29 de fevereiro de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Onyx

Novo Ministro de Bolsonaro fez gastos questionáveis durante a intervenção no Rio

Novo Ministro de Bolsonaro fez gastos questionáveis durante a intervenção no Rio

Brasil
Novo ministro-chefe da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro (sem partido), o general Walter Braga Netto deixou o comando da Intervenção Federal na Segurança Pública do Rio de Janeiro com resultados questionáveis do ponto de vista da gestão dos recursos públicos. Dados do Portal da Transparência da União mostram que ele só conseguiu gastar 10% das verbas disponibilizadas para as ações de segurança durante seu período no cargo, em uma mistura de falta de planejamento e transparência nos gastos. A posse de Braga Netto está marcada para a tarde desta terça (18), em Brasília. À frente da Casa Civil, o general terá o desafio de tocar funções importantes na burocracia federal, como administrar as nomeações para cargos de confiança no topo da máquina pública, tanto na administração diret
Reforma ministerial: General assume Casa Civil e Onyx vai para Cidadania

Reforma ministerial: General assume Casa Civil e Onyx vai para Cidadania

Política
O presidente Jair Bolsonaro anunciou que Osmar Terra deixará o Ministério da Cidadania e será substituído por Onyx Lorenzoni. A Casa Civil, até então comandada por Onyx, passará ao general do Exército Walter Souza Braga Netto. Assim, os militares preenchem mais uma vaga na cúpula presidencial. Os outros ministros que têm origem no Exército são os generais Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), que também é general o vice-presidente, Hamilton Mourão. O único que não veio do Exército é Jorge Oliveira, major da reserva da Polícia Militar do DF à frente da Secretaria-Geral da Presidência .A cerimônia de transmissão dos cargos acontece na próxima terça-feira (18), às 15h, no Palácio do Planalto. pic.twitter.com/9FXCpU0NZv
Onyx é mais um ministro a cair e Bolsonaro deve indicar general para a Casa Civil

Onyx é mais um ministro a cair e Bolsonaro deve indicar general para a Casa Civil

Política
O presidente Jair Bolsonaro convidou o general Walter Souza Braga Netto para o comando da Casa Civil da Presidência, no lugar de Onyx Lorenzoni. Braga Netto, 62, é o atual chefe do Estado-Maior do Exército, liderou o Comando Militar do Leste e, durante dez meses em 2018, foi o interventor militar na área de segurança pública do Rio de Janeiro. Se confirmada, a nomeação marcará a volta por cima da ala militar do governo. Um dos grupos mais poderosos no começo do mandato de Bolsonaro, com quem sofrem identificação imediata pelo fato de o presidente ser um capitão do Exército reformado, os militares foram perdendo poder ao longo de 2019. Em seu lugar, ascendeu a influência da dita ala ideológica do bolsonarismo no governo. Ela é comandada informalmente pelos filhos de Bolsonaro e
Bolsonaro estuda até colocar Onyx como Ministro da Educação

Bolsonaro estuda até colocar Onyx como Ministro da Educação

Política
O presidente Jair Bolsonaro dedicou sua sexta-feira (31) para encontrar uma saída para a crise política que tem como protagonista o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM). Após esvaziar as funções do auxiliar do Ministro, retirando na quinta-feira (30) de seu comando o PPI (Programa de Parceria de Investimentos), o presidente agora discute formas de contemplar o aliado em outro cargo na Esplanada dos Ministérios. Entretanto, nos bastidores Bolsonaro tem lembrado que Onyx foi um aliado de primeira hora e que, mesmo insatisfeito com o seu trabalho na Casa Civil, não pretende abandoná-lo. Para tentar chegar a uma solução, o presidente se reuniu na manhã desta sexta-feira (31) com os ministros da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira, e do GSI (Gabinete de Segurança Institucional
Onyx perde força na Casa Civil e é mais um ministro fritado no Governo

Onyx perde força na Casa Civil e é mais um ministro fritado no Governo

Política
Antes articulador dos principais projetos do Governo Bolsonaro no Congresso, o ministro da Casal Civil Onyx Lorenzoni vai ficando de escanteio e vendo sua relevância cada vez mais enfraquecida. Lorenzoni disse a aliados nesta quinta (30) ter ficado surpreso com a decisão de Jair Bolsonaro de retirar a gestão do PPI (Programa de Parcerias e Investimentos) da alçada de sua pasta. Com isso, Paulo Guedes (Economia) passará a ter controle sobre o programa de incentivo a concessões e privatizações, esvaziando ainda mais os poderes de Onyx. Ainda de férias, ele afirmou que precisava conversar com o presidente para compreender o objetivo de sua fritura e enfraquecimento. Integrantes da cúpula do DEM viram no gesto um golpe desleal e já defendem que o correligionário peça para sair.
Bolsonaro afasta Número Dois da Casa Civil por usar voo da FAB para Suíça e Índia

Bolsonaro afasta Número Dois da Casa Civil por usar voo da FAB para Suíça e Índia

Política
Jair Bolsonaro decidiu, nesta terça-feira (28) tirar Vicente Santini do cargo de secretário-executivo da Casa Civil. Número dois da pasta, ele viajou à Índia em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) e irritou o presidente. A destituição de Santini do cargo foi anunciada em entrevista na chegada ao Palácio da Alvorada, após retornar da viagem oficial que fez à Índia. O Número dois da Casa Civil utilizou o voo da FAB na condição de ministro em exercício, já que o titular Onyx Lorenzoni está em férias. Santini viajou no dia 21 do Brasil para Davos, na Suíça, onde participou do Fórum Econômico Mundial, e de lá para a cidade indiana, onde se juntou à comitiva presidencial. Todos os deslocamentos foram feitos em um jato Legacy, da Aeronáutica. Bolsonaro ficou irritado, pois S
Rombo fiscal de R$ 80 bi: Governo Federal desbloqueia R$ 14 bi do orçamento

Rombo fiscal de R$ 80 bi: Governo Federal desbloqueia R$ 14 bi do orçamento

Economia
O governo anunciou nesta segunda-feira o desbloqueio de R$ 14 bilhões do orçamento e zerou o estoque de recursos que estavam congelados. Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, todos os programas que estavam suspensos nos ministérios serão retomados. Além disso, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o déficit fiscal, estimado em R$ 139 bilhões para 2019, deve ser inferior a R$ 80 bilhões. Os anúncios foram feitos após a arrecadação de R$ 69,9 bilhões com o leilão dos campos de petróleo. Desse total, R$ 34,6 bilhões serão repassados a Petrobras e outros R$ 11,7 bilhões aos estados e munícipios. Sobrarão para o governo R$ 23,6 bilhões. Guedes declarou que o bloqueio de recursos do orçamento ao longo do ano ocorreu porque o orçamento apresentava uma ex
Governo anuncia desbloqueio de mais R$ 8,3 bilhões do Orçamento

Governo anuncia desbloqueio de mais R$ 8,3 bilhões do Orçamento

Expresso
O governo decidiu descontingenciar mais R$ 8,3 bilhões do Orçamento para distribuição entre ministérios. A informação foi confirmada na tarde de terça (17) pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ao chegar ao Senado para uma série de reuniões. O decreto que redistribui os recursos deve ficar pronto na semana que vem. Cerca de R$ 1,9 bilhão será para o Ministério da Educação (MEC). O governo anuncia os bloqueios e desbloqueios do Orçamento ao divulgar o Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas, a cada dois meses. O próximo relatório será divulgado no dia 20 deste mês e o outro, o último do ano, será anunciado em novembro. Do Orçamento deste ano, o governo bloqueou cerca de R$ 33 bilhões.
Onyx afirma que “esquerda da Europa” usa desmatamento para prejudicar o Brasil

Onyx afirma que “esquerda da Europa” usa desmatamento para prejudicar o Brasil

Política
O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse nesta quinta-feira (22) resolveu opiniar, de forma inventiva, sobre as críticas que o Brasil sofre por causa do desmatamento e queimas na Amazônia. Para ele, o discurso de países europeus sobre o desmatamento na Amazônia é uma política para criar barreiras ao Brasil: "Os europeus usam a questão do meio ambiente por duas razões: a primeira para confrontar os princípios capitalistas. Porque desde que caiu o muro de Berlim e desde que a União Soviética fracassou, umas das vertentes para qual a esquerda europeia migrou foi a questão do meio ambiente. E a outra coisa é para estabelecer barreiras ao crescimento e ao comércio de bens e serviços do Brasil.". Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil. Na avaliação de Lorenzoni, como o controle a
Após pressão do setor de construção, anúncio do FTGS fica pra próxima semana

Após pressão do setor de construção, anúncio do FTGS fica pra próxima semana

Economia
O anúncio das medidas que tratam do saque de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS/Pasep e seu detalhamento devem ser feitos na próxima semana, provavelmente entre quarta e quinta-feira, a depender da agenda do presidente Jair Bolsonaro, disse o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. A pressão de representantes da construção civil junto ao ministro da Casa Civil foi o principal motivo para o adiamento do anúncio da liberação dos saques do FGTS. Desde que a intenção de anunciar a medida veio a público, representantes do setor, liderados pela CBIC (Câmara Brasileira da Indústria e Construção), reclamaram para Onyx que não tinham sido consultados pelo Ministério da Economia sobre as mudanças que, para eles, poderão agravar ainda mais a situação financeira das empres