30 de março de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Sindicato

Agentes penitenciários podem paralisar atividades em Alagoas

Agentes penitenciários podem paralisar atividades em Alagoas

Alagoas
Uma paralisação geral já é projetada para os próximos dias pelos agentes penitenciários de Alagoas. Petrônio Lima, presidente do do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen), diz que até o final do mês de fevereiro, a suspensão das atividades pode acontecer. Segundo ele, tudo depende do do final do prazo para o governo enviar os projetos da categoria para a Assembleia Legislativa. Entre as reivindicações, estão o envio do serviço remunerado e o auxílio alimentação, pelo Governo do Estado. Isso fora acordado ainda na última paralisação da categoria, em outubro do ano passado. No entendimento do Sindapen, a Secretaria de Estado, Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) anda de forma lenta no envio dos projetos e o prazo seria até o final de fevereiro, com o retor
Continuidade X Renovação disputam o Sinpro-AL

Continuidade X Renovação disputam o Sinpro-AL

Expresso
As eleições para o Sindicato dos Professores das Escolas Particulares de Alagoas (Sinpro-AL) já tem data marcada: 30 de abril. Duas chapas disputam o comando da entidade. A chapa 1 é a do atual presidente Eduardo Vasconcelos, quem tem como vice Fernando Cedrim. A proposta gira em torno de continuar o trabalho já executado desde 2015. A chapa 2 apresenta a professora Jandete e o vice Mamede. O grupo tem como bandeira a renovação da entidade, que é criticada pelo tempo e a forma que a atual gestão vem conduzindo a instituição. É praticamente uma disputa entre a hegemonia contra a oxigenação. Nada diferente do que estamos acostumados a encontrar nas disputas políticas. Eduardo foi vice-presidente 2010 e assumiu a presidência em 2015, quando disputou contra integrantes da sua ex-di
Negociações falham e servidores de Maceió entrarão em greve

Negociações falham e servidores de Maceió entrarão em greve

Maceió
Nesta quinta-feira (12), o Sindicato dos Servidores Públicos de Maceió informou à Prefeitura da Capital que vai paralisar os serviços de secretarias e entidades, a partir da próxima terça (17), por tempo indeterminado. A categoria pede 15,41% de reposição inflacionária e informou sobre a greve após assembleia no Clube Fênix Alagoana. De acordo com Sidney Lopes, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Maceió, o Município não concederá o mínimo ao funcionalismo, que é a reposição inflacionária de três anos, assim como a implantação do data-base, que deveria ter ocorrido em janeiro deste ano, sendo implementado apenas em maio e sem nenhum retroativo. "Como se não bastasse, tem a progressão por mérito que o prefeito não deu valor. De dois em dois anos, temos direito a 5% de au