14 de dezembro de 2019Informação, independência e credibilidade
Esportes

Vitória do CSA contra o Cruzeiro derruba o técnico Abel Braga

Técnico entregou o cargo logo após a vitória surpreendente do Azulão.

Pedro Rocha, do Cruzeiro, chora na derrota para o CSA em pleno Mineirão

A surpreendente vitória do CSA por 1 a 0 contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, levou o clube mineiro a uma crise sem precedentes na sua história.

Por isso mesmo o técnico Abel Braga deixou o cargo à disposição da diretoria do Cruzeiro. A saída do treinador é tratada como iminente dentro do clube, e um pronunciamento oficial deve ser realizado nesta sexta-feira.

O Cruzeiro sonhava em sair da zona de rebaixamento na partida contra o Azulão, mas deixou a desejar. Na verdade, foi um arremedo de time de futebol, com direito a desperdiçar um pênalti, cobrado por Thiago Neves, na hora em que a equipe mais precisava.

Foi a quinta-feira para ser esquecida pelos cruzeirenses no Mineirão. Afinal, tratava-se de um confronto direto entre as duas equipes pela 35ª rodada do brasileirão e coube ao CSA ser o protagonista do jogo ao marcar 1 a 0, gol de Alan Costa.

Com o resultado, a Raposa permanece na zona da degola, ocupando a 17ª colocação com 36 pontos conquistados. O Azulão do Mutange vem logo atrás, somando quatro pontos a menos. No momento, o Ceará é o primeiro time fora do Z4, com 37.

Pela próxima rodada, o CSA entra em campo no domingo, 1º, às 18h (de Brasília), quando encara o Bahia no Estádio Rei Pelé, em Maceió. No dia seguinte, às 20h, o Cruzeiro duela com o Vasco em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 1 CSA

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 28 de novembro de 2019, quinta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA-SP)

Cartões amarelos: Euller, Jordi, Jonatan Gomez, João Vitor (CSA)

Gol: Alan Costa, aos 42 minutos do primeiro tempo (CSA)

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Léo e Egídio; Henrique, Éderson (Robinho) e Thiago Neves; Ezequiel (Sassá), Fred (Joel) e Pedro Rocha. Técnico: Abel Braga

CSA: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Castán e Rafinha (Jean Cléber); João Vitor, Nilton, Jonatan Gomez, Euller (Warley) e Apodi (Bruno Alves); Ricardo Bueno. Técnico: Argel Fucks

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.