28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: OMS

OMS suspende teste com hidroxicloroquina contra coronavírus por provocar mais mortes

OMS suspende teste com hidroxicloroquina contra coronavírus por provocar mais mortes

Brasil
Tedros Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, anunciou que suspendeu os testes com hidroxicloroquina em suas pesquisas para avaliar um tratamento contra o coronavírus, após a publicação de um estudo sobre os riscos do remédio. A "pausa" nas pesquisas será adotada até que a questão da segurança do remédio seja avaliada em detalhe. A pesquisa com 96 mil pacientes publicada na revista The Lancet diz que o uso desse medicamento pode estar relacionado a um aumento no risco de morte por problemas cardíacos, como arritmia. A OMS insistia que não tinha evidências científicas do resultado positivo da hidroxicloroquina. Mas decidiu incluir o remédio nas pesquisas que estava conduzindo em cerca de 400 hospitais pelo mundo. Diante da constatação da revista de que o remédio pode representar um
OMS: América do Sul é novo epicentro da pandemia e Brasil é o mais afetado

OMS: América do Sul é novo epicentro da pandemia e Brasil é o mais afetado

Brasil
O diretor do programa de emergências da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan, declarou nesta sexta-feira (22) que a América do Sul se tornou o novo epicentro da pandemia de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. A entidade foi questionada se estava oferecendo algum tipo de assistência direta ao Brasil, que registrou um recorde de mortes diárias na quinta-feira (21), com 1.188 mortes em 24 horas, segundo balanço do Ministério da Saúde. Mais de 20 mil pessoas já morreram no país de Covid-19. "Em termos de resposta, nossos colegas na Opas (OMS nas Américas) estão fornecendo ajuda direta ao governo e a muitos dos estados que estão sendo duramente afetados, incluindo o Amazonas. A maioria dos casos é da região de São Paulo, mas também Rio de Janeiro, Ceará, Amazon
Comitê Científico do Nordeste recomenda lockdown quando 80% dos leitos estiverem ocupados

Comitê Científico do Nordeste recomenda lockdown quando 80% dos leitos estiverem ocupados

Brasil
O sexto boletim do Comitê Científico do Consórcio Nordeste para o enfrentamento da COVID-19 já cogita o lockdown diante do crescente número de casos na Região Nordeste. A medida precisaria ser adotado quando os números de leitos hospitalares tenham superado 80% de ocupação e, ao mesmo tempo, a curva de casos e de óbitos seja ascendente. Segundo Fábio Guedes Gomes, Diretor-presidente da Fapeal e Membro do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, nenhum gestor pretende chegar a uma situação de fechamento total, mas precisa das orientações para que uma tomada de decisões, diante dos diversos interesses e impactos envolvidos. Guedes afirma que o decreto de lockdown vai depender muito da capacidade de cada estado de fazer a entrega de leitos hospitalares, principalmente de
Bolsonaro publica (e deleta) afirmação de que OMS incentiva masturbação e homossexualidade de crianças

Bolsonaro publica (e deleta) afirmação de que OMS incentiva masturbação e homossexualidade de crianças

Brasil, Expresso
Na noite desta quarta (29), o presidente Jair Bolsonaro acusou a OMS (Organização Mundial da Saúde) de incentivar a masturbação e a homossexualidade de crianças. Claro, ele voltou atrás e apagou o post publicado em seu perfil no Facebook minutos depois, mas o estrago já tá feito e agora será vendido como a verdade que libertará. "Essa é a Organização Mundial da Saúde (OMS) que muitos dizem que eu devo seguir no caso do coronavírus. Deveríamos então seguir também diretrizes para políticas educacionais?". Jair Bolsonaro, presidente. Querendo tirar de si a responsabilidade pelas mortes provocadas pelo coronavírus e sua sabotagem às recomendações da OMS, Bolsonaro chegou a dizer que não ouve a Organização pois sem diretor não é médico. Tedros Adhanom, no entanto, tem mestrado em Imunolog
Vídeo: Ao negar genocídio, Bolsonaro diz que ignora OMS porque o ‘diretor não é médico’

Vídeo: Ao negar genocídio, Bolsonaro diz que ignora OMS porque o ‘diretor não é médico’

Brasil, Vídeos
O presidente Jair Bolsonaro negou, em sua live semanal, que descumprir orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) no combate à pandemia do novo coronavírus seja considerado genocídio, crime pelo qual é denunciado dentro e fora do Brasil. Além de crimes contra a humanidade. E ainda justificou o porque de ignorar a OMS: o diretor não é médico: "O pessoal fala tanto em seguir a OMS, né? O diretor da OMS é médico? Não é médico. É a mesma coisa se o presidente da Caixa não fosse da economia. Não tem cabimento. Então, o diretor da OMS não é médico". Jair Bolsonaro, presidente. https://www.youtube.com/watch?v=7qrF9h_6M_U Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, no entanto, tem mestrado em Imunologia de Doenças Infecciosas pela Universidade de Londres,
Após graves efeitos colaterais e mortes de pacientes, estudo com cloroquina é interrompido

Após graves efeitos colaterais e mortes de pacientes, estudo com cloroquina é interrompido

Brasil
Segundo o jornal "The New York Times", um estudo brasileiro com a cloroquina foi interrompido precocemente, por motivos de segurança. Isso depois que pacientes sentiram efeitos colaterais ao tomar uma dose mais alta do remédio. Segundo a publicação, a pesquisa envolveu 81 pacientes com coronavírus hospitalizados em Manaus (AM), e foi realizada pela Equipe CloroCovid-19, formada por cerca de 26 cientistas de várias instituições. O estudo teve como objetivo "avaliar de forma abrangente a segurança e eficácia de duas dosagens diferentes de CQ em pacientes com covid-19". Sendo assim, aproximadamente metade dos participantes do estudo recebeu uma dose de 450 miligramas de cloroquina duas vezes ao dia por cinco dias, enquanto o restante recebeu uma dose maior de 600 miligramas por 1
Superando tuberculose, Covid-19 já é a doença infecciosa que mais mata por dia no mundo

Superando tuberculose, Covid-19 já é a doença infecciosa que mais mata por dia no mundo

Expresso, Mundo
Na quarta-feira, 1º de abril, foram mais de 4,6 mil mortos, segundo dados do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, na sigla em inglês), compilados pela plataforma The World On Data, da Universidade de Oxford, no Reino Unido. Nesta quinta-feira, 2 de abril, esse número já havia ultrapassado a marca de 5 mil mortos por dia. Vale lembrar que a covid-19 é uma doença nova e cuja real letalidade só será conhecida ao fim da pandemia. Como comparação, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a tuberculose matou cerca de 1,5 milhão de pessoas no mundo, ou 4,1 mil por dia, em 2018, os últimos dados disponíveis.  
OMS: Coronavírus mata 18.440 em todo o mundo

OMS: Coronavírus mata 18.440 em todo o mundo

Mundo
O número de pessoas infectadas com o novo coronavírus ultrapassou 400 mil em todo o mundo, com a maior quantidade de mortes na Europa. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até a última quarta-feira (25) , o total de infecções havia aumentado em 40.712 em relação ao dia anterior, atingindo 414.179 em 199 países e territórios. Já o total de mortes teve um crescimento de 2.202, chegando a 18.440. A Itália registrou a maior quantidade de mortes. O número do governo, 7.503, é quase o dobro da China. Líderes de governos locais na Itália têm utilizado a internet para exortar moradores a permanecerem em casa, porque muitas pessoas estão ignorando o confinamento vigente em todo o país, o que agrava a situação. EUA Os Estados Unidos (EUA) registraram nessa quarta-feira (
OMS recomenda não usar ibuprofeno para tratar Covid-19

OMS recomenda não usar ibuprofeno para tratar Covid-19

Expresso, Mundo
A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou, nesta terça-feira (17), que as pessoas não usem ibuprofeno para tratar possíveis sintomas de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. A recomendação da entidade veio depois que o ministro da Saúde francês alertou, no sábado (14), contra o uso da substância, que é encontrada em anti-inflamatórios. "Recomendamos paracetamol, e não ibuprofeno, em automedicação". Christian Lindmeier, porta-vez da OMS, durante coletiva em Genebra.
OMS relata mortes de crianças devido ao coronavírus

OMS relata mortes de crianças devido ao coronavírus

Mundo
A OMS (Organização Mundial de Saúde) pediu nesta segunda mais empenho dos governos para conter o avanço do novo coronavírus pelo mundo. Em entrevista coletiva, o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que é preciso ampliar o número de testes e o isolamento para prevenir novas infecções. E ele deu um alerta: apesar de o maior risco estar no grupo acima de 60 anos de idade, jovens, incluindo crianças, já morreram por causa da doença. "Temos uma mensagem simples para todos os países: testem, testem, testem. Testem todo caso suspeito de covid-19. Se o teste der positivo, isole a pessoa e descubra quem esteve em contato com ela em até dois dias antes dos primeiros sintomas e os testem também". Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS. Conforme o coron