30 de março de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Porta dos Fundos

STF reverte censura contra Netflix e Porta dos Fundos

STF reverte censura contra Netflix e Porta dos Fundos

Justiça
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, decidiu na noite de quinta (9) derrubar a decisão que determinava que a Netflix retirasse do ar o especial de Natal do humorístico Porta dos Fundos. A suspensão havia sido decidida na véspera em caráter liminar pelo desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Ele já havia defendido Bolsonaro em um caso de censura, em 2017. O magistrado havia determinado que o vídeo, que retrata Jesus Cristo como um homossexual, saísse do ar para "acalmar os ânimos" da sociedade. Segundo o presidente do STF, a democracia somente se firma e progride em um ambiente em que diferentes convicções e visões de mundo possam ser expostas, defendidas e confrontadas umas com as outras,
Desembargador que defendeu homofobia de Bolsonaro ordena retirada de filme do Porta dos Fundos

Desembargador que defendeu homofobia de Bolsonaro ordena retirada de filme do Porta dos Fundos

Justiça
O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) determinou que a plataforma de streaming Netflix tire do ar o especial de Natal do grupo Porta dos Fundos, intitulado A primeira tentação de Cristo. O programa, que estreou em dezembro, provocou polêmica ao satirizar histórias bíblicas, retratando Jesus Cristo como um homem gay e um triângulo amoroso entre José, Maria e Deus. A decisão liminar que determina a censura ao filme foi concedida pelo desembargador Benedicto Abicair, da Sexta Câmara Cível do TJ-RJ, a pedido da Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, uma entidade conservadora católica. A Primeira Tentação de Cristo” Segundo o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, a decisão caracteriza censura e será derrubada pelos tribunais superiores. Para o ministr
Bolsonaro presta solidariedade ao dono da Havan e nada ao Porta dos Fundos

Bolsonaro presta solidariedade ao dono da Havan e nada ao Porta dos Fundos

Brasil
O presidente Jair Bolsonaro prestou solidariedade, em suas redes sociais, ao empresário Luciano Hang, dono das Lojas Havan, depois que um incêndio destruiu uma das estátuas de sua loja. Vestindo um uniforme do Cascavel, time paranaense patrocinado pela Havan, Bolsonaro se refere a Luciano Hang como 'empreendedor'. O incêndio foi em uma unidade de São Carlos (232 km a noroeste de São Paulo), na madrugada do dia 31 de dezembro, destruindo a estátua de 32 metros de altura, uma réplica da americana Estátua da Liberdade. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o empresário Luciano Hang, dono da Havan, disse que a empresa foi vítima de "terrorismo". Hoje às 15h LIVE sobre incêndio em São Carlos (SP). pic.twitter.com/EFCF1Nbk8d — Luciano Hang (@luciano_hang) December 31, 2019
Grupo ‘Integralista’ assume atentado contra o Porta dos Fundos

Grupo ‘Integralista’ assume atentado contra o Porta dos Fundos

Brasil
Um grupo denominado como “Comando de Insurgência Popular Nacionalista da Grande Família Integralista Brasileira” assumiu, em vídeo o atentado terrorista contra a sede da produtora Porta dos Fundos, ocorrido na manhã de terça (24), no Humaitá, Rio de Janeiro. É o mesmo grupo assumiu atentado à UniRio e à Universidade Federal Fluminense (FF), queimando bandeiras antifascistas nos campus. O material circulou em nichos católicos ao longo desta quarta-feira (25) e foi publicado pelo canal Ursal Network. O vídeo foi retirado do ar pouco depois da meia-noite, mas é possível encontrá-lo em outros canais no YouTube quando se pesquisa exatamente pelo nome do grupo. O suposto terrorista diz o seguinte: “Nós, do Comando de Insurgência Popular Nacionalista da Grande Família Integralista Brasile
Bispos querem indenização a todo cristão ‘lesado’ por Jesus gay na Netflix

Bispos querem indenização a todo cristão ‘lesado’ por Jesus gay na Netflix

Brasil
O presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Eduardo Tum, e mais um grupo de representações e lideranças evangélicas ajuizou uma ação contra a Netflix, pedindo a censura do "Especial de Natal Porta dos Fundos", polêmico especial que tem um Jesus gay. A ação contra dinda com o Conselho Nacional dos Conselhos de Pastores do Brasil e o bispo Robson Rodovalho, fundador da comunidade evangélica Sara Nossa Terra. Além da censura, eles pedem ainda um dano moral coletivo no valor de R$ 1 milhão. Como se não fosse suficiente, a ação que ainda não foi analisada pela justiça requer indenizações individuais em valor "não inferior a R$ 1.000" a todos os cristãos que se sentirem lesados. Ricardo Hasson Sayeg, advogado que protocolou a ação, quer mobilizar a comunidade evangélica para que