28 de maio de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

Vamos ter que aprender pela dor?

No Equador, corpos são abandonados nas ruas, cadáveres são queimados em via pública e pessoas sucumbem ao ar livre.

O estado é de calamidade e a comoção não têm sido proporcionais ao problema humanitário. Afinal, equatorianos, na sua maioria, não possuem olhos azuis.

Ah, Lembrei! Os Estados Unidos já bateram o recorde da Itália com mais de mil mortes em um único dia.

São fatos fartamente documentados, mas, uma parcela dos brasileiros, incentivada por seu líder maior, fecha os olhos.

Eles estão preocupados, apenas, em levar suas vidas, indiferentes à dor do outro e se achando imunes à tragédia que vem devastando outras nações e está bem aqui, rondando nossa casa.

É impressionante como estão hipnotizados, tal qual os alemães na década de 30 do século passado.

Negam a realidade, a ciência e os acontecimentos para reforçarem suas bolhas.

São tão intelectualmente delinquentes que, na visão obtusa deles, um vírus tem nacionalidade e ideologia política.

É falta de empatia total. Ao ponto de ignorarem que podem deixar a existência não como um nome e uma história, mas como um mero número estatístico.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.