20 de janeiro de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Taxa de homicídios de 2019 em Alagoas é a menor em 20 anos

Se comparado com 2011, ápice da violência no Estado, redução anual foi de mais de 50%

Governador Renan Filho destacou que em 1999, essa taxa na capital era de 30,9, chegando ao ápice em 2010, com 109,9. Em 2019, caiu para 29,7. Foto: Márcio Ferreira

Segundo o balanço Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), apresentados nesta segunda (6), no Palácio República dos Palmares, Alagoas terminou 2019 com o menor número já registrado desde o início da série histórica, em 2011.

No auge da contagem, em 2011, o estado registrou, 2.417 homicídios. Agora, no ano passado, foram contabilizados 1.184, uma redução recorde de 51%.

“A violência em nossa capital voltou a padrões do século passado. Isso é muito simbólico num Estado que foi reconhecido, ao longo dos últimos anos, antes do nosso Governo, como o mais violento do Brasil. Hoje, Alagoas é um dos Estados que mais reduzem violência e dá exemplo ao país”. Renan Filho, governador de Alagoas.

Quando comparada com 2018, que já obtivera o melhor resultado alcançado até então, a queda foi de: 22,2%. A contínua redução fez 2019 registrar a menor taxa de homicídios por cem mil habitantes em 20 anos.

Em 1999, essa taxa na capital era de 30,9, chegando ao ápice em 2010, com 109,9. Em 2019, caiu para 29,7,.

“A nossa ideia é seguir reduzindo violência, estabelecendo, como meta para 2020, baixar, pelo menos, mais 10%. Vamos seguir trabalhando com novos investimentos, a realização de concursos públicos em diversas áreas para, com isso, ampliar a capacidade do Estado de combater a violência, investindo também nas áreas sociais”. Renan Filho.

Dezembro foi ainda o 18º mês consecutivo de redução de homicídios no Estado, totalizando 99 crimes em Alagoas. Comparando com o mesmo período do ano passado, houve uma redução de 16,1%.

Maceió

A queda também foi verificada na capital, onde a redução de CVLIs em 2019 ficou em 33,7%, em comparação com 2018. Foram 347 homicídios na capital no ano que passou contra 523 ocorridos em 2018.

Em toda a série histórica, a queda também foi recorde: 64,2%. Isso porque em 2011, ápice da violência, aconteceram 970 mortes só em Maceió.

Em Maceió, foram registradas 33 mortes violentas no último mês do ano, enquanto que em 2018 o período havia contabilizado 35 crimes.

Patrimônio

A Segurança Pública também registrou queda em várias modalidades de roubos. O roubo contra transeunte teve redução de 18% em 2019 em comparação com 2018. De acordo com o Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), o ano passado encerrou com um total de 8.538 ocorrências. Já o ano anterior teve um total de 10.415 casos em Alagoas.

“Com a integração, o apoio do governador e a determinação que temos em manter o foco, sem dúvida alguma vamos continuar baixando esses números e apresentar, em 2020, outro grande resultado”. Lima Júnior, secretário de Estado da Segurança Pública.

O roubo de veículos também registrou uma redução de 36% no ano de 2019. Também tiveram queda os roubos a estabelecimentos comerciais.

Em Maceió, o trabalho integrado realizado pelas Polícias Civil e Militar alcançou um resultado histórico no combate aos assaltos a ônibus. O ano terminou com 102 ocorrências. Este é o menor número registrado desde que esta modalidade criminosa começou a ser contabilizada. Quando comparado com o total de assaltos registrados em 2018, que foi de 325, constata-se que o crime caiu 68,6%.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.