Câmara

Brasil
O Senado aprovou nesta terça-feira (30), em sessão deliberativa remota, o projeto de lei de combate a fake News. O PL 2.630/2020 cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, com normas para as redes sociais e serviços de mensagem como WhatsApp e Telegram. A intenção é evitar notícias falsas que possam causar danos individuais ou coletivos e à democracia. O texto segue para a Câmara dos Deputados. O projeto foi apresentado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), e aprovado na forma de um substitutivo (texto alternativo) do relator, senador Angelo Coronel (PSD-BA). A discussão foi marcada por discordâncias entre os senadores sobre vários pontos do texto — que teve, no total, quatro relatórios consecutivos apresentados antes da votação, al
Cuidado: É falso que uso de aspirina cure pacientes com covid-19

Cuidado: É falso que uso de aspirina cure pacientes com covid-19

Alagoas
Circula nos grupos de WhatsApp de Alagoas uma mensagem, em áudio, afirmando que o novo coronavírus não seria um vírus, mas sim uma bactéria. O conteúdo compartilhado ainda diz que a Covid-19 poderia ser curada com o uso de aspirina. As informações são falsas. “Somente um país do mundo vai denunciar a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Itália. Eles sabem que não é um vírus, mas uma bactéria. Com a simples aspirina se cura esse mal que matou tanta gente. Curado com remédio em casa, nada de hospital”. Trecho do áudio fake. Em uma página especial, criada pelo Ministério da Saúde da Itália para esclarecer questões relacionadas ao assunto, o órgão deixa claro que o novo coronavírus é um vírus, batizado de SARS-CoV-2, termo escolhido pela OMS. As autoridades italianas também destacam
Youtubers bolsonaristas já deletaram mais de 3 mil vídeos após inquérito das fake news

Youtubers bolsonaristas já deletaram mais de 3 mil vídeos após inquérito das fake news

Brasil
Hora de ocultar as provas: do início de maio até esta segunda (22), os canais de apoio ao presidente Jair Bolsonaro e críticos ao Supremo Tribunal Federal e ao Congresso retiraram do YouTube 3.127 vídeos. Coincidência ou não, isso coincide com o início de medidas mais efetivas tomadas pelo ministro Alexandre de Moraes no inquérito que investiga produção e divulgação de notícias falsas. No dia 27 de maio, por exemplo a Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão contra empresários e youtubers. o segundo semestre do ano passado a média de vídeos retirados pelos administradores dos 81 canais acompanhados pela empresa Novelo foi de apenas 391 programas. Bem abaixo do registrado nas últimas semanas. Em maio foram omitidos 1.112 vídeos. Somente em junho, mais de 2.015. O ca
Senado pode votar nessa semana a pior Lei de Internet do mundo

Senado pode votar nessa semana a pior Lei de Internet do mundo

Política
Está na pauta do Senado Federal para esta semana o Projeto de Lei 2.630/2020, de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). Apresentado como “Lei da Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet” e proposto como uma forma de combater as chamadas “fake news”, o projeto ganhou relatório do senador Ângelo Coronel (PSD-BA) indo num caminho totalmente inverso. Agora, ele promove a vigilância massiva, abrindo espaço para criminalizar usuários de Internet e podendo se transformar, se aprovado, na pior lei sobre discursos na Internet do mundo. O projeto cria um sistema de vigilância de todos os usuários, ao obrigar a apresentação de documentos de identificação para se usar redes sociais e aplicativos de mensagem. Com o objetivo de combater ilícitos, o PL invert
Votação no STF foi 9 a 1 e Weintraub é mantido no inquérito das fake news

Votação no STF foi 9 a 1 e Weintraub é mantido no inquérito das fake news

Justiça
Por 9 a 1, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu manter o ministro da Educação, Abraham Weintraub, na mira do inquérito que apura ameaças, ofensas e fake news disparadas contra integrantes da corte e seus familiares. Os ministros Luiz Fux, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Celso de Mello, Cármen Lúcia, Luís Roberto Barroso e o presidente do STF, Dias Toffoli, acompanharam o entendimento do relator, ministro Edson Fachin, de que não cabe habeas corpus contra decisão de um integrante da corte. O julgamento foi realizado por meio do plenário virtual do STF, no qual os ministros votam por meio de um sistema eletrônico. No plenário virtual, os ministros têm um prazo de uma semana para votar nos processos. O julgamento do habeas corpus de Weintraub começou no dia 12 e