24 de fevereiro de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Política

Janaína Paschoal: “Não sou e nunca fui bolsonarista”

Janaína Paschoal: “Não sou e nunca fui bolsonarista”

Política
A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP), uma das autoras no impeachment de Dilma Roussef e quase vice na chapa eleitoral de Jair Bolsonaro, rebateu críticos e afirmou via Twitter que nunca foi "bolsonarista". Ela apenas 'defende o Brasil'. Ela ainda elogiou os petistas que apoiam os candidatos Partido dos Trabalhadores e não criam conflitos internos. Quem me acusa de caronista e, por conseguinte, traidora, ou não tem memória, ou tem problema de cognição. Resgatem meu discurso na Convenção do PSL no RJ. Resgatem minhas entrevistas. Não sou e nunca fui bolsonarista. Sempre vi com reservas pessoas que se permitem adjetivar — Janaina Paschoal (@JanainaDoBrasil) February 17, 2020 Janaina Paschoal foi eleita deputada estadual com mais de 2 milhões de votos no estado de São Pau
Quem votou em Bolsonaro para baixar o dólar foi enganado ou fez papel de ótario

Quem votou em Bolsonaro para baixar o dólar foi enganado ou fez papel de ótario

Artigo, Opinião
Quando começaram os protestos que antecederam o impeachment de Dilma, em 2015, as reivindicações da população ia além dos 20 centavos de reajuste na passagem em São Paulo. Seja de forma orgânica ou orquestrada, o que se iniciou como uma plataforma benéfica, para que a população fosse ouvida em sua indignação com o que acreditava estar de errado, foi deturpada e usada de uma maneira que custará alguns anos de desenvolvimento ao Brasil. Além da queda de Dilma, a eleição presidencial seguinte trouxe algumas falácias irritantes e difíceis de contornar para massas facilmente manobráveis. E junto com elas, vieram axiomas questionáveis e que se mostraram contraditórios: Apenas os partidos de esquerda, principalmente o PT, são os responsáveis pelo atraso econômico e corrupção É
Onyx é mais um ministro a cair e Bolsonaro deve indicar general para a Casa Civil

Onyx é mais um ministro a cair e Bolsonaro deve indicar general para a Casa Civil

Política
O presidente Jair Bolsonaro convidou o general Walter Souza Braga Netto para o comando da Casa Civil da Presidência, no lugar de Onyx Lorenzoni. Braga Netto, 62, é o atual chefe do Estado-Maior do Exército, liderou o Comando Militar do Leste e, durante dez meses em 2018, foi o interventor militar na área de segurança pública do Rio de Janeiro. Se confirmada, a nomeação marcará a volta por cima da ala militar do governo. Um dos grupos mais poderosos no começo do mandato de Bolsonaro, com quem sofrem identificação imediata pelo fato de o presidente ser um capitão do Exército reformado, os militares foram perdendo poder ao longo de 2019. Em seu lugar, ascendeu a influência da dita ala ideológica do bolsonarismo no governo. Ela é comandada informalmente pelos filhos de Bolsonaro e
Governo Bolsonaro congela Bolsa Família nas cidades mais pobres do Brasil

Governo Bolsonaro congela Bolsa Família nas cidades mais pobres do Brasil

Brasil
As regiões mais carentes do Brasil tiveram o Bolsa família congelado pelo governo de Jair Bolsonaro: uma a cada três cidades mais pobres do país não teve novos auxílios liberados nos últimos cinco meses, entre junho e outubro de 2019, quando os dados oficiais foram divulgados. Levando em conta os 200 municípios de menor renda per capita do Brasil, houve recuo na cobertura e um ritmo de atendimento a novas famílias muito menor que em períodos anteriores, se comparado com este período. O programa atende famílias com filhos de 0 a 17 anos e que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 por mês. O benefício médio é de R$ 191. Desde o ano passado, por falta de dinheiro, o governo passou a contro
Parlamentares vão ao STF por impeachment de Weintraub por quebra de decoro

Parlamentares vão ao STF por impeachment de Weintraub por quebra de decoro

Política
Um grupo de 19 parlamentares promete apresentar ainda hoje ao STF (Supremo Tribunal Federal) um pedido de impeachment contra o ministro da Educação, Abraham Weintraub. Ministros de Estado estão sujeitos a pedidos de impeachment pela Lei nº 1.079/50. Segundo o grupo, formado por senadores e deputados federais, o ministro será denunciado por crime de responsabilidade. O pedido é assinado por parlamentares de diferentes partidos, como PT, Rede, MDB, PSDB, Cidadania, entre outros. Entre os motivos para a denúncia, estão os erros na correção do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), quebras de decoro e do princípio da impessoalidade —em meio à crise do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), Weintraub atendeu ao pedido de um apoiador pelo Twitter e pediu para que a prova do Enem da filha
Bolsonaro diz que ‘zera impostos’ se governadores acabarem com ICMS dos combustíveis

Bolsonaro diz que ‘zera impostos’ se governadores acabarem com ICMS dos combustíveis

Brasil
O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (5) que zera os impostos federais sobre combustíveis se os governadores também zerarem a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O preço dos combustíveis vem sendo tema de debates entre autoridades dos governos federal e estaduais. Enquanto governadores querem que o governo reveja os impostos federais sobre os combustíveis, como PIS, Cofins e Cide, Bolsonaro vem defendendo uma mudança na forma de cobrança do ICMS sobre esses produtos. O ICMS é um tributo estadual que representa uma fatia importante de arrecadação tributária dos governo locais. “Eu zero o federal se eles zerarem o ICMS. Está feito o desafio aqui agora. Eu zero o federal hoje, eles zeram o ICMS. Se topar, eu aceito”. Jair Bolsonaro, presidente. Pa
Para agradar Congresso, Guedes suspende estudo sobre ‘nova CPMF

Para agradar Congresso, Guedes suspende estudo sobre ‘nova CPMF

Economia, Expresso
Para evitar que outras propostas econômicas sejam barradas no Congresso, o ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiu suspender os estudos de tributação sobre transações eletrônicas. A ideia foi abandonada temporariamente, já que o Congresso e o presidente Jair Bolsonaro sinalizaram que haveria resistência à medida. Especialistas afirmam que o imposto sugerido pelo ministro tinha as mesmas características da extinta CPMF, mas com nova roupagem. Apesar de ter sido convencido de que o assunto não deve ser tratado agora, Guedes repete a interlocutores de que será preciso encontrar uma solução para o ajuste no sistema tributário brasileiro.
Mal na Foto: Amigos de Regina Duarte e até Moro não querem associação com Governo ou Aliança

Mal na Foto: Amigos de Regina Duarte e até Moro não querem associação com Governo ou Aliança

Política
Neste final de semana, a atriz Regina Duarte passou por uma tremenda saia justa: ele teve que deletar de suas redes sociais uma montagem com artistas amigos, que teriam apoiado ela assumindo a Secretaria de Cultura. Mas muitos deles não gostaram. Nomes como Maitê Proença, Carlos Vereza, Glória Perez e Ary Fontoura fizeram ela ter que voltar atrás. E, assim, já ir se entrosando com o modus operandi do governo Bolsonaro. Mas ela não foi um caso ontem: poucos dias depois, outa pessoa influente pediu para ser retirado de uma foto de apoio, mais diretamente do partido Aliança pelo Brasil, cria pessoal de Bolsonaro e seus aliados. E não foi qualquer um que pediu pra sair: foi o ministro da Justiça e Segurança Social, Sérgio Moro. Ao lado da colega Damares Alves, ministra da Família,
Congresso inicia ano com 27 medidas provisórias na fila

Congresso inicia ano com 27 medidas provisórias na fila

Política
Com o início dos trabalhos legislativos nesta segunda-feira (3), Câmara e Senado começam 2020 com 27 medidas provisórias (MPs) para análise. Desse total, dez já trancam a pauta de votações e até o final de fevereiro outras cinco vão aumentar essa fila. A MP 894/2019, que institui uma pensão mensal vitalícia no valor de um salário mínimo para crianças com síndrome causada pelo Zika vírus, é a primeira da fila. O texto foi aprovado em dezembro pelos deputados e deve passar facilmente pelos senadores. O relator da MP, senador Izalci Lucas (PSDB-DF), estendeu a medida para todas as crianças afetadas que tenham nascido até o fim de 2019. Fim do prazo Sem chances de avançar, porquê perdem a validade em 16 de fevereiro, estão outras duas MPs. Uma delas, a 895/2019, cria a carteira
PSDB Alagoas inicia grande campanha de filiação partidária em fevereiro

PSDB Alagoas inicia grande campanha de filiação partidária em fevereiro

Política
O PSDB Alagoas inicia neste mês de fevereiro o seu projeto de filiação partidária. O partido busca pessoas que tenham um perfil de quem deseja trabalhar pela construção de uma sociedade mais participativa e voltada aos interesses da população alagoana. O presidente do PSDB Alagoas, o senador Rodrigo Cunha, deseja que o partido seja mais ativo nas discussões em todos os municípios do estado e por isso, busca pessoas inovadoras, arrojadas, empreendedoras e que queiram participar do processo político e eleitoral. “O PSDB passa por um momento de transformação e queremos a participação de todos que desejem trabalhar por uma Alagoas melhor, mais justa, que buscam trabalhar pela democracia e pelo desenvolvimento do nosso estado”. Rodrigo Cunha, senador e presidente do partido. Além das f